Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

CADERNO DA CIDADANIA > CASO O DIA

Chefe da milícia se entrega às autoridades

Por Repórteres sem Fronteiras em 24/06/2008 na edição 491

No dia 16 de junho, se rendeu às autoridades o inspetor da Polícia Civil Odnei Fernando da Silva, conhecido conhecido como ’01’, ‘Dinei’ ou ‘Águia’, acusado de ser o chefe da milícia que seqüestrou e torturou três empregados do diário O Dia, no passado dia 14 de maio, na favela do Batan, no Rio de Janeiro. Em fuga desde 4 de junho sob mandado de captura, o policial se apresentou, acompanhado de seu advogado, à Delegacia de Repressão às Ações Criminosas e de Inquéritos Especiais (DRACO/IE).

Em seu depoimento inicial, Odnei Fernando da Silva negou qualquer envolvimento nos atos de tortura infligidos aos dois jornalistas e seu motorista, alegando que, no dia dos fatos, se encontrava em uma festa no bairro carioca de Bangu. Interrogado sobre a sua relação com o suposto número dois do grupo, Davi Liberato de Araújo, já detido, o inspetor declarou que se conheciam desde a infância mas que já não mantinham contato.

O presumível líder da milícia do Batan foi posteriormente levado para a prisão especial para policiais do Complexo Penitenciário de Gericinó. Repórteres sem Fronteiras se felicita uma vez mais pelos progressos da investigação e espera que as responsabilidades dos atos de barbárie cometidos contra os funcionários de O Dia sejam rapidamente apuradas.

******

www.rsf.org

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem