Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

ARMAZéM LITERáRIO > ESTANTE

Lucidez renitente

Por Vitor Cei em 10/09/2013 na edição 763
Lucidez renitente, de Hudson Ribeiro, Editora Multifoco, Rio de Janeiro, 2013; R$45,00.

Hudson Ribeiro nasceu na ilha de Vitória, capital do estado do Espírito Santo, onde aprendeu a navegar para além das margens. Marcado pelas carências e excessos inerentes à longa estrada, o autor tem atuado como professor de Filosofia, escritor, poeta e compositor de sambas-enredo – lançando-se à tarefa (sempre irrealizada) de lapidar a palavra no afã de traduzir o inexprimível.

O leitor encontrará, nas estórias de Lucidez renitente, textos marcados por licenciosidade poética, coloquialismo, espontaneidade, brevidade, urbanidade, força crítica do humor, poetização do relato cotidiano, anotação do momento político, libertação das repressões políticas e morais. Desditando, o escritor subverte os padrões de pontuação, possibilitando instigantes nuances de leitura.

A memória é o fermento que modula a prosa de Hudson Ribeiro. A sua escrita memorialística, oscilando entre o tom melancólico e o irônico, questiona os costumes e crenças dominantes, disparando chistes contra os valores mais prezados pelas forças conservadoras. Por conseguinte, suscita a necessidade de elaborar o passado e criticar o presente prejudicado, mantendo a fidelidade às utopias não realizadas pela geração do silêncio. Há, pois, na ficção do autor capixaba, uma perspectiva crítica que não pode ser ignorada e, em sua esteira, um potencial reflexivo. Aprecie com lucidez e renitência.

******

Vitor Cei é doutorando em Estudos Literários pela UFMG

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem