Sábado, 17 de Novembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1013
Menu

CADERNO DA CIDADANIA >

IE define normas para o trabalho de jornalistas

Por ‘LN’ em 14/10/2014 na edição 820

O Estado Islâmico (EI) publicou uma lista de 11 pontos para os jornalistas que queiram trabalhar no território controlado pelos jihadistas. Cabe recordar que este grupo assassinou dois jornalistas americanos, James Foley e Steven Sotloff. As regras foram publicadas no site Siria Deeply.

A lista é bastante restritiva sobre o trabalho que pode realizar a imprensa, já que tudo tem que estar supervisionado e aprovado pelo grupo. Entre algumas das curiosidades, destaca-se que os jornalistas podem escrever para as agências Reuters, AFP e AP, mas tem que evitar todas as cadeias internacionais e locais de televisão.

As 11 normas são:

1 – Os correspondentes devem jurar aliança ao califa (Abu Bakr) al Baghdadi, são súditos do EI e, como tais, devem jurar lealdade a seu imã.

2 – Seu trabalho deverá estar sob a exclusiva supervisão dos escritórios de imprensa do EI.

3 – Os jornalistas podem trabalhar diretamente com agências internacionais (Reuters, AFP, AP), mas têm que evitar todas as cadeias internacionais e locais de televisão. Ficam proibidos prover qualquer material exclusivo ou ter contato com estas cadeias, em qualquer situação.

4 – Os jornalistas estão proibidos de trabalhar com as televisões na lista negra do EI (al Arabiya, al Jazeera e Orient), que lutam contra os países islâmicos.

5 – Os jornalistas têm permissão para cobrir eventos na região por escrito ou com imagens se entrarem em contato com os escritórios de imprensa do EI. Todas as fotos e textos publicados deverão ter o nome do autor.

6 – Os jornalistas não poderão publicar nada sem passar antes pelo escritório de imprensa do EI.

7 – Os jornalistas podem ter suas próprias contas em redes sociais e blogs para difundir notícias e imagens. Entretanto, o escritório de imprensa deverá ter os endereços eletrônicos e nomes das contas e páginas.

8 – Os jornalistas deverão cumprir as normas e evitar filmar lugares ou eventos de segurança onde estejam proibidos.

9 – O EI vai acompanhar os trabalhos de jornalistas nos veículos locais e nacionais.

10 – Todas estas normas podem mudar, dependendo das circunstâncias e do grau de cooperação entre os jornalistas e o seu compromisso com os irmãos no escritório de mídia do EI.

11 – Os jornalistas terão licença para trabalhar uma vez solicitada no escritório de imprensa do EI.

******

La Nación integra o Grupo de Diários América, do qual o Globo faz parte.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem