Domingo, 17 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

ARMAZéM LITERáRIO > CHINA

Governo amplia restrições a desenhos animados

22/02/2008 na edição 473

O governo chinês decidiu ampliar o controle sobre a exibição de desenhos animados estrangeiros nas emissoras do país. A partir de maio, a exibição de desenhos estrangeiros estará proibida entre 17h e 21h nos canais locais, ampliando uma regra de 2006 que proibia a transmissão entre 17h e 20h. Nesta faixa de horário, considerada o ‘horário nobre’ infantil, só podem ser apresentados desenhos chineses. A mudança foi anunciada esta semana em um memorando postado no sítio da Administração Estatal de Rádio, Filme e Televisão, principal órgão censor da China.


A Administração ressaltou também que as emissoras terão que ter os desenhos estrangeiros aprovados por censores. O objetivo é diminuir a presença de monstros, fantasmas e outros ‘conteúdos de vídeo feitos com o único propósito de passar terror e horror’. Segundo as normas, os desenhos chineses devem ter mais espaço do que as produções internacionais.


Ainda que nas ruas das grandes cidades chinesas seja possível encontrar DVDs piratas com conteúdo sexual e de terror, o governo se esforça para ‘limpar’ a imagem cultural do país até as Olimpíadas de Pequim, em agosto próximo. O evento esportivo serve como uma ótima chance para que as autoridades apresentem ao exterior seu crescimento econômico e político. Informações da Reuters [19/2/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem