Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1034
Menu

ARMAZéM LITERáRIO >

Repórter nega acusações de se passar por padre

18/08/2006 na edição 394

Jonathan Morris, repórter de religião para a Fox News, foi acusado de se fazer passar por um oficial do Vaticano em uma mesquita em Walthamstow, leste de Londres, usada por suspeitos para planejar explosões de aviões saindo de Londres para os EUA.


Segudo o imã Mohammed Shoyaib, Morris apresentou-se primeiro como um padre romano trabalhando pela paz no mundo. ‘Só depois ele disse que era de uma ‘emissora irmã da Sky News’, mas nunca mencionou a Fox’, disse. ‘Jamais falaríamos com ele se soubéssemos. Fomos enganados’.


Em seu blog, Morris escreveu que desde o começo falou claramente que estava a serviço de uma emissora de TV americana, e depois mencionou a Fox News. ‘Eles foram cordiais, deixaram a fita rolar na câmera’, disse. ‘Outros canais de notícia entraram em campo e tentaram fazer a história feder, mas o mundo noticioso é assim mesmo. Algumas pessoas estão dispostas a estragar algo muito bom, só para conseguir uma reportagem.’


Walthamstow foi um dos principais focos das operações em que policiais britânicos prenderam 24 suspeitos de planejar a explosão de aviões a partir de líquidos travestidos de bebida. Informações da Reuters [14/8/06].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem