Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

ATLAS DA NOTíCIA 2.0 > Cidade em foco

Oops, a primeira TV do agreste alagoano

Por Equipe do Observatório da Imprensa em 04/12/2018 na edição 1016

Cláudia Valéria é jornalista na TV Oops. (Foto: Ana Terra Athayde)

O primeiro canal de televisão de Arapiraca foi lançado em 2017 pelo provedor de internet e de televisão a cabo Oops. Por dez anos, a cidade reivindicou do Governo Federal a abertura de licitação para uma concessão de TV aberta. O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTICS) chegou a lançar o edital, em 2009, mas cancelou a licitação quatro anos depois, sem definir o vencedor. O canal local na TV a cabo foi a alternativa encontrada. Ele pode ser acompanhado também pela internet.

Bastidores do programa DNA Político na TV Oops. (Foto: Ana Terra Athayde)

A Oops TV pertence ao contador Claudemon Silveira. Ele criou um provedor de acesso à internet, no final da década de 1990, para facilitar a transmissão das declarações de Imposto de Renda de seus clientes. A empresa expandiu-se para mais de 50 municípios de Alagoas e estados vizinhos e passou a oferecer televisão por assinatura, mas só tem programação local em Arapiraca.

Silveira diz que não tem ligação partidária e que sua TV não entra em discussões políticas. “O telejornal local é um plus para os assinantes da TV a cabo. Nossos jornalistas acompanham os acontecimentos do dia a dia da cidade e fazem a cobertura dos assuntos policiais. Não temos investigação jornalística, e evitamos ao máximo os assuntos políticos, porque não quero tomar partido. Se eu tivesse uma empresa de comunicação, possivelmente falaria do prefeito até ele liberar dinheiro de publicidade, como todos fazem, mas eu não vivo disso”, afirmou, com surpreendente franqueza, em entrevista ao Observatório da Imprensa.

A programação local é transmitida pelo canal 10. O telejornal “Cidade em Foco” tem uma hora de duração e é exibido de segunda à sexta no horário do almoço (das 12h30 às 13h30). A equipe é formada por três cinegrafistas, dois repórteres, apresentador, diretor, produtor e três editores. Além do noticiário, a TV possui um programa infantil e um programa sobre corridas de automóveis, que é terceirizado.

Durante a campanha eleitoral de 2018, a TV fez entrevistas semanais com candidatos com base eleitoral local. Os políticos foram entrevistados por convidados. Segundo Silveira, a intenção foi estimular os candidatos a mostrarem suas propostas, sem pressioná-los. “Nosso objetivo não é mudar a opinião dos eleitores, como me parece ser a intenção da TV Globo”, provocou.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem