Domingo, 22 de Setembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1055
Menu

CADERNO DA CIDADANIA >

Canal de denúncias na web

Por ANDI em 06/09/2005 na edição 345

Primeiro canal brasileiro de denúncias de pornografia infantil na internet, construído segundo as normas internacionais, o Hotline Br foi lançado na sexta-feira (2/09), no auditório do Ministério Público da Bahia, durante abertura do Seminário Internacional sobre o Enfrentamento da Pornografia Infanto-juvenil na Internet.

O Hotline Br vai receber denúncias de todo o país e encaminhá-las para a Polícia Federal ou a Interpol. O visitante poderá denunciar a prática do crime em sites, comunidades de internet, programas de compartilhamento de arquivos (P2P) como o Kazaa e Emule, além de pessoas freqüentadoras de salas de chat ou de mensagem instantânea como ICQ ou Messenger.

O site será o único do mundo onde o autor da denúncia poderá acompanhar todo o processo, desde saber se o endereço denunciado foi retirado do ar até para onde foi enviada a denúncia. Para garantir o sigilo da identidade do denunciante, não haverá nenhuma gravação para identificação do usuário. Se o caso estiver fora do país, a denúncia será encaminhada à Interpol. Outro pioneirismo do Hotline Br é o uso exclusivo de softwares livres.

Parceria ampliada

Criado pelo Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Yves de Roussan (Cedeca-BA), com o apoio do Fundo Canadá, o Hotline Br faz parte de um esforço conjunto de organismos públicos e não-governamentais brasileiros para centralização das denúncias de pornografia envolvendo crianças e adolescentes na rede mundial de computadores.

Durante o lançamento, foram assinados convênios de cooperação técnica entre o Cedeca-BA e instituições parceiras, como Polícia Federal, Ordem dos Advogados do Brasil, Associação Nacional dos Usuários de Informática, Instituto Brasileiro de Política e Direito da Informática e Universidade Federal da Bahia, dentre outros.

Participou do evento a presidente mundial do Inhope (The Association of Internet Hotline Providers), Ana Luiza Rotta. Com sede na Espanha, a organização reúne hotlines (canais de denúncias) de 22 países, facilitando o trabalhando em rede no enfrentamento da pornografia infantil na internet. Rotta aproveitou a vinda ao Brasil para realizar uma visita técnica ao Cedeca-BA, com o objetivo de sua inclusão no Inhope. A idéia é o que o Hotline Br seja o primeiro site da América Latina e Caribe a integrar a rede mundial.

Mais informações: Simone Amorim, Assessora de Comunicação do Cedeca-BA, telefones : (71) 3321-5202 / (71) 9165-3813; e-mail (comunicacao@cedeca.org.br)

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem