Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

ARMAZéM LITERáRIO > NEPAL

Ataque a editora é atribuído a ex-rebeldes

02/10/2007 na edição 453

A editora nepalesa Kantipur, que publica o jornal Kantipur, em nepalês, e a edição em inglês do Kathmandu Post, foi atacada no domingo (30/9) e teve equipamentos destruídos; as publicações foram forçadas a encerrar suas operações. O ataque é atribuído a membros de um sindicato afiliado a ex-rebeldes comunistas, informa a AP [1/10/07].

‘Este é um ataque à imprensa livre planejado por ordens de um sindicato’, acusou Kailash Sirohiya, diretor da editora. Segundo ele, será necessária uma semana para que as atividades sejam retomadas. A polícia local confirmou o ataque e o possível envolvimento do sindicato, e anunciou a detenção de dois suspeitos.

Os ex-rebeldes, conhecidos como maoístas, abandonaram a revolta armada no ano passado, aderindo ao processo de paz. Desde então, entretanto, eles têm sido acusados de atos violentos, e organizações ligadas a eles são acusadas de ataques a veículos de mídia, empresas privadas e órgãos do governo. Os jornais que foram alvo do último incidente são conhecidos pelas críticas aos antigos rebeldes. O sindicato ordena que seus membros recebam contratos fixos, melhores cargos e salários maiores.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem