Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1059
Menu

ARMAZéM LITERáRIO >

Um precursor dos estudos culturais

06/10/2009 na edição 558

do release da editora]

A editora da Universidade Federal da Bahia lança o livro Mídia: fonte e palanque do pensamento culturalista de Gilberto Freyre, do jornalista e doutor em Comunicação Edson Fernando Dalmonte. O livro apresenta a relação entre Gilberto Freyre (1900-1987) e o universo midiático, contextualizando seu pensamento e identificando as correntes teóricas que influíram no processo de formação do pesquisador, especialmente a Nova História. Em atuação nos Estados Unidos, entre 1918 e 1922, Freyre entrou em contato com um jornalismo mais ágil e, com base em tal vivência, ao regressar ao Brasil, implantou modificações na práxis jornalística recifense, adotando linguagem mais precisa e objetiva. Em duas perspectivas, aponta a mídia como elemento fundamental para a trajetória do escritor pernambucano: como fonte para pesquisas – dada a necessidade de servir-se de suportes como notícias e anúncios de jornal, fotografias etc. – e como palanque para a manifestação de ideias.

Com a habilidade de quem entendia do assunto, Freyre utilizou os meios de comunicação para difundir seu pensamento, publicando ininterruptamente artigos em jornais e revistas, o que lhe garantiu destaque no quadro intelectual de sua época. Tal recurso tomou dimensões mais amplas quando, em 1934, o Diário de Pernambuco integrou-se aos Diários Associados, de Assis Chateaubriand, possibilitando a difusão das formulações teóricas de Freyre em escala nacional. Defende-se ainda que Gilberto Freyre se antecipou historicamente aos pesquisadores britânicos do Centro de Birmingham, tendo sido, portanto, um dos precursores da corrente intelectual denominada Estudos Culturais.

O autor

Formado pela Universidade Federal do Espírito Santo, o jornalista Edson Fernando Dalmonte é mestre em Comunicação pela Universidade Metodista de São Paulo e doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Faculdade de Comunicação da UFBA. Professor e pesquisador, coordena o curso de Jornalismo da Faculdade Social da Bahia e integra o Cepad – Centro de Estudos e Pesquisa em Análise do Discurso, da Faculdade de Comunicação da UFBA. É membro da Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, e da SBPJor – Sociedade Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo. Também pela Edufba, publicou Pensar o discurso no webjornalismo: temporalidade, paratexto e comunidades de experiência.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem