Segunda-feira, 18 de Março de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1028
Menu

CADERNO DA CIDADANIA >

A revista da ciência

Por Lúcio Flávio Pinto em 22/01/2008 na edição 469

Ciência Hoje, a primeira revista de divulgação científica do Brasil, completou 25 anos na sua última edição, a 244, de dezembro. É uma façanha. No seu percurso, conseguiu manter em alto nível os textos que publicou, sem conceder ao facilitário da grande imprensa nem ceder ao patoá do qual muitos cientistas costumam se utilizar para falar entre seus pares e esnobar o distinto público. Esse tom equilibrado e único foi a grande contribuição de Ennio Candotti, o presidente da entidade mantenedora da revista, a SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), que encerrou seu mandato no ano passado, realizando a 59ª reunião anual em Belém.

Conheci Ennio exatamente um quarto de século atrás, quando ele chegou a Belém esbaforido de energia, sua característica até hoje, para editar um número especial da nascente revista dedicado à Amazônia. A idéia da Ciência Hoje surgiu exatamente naquele ano de 1982, durante a 34ª reunião anual da SBPC, em Campinas. Houve um debate memorável sobre o Grande Carajás, com a participação do secretário-executivo do conselho interministerial do programa, Nestor Jost. Num dos momentos da discussão, lembrei uma frase infeliz sobre a floresta amazônica, declarada senil. Respondi que a única utilidade da tese era de permitir rima rica na resposta. Até o doutor Jost riu. Ele não era destituído de senso de humor, ao contrário dos seus pares.

Acho que em função dessa participação, Ennio me reservou espaço na edição, que saiu excelente, servindo de modelo para o tipo de abordagem que Ciência Hoje procura ter até hoje, nem sempre com a média de sucessos que Ennio lhe proporcionou, o que não é de estranhar: ele é uma pessoa excepcional, um autêntico brainstorming individual, uma central de idéias, de atos e de solidariedade. Um amigo raro e valioso, que convém lembrar, especialmente por conta do aniversário de uma das muitas criaturas que ele tem espalhado pelo país, tornando-o um pouco melhor.

******

Jornalista, editor do Jornal Pessoal, Belém (PA)

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem