Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

ARMAZéM LITERáRIO > IRÃ

Governo fecha jornal por artigo crítico a palestinos

07/01/2009 na edição 519

O governo iraniano fechou o jornal reformista Kargozaran, na semana passada, por causa da publicação de um artigo crítico aos militantes palestinos. Segundo Mohammad Parvizi, representante do setor de mídia nacional do Ministério da Cultura, o jornal foi proibido de funcionar por conta de uma ‘ofensa’ e o caso foi encaminhado ao tribunal. Parvizi afirmou ainda que o artigo ‘justificava os crimes do regime sionista contra a humanidade em Gaza e retratava a resistência palestina como terroristas que causam a morte de crianças e civis’.


O diretor do Kargozaran, Morteza Sajadian, confirmou o fechamento e afirmou que o artigo em questão se tratava de uma declaração de um grupo estudantil radical pró-reforma e que foi publicado por engano. O jornal, que tem apenas três anos, é freqüentemente criticado pela mídia linha-dura por conter conteúdo considerado hostil ao presidente Mahmoud Ahmadinejad.


Sob o governo de Ahmadinejad, jornais, sítios de internet e agências de notícias das mais diferentes posições políticas passaram a enfrentar uma onda de fechamentos. O Irã apóia a facção islâmica Hamas, que controla Gaza e não reconhece Israel. O conflito entre o Exército israelense e o Hamas dura 10 dias e já deixou mais de 600 mortos, na enorme maioria palestinos. Com informações da AFP [31/12/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem