Sábado, 24 de Agosto de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1051
Menu

ARMAZéM LITERáRIO >

Assessoria de imprensa é atividade de jornalistas ou de RPs?

07/07/2009 na edição 545

[do release da editora]

A assessoria de imprensa é atividade de jornalistas ou de relações públicas? É preciso diploma universitário para exercer a função? Qual carga horária deve cumprir um assessor de imprensa? Essas e outras questões foram cuidadosamente analisadas pelos professores Elisa Kopplin Ferraretto e Luiz Artur Ferraretto durante um minucioso trabalho de observação do mercado em que atua esse profissional da comunicação. O resultado está no livro Assessoria de imprensa – Teoria e prática. Em quinta edição revista e atualizada, a obra apresenta um painel completo sobre a área que é considerada hoje um dos maiores mercados de trabalho para o jornalista brasileiro.

O livro aborda questões éticas e legais dos diversos campos de atuação do profissional (empresarial, sindical, político, cultural etc.), além de fornecer informações sobre as origens históricas da atividade. A parte prática fica por conta da significativa quantidade de modelos atuais a respeito da produção de materiais informativos para diferentes mídias (impressa e eletrônica), da organização de entrevistas coletivas, do controle da informação, da elaboração de mailing list e da relação com a imprensa, entre outros aspectos de interesse do profissional.

Um livro completo

As inovações tecnológicas, a diversificação dos veículos de comunicação e as mudanças na função e no perfil do assessor de imprensa também são contempladas na nova edição. ‘O objetivo é instrumentalizar o profissional e alertá-lo para a importância do comportamento ético nas relações com os colegas dos veículos de comunicação’, afirma Elisa.

Bibliografia básica para os estudantes de Comunicação Social e também para os profissionais que já atuam no mercado e desejam se atualizar, o livro é dividido em treze capítulos e traz exemplos práticos, demonstrações gráficas e dicas para o desenvolvimento da assessoria de imprensa no dia-a-dia. Os autores também fornecem orientações sobre planejamento, políticas, planos e estratégias; assessoria de imprensa a serviço da sociedade, com foco no jornalismo empresarial, cultural e terceiro setor; técnicas de redação em assessoria de imprensa; organização de entrevistas coletivas e produção de house organs, entre outras funções.

Trata-se de um livro completo, que traz informações aprofundadas sobre o trabalho na área de assessoria de imprensa e propõe caminhos para o permanente aperfeiçoamento e a qualificação da atividade.

Os autores

Elisa Kopplin Ferraretto é graduada em Jornalismo e mestre em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atua há vinte anos como assessora de imprensa, acumulando experiência em edição de publicações especializadas; reportagem, redação e revisão para o jornalismo impresso; e docência em cursos universitários de Comunicação.

Luiz Artur Ferraretto é graduado em Jornalismo e doutor em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor universitário de Jornalismo, soma à sua trajetória passagens por jornais, emissoras de rádio e televisão e assessorias de imprensa. É autor de Rádio – O veículo, a história e a técnica (Doravante, 3. ed., 2007), Rádio no Rio Grande do Sul (anos 20, 30 e 40) ­ Dos pioneiros às emissoras comerciais (Editora da Ulbra, 2002) e Rádio e capitalismo no Rio Grande do Sul ­ As emissoras comerciais e suas estratégias de programação na segunda metade do século 20 (Editora da Ulbra, 2007).

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem