Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1059
Menu

ARMAZéM LITERáRIO >

Um enigma chamado Humberto de Alencar Castello Branco

09/03/2004 na edição 267

[do release da editora]

Ele foi o primeiro e o mais controvertido dos presidentes militares conduzidos ao poder após o golpe de 1964. Entre seus pares de quartel, tinha fama de intelectual e de exímio estrategista. Para os adversários, no entanto, era um marechal truculento, vaidoso e dissimulado, movido apenas pelo rancor, pela ambição e pela vingança.

Exatos 40 anos depois de tomar posse do mais alto cargo da República, Humberto de Alencar Castello Branco ganha uma biografia definitiva, do jornalista e escritor Lira Neto, que convida o leitor a penetrar nos bastidores da caserna e dos palácios, para desvendar, enfim, o enigma e as contradições de um homem que, amparado por um discurso democrático, liderou um movimento que arrastaria o país para 20 anos de ditadura.

O livro é fruto de uma sólida pesquisa, que envolveu a consulta a mais de três mil documentos – incluindo cartas pessoais, correspondência oficial, memorandos secretos, bilhetes, diários – colhidos diretamente no arquivo pessoal de Castello, hoje sob a guarda do Exército. Além desse material, em sua boa parte até aqui inédito, foram realizadas mais de uma centena de entrevistas com personagens e testemunhas oculares dos fatos descritos no volume, o que ajuda a compor um retrato de corpo inteiro do biografado – e a fugir das armadilhas fáceis do maniqueísmo, o pecado original do gênero biografia.

Em Castello – a marcha para a ditadura, o personagem é retratado em toda a sua complexidade, com suas virtudes e defeitos, seus avanços e recuos, suas ousadias e vacilações. Mas, ao rastrear a trajetória de Castello, o autor faz na verdade uma instigante e reveladora viagem a momentos essenciais da história política brasileira ao longo do século 20: o movimento tenentista, a coluna Prestes, a Revolução de 30, a Intentona Comunista, a participação do Brasil na II Guerra, o suicídio de Getúlio, a renúncia de Jânio e, finalmente, a queda de Jango. Todos esses episódios se entrecruzam na história pessoal e profissional do personagem principal. Uma história temperada com intrigas, traições e disputas surdas pelo poder, que culminará em um final apoteótico, um espetacular e polêmico acidente aéreo, até hoje envolto em acirrada controvérsia.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem