Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ARMAZéM LITERáRIO > ESTANTE

Quatro livros sobre futebol

09/02/2010 na edição 576

** Os 11 maiores técnicos do futebol brasileiro, de Maurício Noriega, 256 pp., Editora Contexto, São Paulo, 2010; R$ 35,00

Atacante bom é aquele que faz gol. Goleiro bom é aquele que evita gol. E técnico bom, quem é? O grande estrategista, que domina as teorias? O paizão, que trata os jogadores como crianças crescidas e carentes, necessitadas de compreensão e apoio? O tático, capaz de ‘virar o jogo’ no intervalo, com alterações surpreendentes?

O que revela jogadores? O que lida bem com estrelas? O que sabe ‘ler o jogo’? O que estuda os adversários? Ou, simplesmente, o vencedor? Há diferentes motivos para um técnico ganhar espaço nesta cuidadosa seleção feita pelo jornalista Maurício Noriega.

Numa época em que técnico se transformou em ‘professor’, é evidente a importância dada a esse profissional do futebol pela mídia especializada e pelos torcedores. Além do perfil dos principais técnicos que atuaram – ou atuam – no Brasil, há entrevistas de personalidades que conhecem bem o estilo do retratado, como ex-jogadores e outros treinadores. Leitura para amantes e admiradores do futebol brasileiro. E para quem gosta de saber mais sobre líderes vencedores.

** O futebol explica o Brasil – uma história da maior expressão popular do país, de Marcos Guterman, 272 pp., Editora Contexto, São Paulo, 2010; R$ 39,00

De esporte de elite a entretenimento das massas; do amadorismo ao profissionalismo; dos salários modestos à globalização-exportação; o uso político do esporte e o uso da política pelo esporte. Quando se estuda futebol no Brasil, não se fala ‘só’ de um jogo, mas da própria história do país, emaranhada com a evolução nas quatro linhas do campo.

O jornalista e historiador Marcos Guterman mostra a trajetória do futebol no país desde sua chegada da Inglaterra, a formação dos primeiros clubes, os craques, os grandes fracassos, as peculiaridades. O livro narra os acontecimentos do último século no Brasil, mas principalmente mostra como política, economia, sociedade e futebol estão muito mais associados do que costumamos imaginar. Assim, o esporte mais popular do mundo, se lido corretamente, consegue explicar o Brasil.

** As melhores seleções brasileiras de todos os tempos, de Milton Leite, 224 pp., Editora Contexto, São Paulo, 2010; R$ 33,00

Do futebol brasileiro, o mundo sempre espera o melhor. Nossas seleções devem reunir o melhor do melhor. E o que dizer, então, das melhores seleções brasileiras? Aquelas cuja escalação os boleiros sabem de cor. As seleções que faziam os adversários tremer e que arrancavam aplausos até de torcedores de outros países?

O jornalista e narrador esportivo Milton Leite sabe que cria polêmica ao definir quais foram as melhores seleções brasileiras de todos os tempos. Neste livro gostoso de ler e ótimo para presentear, ele reúne personagens em entrevistas exclusivas e desvenda episódios das grandes campanhas nacionais no esporte mais popular do planeta. São revelados aqui os bastidores das equipes campeãs das Copas de 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002, além do marcante grupo de 1982. Enriquecida com fotografias e depoimentos de protagonistas dessas campanhas – como Pelé, Zico e Ronaldo –, a obra é para todos os brasileiros, boleiros ou não.

** As melhores seleções estrangeiras de todos os tempos, de Mauro Beting, 240 pp, Editora Contexto, São Paulo, 2010; R$ 33,00

Por incrível que pareça, joga-se bom futebol até fora do Brasil. E algumas seleções estrangeiras montaram equipes maravilhosas, a ponto de revolucionar a forma de jogar nosso esporte favorito. Neste livro, Mauro Beting escala as melhores seleções estrangeiras que participaram de Copas do Mundo. O jornalista nos guia por um passeio pela história desse esporte montando um guia completo com ótimas narrativas, belas fotografias, lista de convocados e detalhamento dos esquemas táticos de cada equipe. Por meio deste livro, o leitor conhecerá as trajetórias de seleções brilhantes e eficientes, como a da Hungria de 1954, da Inglaterra de 1966, da Holanda e da Alemanha – ambas de 1974 –, da Itália de 1982, da Argentina de 1986 e da França de 1998. Uma pequena enciclopédia, acessível e prazerosa, com o melhor do futebol mundial – sem contar o Brasil, é claro!

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem