Domingo, 20 de Agosto de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº954

CADERNO DA CIDADANIA > LIVRE EXPRESSÃO

Brasil deve ser líder em impunidade

Por Comitê para a Proteção dos Jor em 24/04/2012 na edição 691

O Comitê para a Proteção dos Jornalistas escreveu hoje à presidente do Brasil, Dilma Rousseff, chamando sua atenção para as recentes medidas adotadas pelo governo brasileiro que contradizem o compromisso expressado por Rousseff de garantir a liberdade de expressão e fazer dos direitos humanos uma prioridade no país. O Brasil consta pelo segundo ano consecutivo do Índice de Impunidade 2012 do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), que calcula o percentual de casos não solucionados de assassinatos de jornalistas em relação à população de cada país. Ainda assim, no mês passado o governo brasileiro fez objeções ao plano da ONU que promoveria a segurança dos jornalistas e reduziria a impunidade pelos homicídios de jornalistas. Também foi desencorajadora a posição do Brasil em relação a uma lista de recomendações apresentadas por membros da Organização dos Estados Americanos que enfraqueceria o sistema interamericano de direitos humanos.

Leia a carta na integra.

***

[O CPJ é uma organização independente sem fins lucrativos, sediada em Nova York, e dedica-se a defender a liberdade de imprensa em todo o mundo]

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem