Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1050
Menu

ARMAZéM LITERáRIO >

Kate Winslet processa jornal por calúnia

12/05/2009 na edição 537

A atriz Kate Winslet abriu processo contra o jornal britânico Daily Mail por um artigo que alegava que ela teria mentido sobre seus hábitos para se manter em forma. Ganhadora do Oscar de melhor atriz deste ano pelo filme O Leitor, Kate, de 33 anos, declarou ter se sentido ofendida pela matéria, que teria prejudicado ainda sua reputação profissional e pessoal. Ela pede 150 mil libras em danos. O artigo, intitulado ‘Kate Winslet merece o Oscar de atriz mais irritante do mundo?’, afirmava que a celebridade havia mentido, em uma entrevista à revista Elle, sobre a quantidade de exercício que fazia para ficar em boa forma física. Na ocasião, Kate disse que, como não tinha tempo de ir à academia, fazia Pilates – com instruções via DVD – em casa por 20 minutos diários. Informações da BBC News [8/5/09].

 

Metro vende gratuitos nos EUA

A companhia de jornais sueca Metro International anunciou que irá vender seus jornais nos EUA para a recém aberta Seabay Media, dirigida por Pelle Tornberg, ex-executivo da Metro. A companhia publica mais de 80 edições de jornais gratuitos – financiados por publicidade – em 22 países. As edições americanas estariam perdendo dinheiro, segundo o diretor financeiro Anders Kronborg, que afirmou ainda que a venda faz parte da estratégia da Metro para enfrentar a crise econômica. Em janeiro, foi anunciado o fechamento da edição espanhola. Nos EUA, a companhia conta com diários gratuitos em Nova York e Filadélfia, além do Boston Metro, que é publicado em parceria com o Boston Globe. Juntos, estes jornais têm circulação de 590 mil exemplares que atingem cerca de 1,2 milhão de leitores. Informações de Malin Rising [AP, 11/5/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem