Sábado, 16 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

ARMAZéM LITERáRIO > HOLLYWOOD

Fim da greve, tempo de calcular o prejuízo

22/02/2008 na edição 473

A longa greve dos roteiristas de Hollywood gerou prejuízo de US$ 2,5 bilhões à economia de Los Angeles, segundo estudo do economista Jack Kyser, da Los Angeles County Economic Development Corporation, organização que monitora e estimula o desenvolvimento econômico da região. Entraram na conta as perdas com programas de TV cancelados, salários de roteiristas e outros trabalhadores da indústria de entretenimento, produções cinematográficas adiadas e serviços que dependem do bom funcionamento do setor, como aluguel de limousines e empresas de alimentação.


O Writers Guild of America, sindicato dos roteiristas de TV e cinema, entrou em greve no início de novembro para exigir a participação de seus membros nos lucros da distribuição de conteúdo online. Neste meio tempo, foram interrompidas produções televisivas e cinematográficas; o Globo de Ouro, segunda maior premiação do cinema e televisão americanos, teve sua cerimônia de gala cancelada; e milhares de profissionais da indústria ficaram sem emprego.


A paralisação foi encerrada em 12/2, depois que membros do sindicato aprovaram um novo contrato e votaram pela volta ao trabalho. A última greve do gênero em Hollywood, em 1988, durou 153 dias e gerou prejuízo estimado em US$ 500 milhões. Informações da AP [19/2/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem