Sábado, 26 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

ARMAZéM LITERáRIO > ELEIÇÕES NOS EUA

Revista alfineta Sarah Palin e perde assinantes

09/09/2008 na edição 502

A revista Us Weekly acabou com uma verdadeira dor de cabeça depois de optar por uma capa nada simpática à governadora do Alasca, Sarah Palin, na semana passada. Junto às também semanais especializadas em celebridades OK! e People, a Us Weekly resolveu estampar a polêmica candidata à vice-presidência pelo partido Republicano em sua capa. Mas a manchete, ao contrário das outras, não pegou nada leve: ‘Bebês, Mentiras e Escândalos’.


Segundo fontes da indústria, a revista perdeu milhares de assinantes apenas nas primeiras 24 horas após a publicação da capa de Sarah. Uma delas fala em cinco mil pessoas cancelando suas assinaturas; outra, em pelo menos 10 mil. Ao menos um anunciante da revista admite ter recebido ligações de ex-assinantes ameaçando boicotar seus produtos.


Segundo artigo de Courtney Hazlett [MSNBC, 5/9/08], um porta-voz da Wenner Media, empresa que publica a Us, afirmou que ‘é completamente falso que perdemos 10 mil assinantes’. Sobre a estimativa de cinco mil, ele diz que ‘é falsa também’, mas sem tanta ênfase.


De acordo com um editor do ramo de revistas, quando a Us foi impressa, na noite de segunda-feira (1/9), parecia que Sarah não conseguiria se levantar da enxurrada de escândalos que enfrentou em apenas poucos dias de exposição na mídia. A praticamente desconhecida governadora do Alasca teve de desmentir rumores de que seu filho de apenas quatro meses seria, na verdade, seu neto, e teve de anunciar publicamente a gravidez de sua filha de 17 anos – lembrando que a conservadora Sarah prega a abstinência sexual antes do casamento.


Curiosamente, a candidata conseguiu chacoalhar a campanha de John McCain e, em menos de uma semana, tornou-se um personagem popular. ‘O erro [da Us] foi achar que todos que lêem a revista são democratas, quando isso não é verdade. Leitores são leais, mas a base de um partido político é mais leal ainda’, diz o editor.


 


Oprah envolvida em controvérsia sobre candidata


Também na semana passada, a apresentadora americana Oprah Winfrey divulgou uma declaração desmentindo informação publicada no blog Drudge Report de que chamaria Sarah Palin para participar de seu programa. Segundo o blog, parte da equipe de Oprah estaria batalhando para levar a governadora ao programa, mas a apresentadora não concordava com a idéia, pois já declarou publicamente que apóia o democrata Barack Obama.


Segundo a mensagem de Oprah, ‘não houve nenhuma discussão sobre levar Sarah Palin ao programa. No início da campanha presidencial, quando eu decidi que apoiaria um candidato, também decidi que não usaria meu programa como plataforma política para nenhum dos candidatos. Concordo que Sarah Palin seria uma entrevista fantástica, e adoraria tê-la conosco quando a campanha terminar’. Com informações do Drudge Report [5/9/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem