Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

CADERNO DA CIDADANIA > IMPRENSA CAPIXABA

A Tribuna blinda o governador

Por Sindicato dos Jornalistas do ES em 10/03/2010 na edição 580

O jornal A Tribuna deixou de publicar a coluna de Elio Gaspari na edição de domingo (7/3). O texto, veiculado em outros jornais, fazia críticas ao governador do estado, Paulo Hartung (PMDB-ES). Para a presidente do Sindijornalistas/ES, Suzana Tatagiba, vive-se, atualmente, uma ditadura escondida sob o manto democrático. ‘Fica cada vez mais explícita a falta de democracia na mídia capixaba. A censura é uma constante em todas as redações. As empresas praticam a liberdade de empresa e não de imprensa’, afirmou Suzana. Além disso, ela disse que é um absurdo o jornal A Tribuna adotar essa medida antidemocrática, pois o país encontra-se num Estado Democrático de Direito, mas vive subjugado a uma ditadura constante do capital e do poder político de civis eleitos pelo voto da população.


A coluna de Elio Gaspari, publicada sempre aos domingos no jornal A Tribuna, traria o texto intitulado ‘As masmorras de Hartung aparecerão na ONU’, fazendo uma crítica ao sistema prisional do Espírito Santo e anunciando que, no próximo dia 15/3, o governador teria que prestar esclarecimentos à ONU sobre a situação das carceragens no Espírito Santo. Elio Gaspari também citou crimes hediondos ocorridos entre presos durante a gestão do governador. Além disso, o jornalista apontou números de superlotação nos presídios capixabas.


Sem retorno


O colunista Elio Gaspari, em entrevista exclusiva ao Sindijornalistas/ES, disse que ficou sabendo pelo jornal Folha de S.Paulo, na segunda-feira (8/3), que sua coluna não havia sido publicada no jornal A Tribuna de domingo. Assim que confirmou a informação com o jornal O Globo, retirou os direitos de A Tribuna publicar sua coluna. Quando questionado sobre os motivos da não inserção de seu texto no jornal, Elio respondeu: ‘Os motivos me parecem óbvios’. O colunista publicava às quartas-feiras e aos domingos no jornal.


‘A não publicação da coluna do Elio Gaspari no jornal A Tribuna confirma a existência de um monobloco para o projeto de poder de Paulo Hartung no Espírito Santo. O governador exerce um controle tanto de instituições públicas quanto de privadas, como é o caso da imprensa, que deveria ter um compromisso ético com a população capixaba, mas acaba atuando como extensão desse projeto de poder’, disse o advogado Bruno Alves de Souza Toledo, presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos. Ele afirmou que essa postura do jornal A Tribuna reforça a decisão de construir uma ação nacional e internacional em defesa dos direitos humanos no que tange ao sistema prisional no Espírito Santo, uma vez que há uma blindagem em relação ao assunto no estado. Bruno viajará para Genebra e fará o relato da situação do sistema penitenciário capixaba à ONU.


O editor executivo-adjunto de A Tribuna Rodrigo Couto não quis falar sobre o assunto e remeteu a responsabilidade ao editor-executivo Luciano Rangel. O contato com o editor executivo foi feito por diversas vezes, mas não foi obtido retorno.


Conforme informações da Superintendência Estadual de Comunicação Social (Secom), o governo do estado não interveio de nenhuma forma na não publicação da coluna de Elio Gaspari. Ainda disse que quaisquer questionamentos em relação ao assunto devem ser feitos diretamente ao próprio veículo de comunicação.


Maior tiragem


Vale ressaltar que A Tribuna e outros veículos de comunicação do estado não têm veiculado nas matérias que tratam do sistema penitenciário capixaba a convocação do governo do estado ao Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra. Esse fato demonstra que, ainda que aborde o assunto, a mídia capixaba omite ou ‘esconde’ as informações que impactam o governo do estado. ‘Por que a informação a respeito do encontro em Genebra foi publicada no Espírito Santo somente depois de circular nacionalmente em outros meios de comunicação?’, questionou Suzana Tatagiba ao demonstrar a blindagem ao governo de Paulo Hartung feita pelas empresas de comunicação do estado.


A presidente do Sindijornalistas/ES ainda chamou atenção para o papel dos jornalistas diante de casos de cerceamento da liberdade de imprensa. ‘É fundamental que os jornalistas se posicionem diante de fatos como esses, pois muitas vezes os desmandos dos veículos de comunicação ampliam-se devido à apatia dos profissionais e ao medo da denúncia’, disse Suzana Tatagiba


O jornal A Tribuna é a publicação que tem a maior tiragem diária do estado. Aos domingos são vendidos mais de 93 mil exemplares, o que dá uma média de 300 mil leitores.


 


Leia também


Censura no Espírito Santo – Victor Gentilli (com a íntegra do texto de Elio Gaspari)

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem