Sexta-feira, 22 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº992
Menu

ARMAZéM LITERáRIO > MÍDIA E ECONOMIA

Cobertura americana fora de compasso, diz estudo

26/08/2008 na edição 500

A cobertura midiática sobre a crise econômica americana ficou a dever em relação à atualização das informações e ao interesse do público, segundo um estudo do Project for Excellence in Journalism. A instituição analisou mais de cinco mil matérias econômicas de 48 organizações de mídia, entre TV a cabo, TV aberta, rádio, jornal e internet, de 2007 ao fim da primeira metade de 2008.

A pesquisa revelou que o excesso de confiança em informações oficiais do governo para monitorar a economia está levando a uma cobertura desordenada e, muitas vezes, com meses de desatualização. ‘Ter o panorama completo é extremamente difícil, em parte porque dependemos dos dados do governo, que podem ter até três meses de atraso’, afirmou o diretor do Project, Tom Rosenstiel.

Outro aspecto ressaltado pelo estudo foi a discrepância, entre os diferentes meios de comunicação, no foco da cobertura econômica. Enquanto as emissoras de TV enfatizaram o preço dos combustíveis, os jornais deram maior destaque a questões bancárias e imobiliárias. Isto deixou o público um pouco confuso sobre as notícias econômicas – uma das áreas de maior interesse dos americanos, atrás apenas da guerra do Iraque e, agora, da campanha presidencial. Informações de Kristen A. Lee [AP, 18/8/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem