Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

ATLAS DA NOTíCIA 2.0 > Jornalismo digital

Crise também castiga os sites de notícias de Mariana

Por Elvira Lobato em 27/11/2018 na edição 1015

Rômulo Passos, proprietário do Ponto Final. (Foto: Ana Terra Athayde)

Existem sete sites de notícias em Mariana, e quatro deles pertencem aos jornais locais. Os que não são ligados à mídia impressa — Território Notícias, Portal dos Inconfidentes e Portal Cidade Mariana — sobrevivem com dificuldades à crise econômica que se instalou na região após o rompimento da barragem e a paralisação das atividades da Samarco.

A cidade tem 58 mil habitantes e é um dos municípios da “Região dos Inconfidentes”. Está a apenas 15 km de Ouro Preto e a menos de 60 km de Itabirito, no coração do chamado quadrilátero ferrífero de Minas Gerais. Mariana tem mais jornais impressos do que os municípios vizinhos, mas os sites mais conhecidos regionalmente são o Voz Ativa, de Ouro Preto, e o Minuto Mais, de Itabirito, que também noticiam os eventos de Mariana.

Franquia de sites de notícias

A crise econômica atropelou os planos do jovem Marcelo Novais Silveira, de 29 anos, que lançou o Portal Cidade Mariana, em junho de 2017. O site é uma franquia do Portal Cidade, sediado em Umuarama, no Paraná, que tem 22 franqueados em diferentes estados, e promete o retorno dos investimentos em um ano. Silveira não tinha experiência anterior em comunicação; é técnico em manutenção de computadores e também prestava serviços como motorista. Segundo relatou ao Observatório da Imprensa, sonhava ser empreendedor e associou-se a um primo com o mesmo perfil. Antes de decidirem pelo site de notícias, cogitaram abrir um fast food.

A dupla investiu R$ 40 mil no site, mas a expectativa de retorno do investimento não se confirmou. “Não culpo a franquia. Gastei muito com brindes e publicidade e aluguei um escritório muito grande. Deveria ter começado com mais calma”, disse o jovem. Depois de um ano de funcionamento e corte nos custos, a empresa ainda não dá lucro. A receita mensal de R$ 3 mil, de anunciantes privados, só cobre os custos.

“Montamos o portal no auge da crise, quando o comércio estava fragilizado e ninguém queria investir em publicidade. Mas estamos otimistas com o futuro”, afirmou Silveira. Além de notícias, o site divulga vagas de empregos, ofertas de compra e venda de veículos e imóveis e a lista das empresas e prestadores de serviços da cidade. O noticiário é feito por um estagiário de jornalismo.

Disputa por verba da Prefeitura

Em setembro de 2017, a Prefeitura de Mariana credenciou três sites para veicular sua publicidade oficial no ano seguinte: O Espeto, Território Notícias e Cidade Mariana. O primeiro pertence ao jornal impresso do mesmo nome; o segundo é do radialista Roberto Verona e o terceiro é do Portal dos Inconfidentes, da Papelaria Casa Letrada.

O comerciante Eduardo Martins, proprietário da papelaria e do portal, soube tempos depois que só o Território Notícias havia sido contemplado. Ele obteve os comprovantes do pagamento mensal de R$ 4,5 mil ao concorrente e questionou a Prefeitura no Ministério Público (MP). Segundo o empresário, o site escolhido tem a menor audiência dos três. “Dou um boi para não entrar em briga, e uma boiada para não sair dela”, reclamou; a Prefeitura diz que o credenciamento não cria obrigação de gastos. Até o final de outubro, o caso continuava em andamento no MP.

O proprietário do Território Notícias, Roberto Verona, não quis comentar o questionamento do concorrente. Disse que a crise econômica afetou a todos na região e que cogita mudar de ramo. Ele também é técnico em meio ambiente e afirmou ter recebido proposta para exercer a profissão em Aracaju, onde residem sua mulher e filhos. “Está difícil sobreviver como jornalista em Mariana”, resumiu.

**

Elvira Lobato é jornalista.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem