Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1063
Menu

CADERNO DA CIDADANIA >

China aumenta censura no aniversário do massacre

Por Luiz Antonio Magalhães (seleção de textos) em 04/06/2009 na edição 540


Leia abaixo os textos de quinta-feira selecionados para a seção Entre Aspas.


 


************


Folha de S. Paulo


Quinta-feira, 4 de junho de 2009


LIBERDADE DE EXPRESSÃO


Raul Juste Lores


China acirra censura para aniversário de massacre


‘‘Use branco em 4 de junho, em homenagem aos mortos da praça da Paz Celestial. O governo não pode proibir cor.’


Essa era uma das mensagens mais populares entre os usuários chineses do Twitter até terça-feira, quando foi bloqueado na China.


Às vésperas dos 20 anos do massacre de manifestantes que pediam mais democracia na China, em 4 de junho de 1989, sites como Twitter, Youtube, Hotmail, Flickr, Blogspot e Blogger foram bloqueados.


Centenas de policiais patrulhavam ontem a praça e seus principais acessos. Havia mais policiais que turistas, que normalmente fazem fila para visitar o mausoléu do ditador Mao Tse-tung e a antiga cidadela imperial, a Cidade Proibida.


Repórteres de quatro emissoras estrangeiras de TV foram impedidos de entrar com seus equipamentos na praça. Uma equipe foi cercada e empurrada por 30 homens à paisana.


O Clube de Correspondentes Estrangeiros de Pequim divulgou nota dizendo que as agressões e a censura são ‘inadmissíveis’. A imprensa local é proibida de tocar no assunto.


Ao longo do dia de ontem, a tela da TV ficou escura, sempre que CNN ou BBC apresentavam reportagens sobre o massacre. As imagens na China chegam com atraso por exigência do governo para permitir aos censores a interrupção.


A cena do estudante tentando impedir sozinho o avanço de tanques é desconhecida pela maioria dos chineses, no maior tabu do regime comunista.


Não há um número oficial de mortos (acredita-se que foram mil). O governo jamais divulgou nomes de vítimas ou apurou responsabilidades. A versão oficial era que os estudantes eram ‘contrarrevolucionários tentando derrubar o governo e o Partido Comunista’.


Pesquisas sobre o assunto, ausentes de livros escolares, são bloqueadas no Google.


O grupo ‘Mães da Tiananmen’ (nome da praça em chinês) está sob vigilância 24 horas por policiais. Algumas mães de estudantes mortos em 1989 foram impedidas de conversar com jornalistas estrangeiros.


No domingo, dias após falar com a Folha, o professor de Sociologia Zhou Duo, 62, um dos líderes do movimento, foi colocado em prisão domiciliar.’


 


 


MÍDIA & JUSTIÇA


Folha de S. Paulo


Opinião pública não pode guiar júri, diz Mendes


‘Sem citar o colega Joaquim Barbosa, o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, fez uma referência à recente discussão entre os dois, dizendo que as decisões não podem ser tomadas por consequência do ‘apelo das ruas’.


‘É natural (…) que alguns imaginem que fazer justiça é ouvir as ruas, que fazer justiça é atender a determinados segmentos. Mas os senhores não podem ser julgados e transformados em criminosos, condenados, porque um juiz acha que está atendendo aos apelos da rua’, disse Mendes, durante audiência pública no Senado.


Em meados de abril, Barbosa e Mendes protagonizaram um dos mais duros bate-bocas entre dois ministros durante um julgamento da corte. Barbosa disse ao colega que ele estava ‘destruindo a credibilidade do Judiciário brasileiro’ e que Mendes deveria ‘sair à rua’.


Em contrapartida, Barbosa foi acusado de fazer julgamentos conforme a classe dos envolvidos, o que, para Mendes, é ‘populismo judicial’.


Ontem, Mendes disse que nem mesmo os congressistas devem legislar de acordo com a opinião pública, mas baseados nos princípios da democracia.


‘Dependendo da história que se conta, a opinião pública aplaude até linchamento. Julgamento se faz é com contraditório. Não se faz em bar.’’


 


TODA MÍDIA


Nelson de Sá


O fim da Guerra Fria?


‘Foi manchete do UOL e de outros ao longo do dia, ontem, ‘OEA readmite Cuba após 47 anos’. Não é a volta, mas caiu a ‘suspensão’.


‘New York Times’ e ‘Washington Post’ não deram reportagem própria, até o fechamento, e evitaram ressaltar o despacho da AP. Já o espanhol ‘El País’ deu manchete on-line, com Efe.


No ‘Miami Herald’ também foi o destaque, com seu enviado abrindo o texto pela declaração do presidente de Honduras, ‘a Guerra Fria terminou hoje’. O jornal registrou que o Departamento de Estado ‘sublinhou a linguagem crucial da resolução’, ao dizer que Cuba precisa pedir e só pode ser aceita ‘em conformidade com os propósitos e os princípios da OEA’. De novo, ‘o próximo passo é de Cuba’.


TRÓIA


Até o fechamento, nada de uma resposta de Cuba. Em sua coluna de ontem no ‘Granma’, do PC, Fidel Castro chamou a eventual reintegração de ‘cavalo de Tróia’ e voltou a descrever a OEA como ‘morta’. A edição do jornal, por outro lado, destaca relações com a esquerda moderada de Paraguai e El Salvador


OBAMA VS. OSAMA


Osama disputa mídia com Obama, em áudio


O ‘NYT’ destacou ontem que, ‘Ao começar a viagem de Obama, árabes querem gesto de Israel’. Logo abaixo, o registro dos ‘múltiplos canais’ que ele usaria em seu ‘discurso ao mundo muçulmano’, texto de celular, Facebook, MySpace, Twitter, além da transmissão em vídeo pelos portais da Casa Branca e do Departamento de Estado, ao vivo.


Porém logo apareceu Osama bin Laden e, num áudio retransmitido pela Al Jazeera e logo postado na página da emissora no YouTube, ameaçou ‘vingança’, agora pela ofensiva militar no Paquistão.


GM EMERGENTE


Da Índia, um modelo de baixo custo


O ‘Wall Street Journal’ publicou a reportagem ‘GM planeja reter’, não colocar à venda, ‘as unidades da China e do Brasil’. Daqui, ressaltou o plano de investimento de US$ 2,5 bilhões.


E o ‘NYT’ adiantou ontem, com chamada na home, a reportagem ‘Braços distantes da GM podem ser modelo’. Em suma, ‘as operações nos mercados emergentes, que vêm crescendo mesmo com a desaceleração, enfatizam há anos o preço acessível e o baixo consumo’. Além de China e Brasil, trata da unidade na Índia.


ARMADILHA


Nas manchetes on-line de ‘WSJ’ e ‘Financial Times’, o presidente do banco central americano, Ben Bernanke, ‘cobra redução de déficit’ e diz que o país pode cair em ‘armadilha da dívida’.


IMPRESSÃO


Ainda no ‘WSJ’, ‘Malásia e China estudam encerrar uso de dólar no comércio’. Diz o primeiro-ministro malaio: ‘O que preocupa é o déficit estar sendo financiado com a impressão de dinheiro’.


‘NO BOY FROM BRAZIL’


No canal local da CBS, ontem pela manhã


A queda do avião da Air France começa a ser deixada de lado, na cobertura sobre o Brasil, e outras notícias já tomam a atenção. No alto das buscas pelo Yahoo News, despacho da AP noticiava que, por intervenção de um partido, o Supremo adiou a decisão que devolveria o menino Sean ao pai, que mora em Nova Jersey, subúrbio de Nova York. Também nas buscas, reportagens do correspondente do ‘NYT’, do ‘New York Post’ e outros seguem cada desdobramento da disputa judicial, que vai até quarta.


FONTES


De sites ao ‘JN’, ecoou ‘a revista virtual especializada em aviação Aviation Herald’, um fórum on-line que havia postado anteontem, citando ‘fontes na Air France’, que ‘as mensagens automáticas nos últimos minutos não só informaram curto circuito, mas descompressão’


O MINEIRO


No alto da home page da estatal Agência Brasil, ‘Serra tem hoje mais chances de ser o candidato do PSDB, diz Aécio’. Era uma reportagem sobre a longa entrevista do governador de Minas ao programa ‘3 a 1’, que seria transmitida pela também federal TV Brasil, ontem.’


 


TELEVISÃO


Daniel Castro


Governo estuda criar TV paga no celular


‘O Ministério das Comunicações e a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) estudam a criação de um serviço de TV paga para celulares.


O serviço, se criado, explorará os canais tipo TVA (Serviço Especial de TV por Assinatura), outorgados no final dos anos 80, nos primórdios da TV paga. Hoje, eles estão sendo usados parcialmente para TV aberta. Em São Paulo, há quatro deles: 19 (Globo), 30 (RIT, de R.R. Soares), 33 (Abril) e 50 (Band).


Segundo declarou ao site ‘Tela Viva’ o secretário de telecomunicações do Ministério das Comunicações, Roberto Pinto Martins, a Anatel elaborou minuta de novo regulamento dos canais TVA que prevê que eles sejam utilizados para distribuir canais pagos em celulares, para multiprogramação ou parcialmente abertos.


Graças a novas tecnologias digitais e ao pequeno espaço ocupado de banda por canais para celulares, uma frequência pode carregar até 20 canais.


O Grupo Abril defende a transformação dos canais TVA em operações de TV paga para celular. A Globo é a favor do uso para multiprogramação codificada, o que significa quatro canais pagos para televisores convencionais ou até 20 no celular.


O principal entrave para a TV paga no celular é o modelo de negócio. As concessões pertencem a grupos de radiodifusão, que não cobram por conteúdos e terão aparelhos subsidiados por operadoras de telefonia.


SEM CRISE 1


A Globo fechou o primeiro trimestre com crescimento de 11% nas receitas publicitárias, segundo relatório do grupo. Faturou R$ 1,183 bilhão, dos quais cerca de 95% entraram na TV Globo (o restante é publicidade em canais pagos e internet).


SEM CRISE 2


Segundo a Globo, os investimentos publicitários no Brasil atingiram R$ 4,4 bilhões, 5,3% a mais do que no mesmo período de 2008. TVs aberta e paga cresceram 9%. Ou seja, a Globo levou 27% do ‘bolo’ e cresceu mais do que suas concorrentes.


SEM CRISE 3


Chama a atenção a alta de 33% com venda de programação de TV paga (Globosat). O segmento, que representava 17% da empresa no primeiro trimestre de 2008, agora é 20%.


CAIXINHA


A operadora Sky, que recentemente lançou TV paga de alta definição, começará a distribuir a assinantes desse serviço uma segunda caixa decodificadora, que permitirá sintonizar o sinal digital dos canais abertos. A empresa deverá ter problemas com a MTV, que quer receber para ser distribuída pela Sky mesmo onde está aberta.


SEM FIO


Protagonista de ‘Poder Paralelo’, o ator Gabriel Braga Nunes pediu para usar ponto eletrônico nas gravações da novela da Record, o que o livraria de decorar textos. Mas a emissora não aceitou.


COM FIO


Já Paloma Duarte, igualmente estrela de ‘Poder Paralelo’, exigiu camareira e maquiador exclusivos. E conseguiu.’


************


O Estado de S. Paulo


Quinta-feira, 4 de junho de 2009


VIOLÊNCIA CONTRA JORNALISTAS


Ivana Moreira


País aparece em 13º na lista de assassinato de jornalistas


‘O Brasil está entre os 14 países onde mais se assassinaram jornalistas na última década, em represália ao exercício da profissão, segundo a organização americana Committee to Protect Journalists (CPJ).


O País passou, neste ano, a integrar também o ranking de impunidade em casos de assassinatos de jornalistas, lista liderada pelo Iraque.’Jornalistas cobrindo crimes, corrupção e políticas locais têm sofrido grandes consequências’, diz o relatório da CPJ.


No ranking, o Brasil ocupa a 13ª posição, acima da Índia, que aparece em 14º lugar. Para chegar ao índice de impunidade de cada país, a CPJ considera o número de casos de homicídios de jornalistas que não foram punidos por cada grupo de 1 milhão de habitantes. A entidade só considera casos em que os assassinatos tenham sido motivados por questões relacionadas ao exercício profissional, como investigação e publicação de denúncias.


A maior parte dos países que compõem o ranking da CPJ é de nações envolvidas em longas guerras civis. Iraque, Serra Leoa e Somália são os três líderes de assassinatos não solucionados de jornalistas, seguidos por Siri Lanka, Colômbia e Filipinas. O Afeganistão é o 7º país na lista da organização. Nepal, Rússia e Paquistão aparecem na sequência. O México é o 11º, seguido por Bangladesh e pelo Brasil.


Os assassinatos de jornalistas que trabalham na investigação e denúncia de problemas sociais estão entre as preocupações de cerca de 500 participantes do Fórum Global sobre Liberdade de Expressão, em Oslo, na Noruega, que termina sexta-feira.


A repórter viajou a convite do International Freedom Expression Exchange (IFEX)’


 


 


TELEVISÃO


Keila Jimenez


Bom Dia Frankenstein começa atrasada


‘Bom Dia Frankenstein será a próxima novela das 7 da Globo. Sim, é esse o nome da trama, apesar de parecer pegadinha para nenhum engraçadinho registrar o título real na frente.


O diretor de Entretenimento da Globo, Manoel Martins, bateu o martelo esta semana na escolha do folhetim de Bosco Brasil para suceder Caras & Bocas.


Com supervisão de Aguinaldo Silva, Bom Dia Frankenstein venceu a disputa pela vaga no horário – o páreo incluía ainda uma sinopse de Andréa Maltarolli (Beleza Pura).


A história se passará em torno de Frankenstein, um edifício cercado por câmeras, uma espécie de prédio Big Brother, onde todo mundo sabe da vida de todo mundo.


Em fase de escalação de elenco – Débora Falabella já foi convidada para a novela – Bom Dia Frankenstein começou atrasada. Com a trama escolhida às pressas – Carlos Lombardi se recusou assumir o horário – a Globo vai mudar a data de fim de Caras & Bocas.


A novela de Walcyr Carrasco, que vai bem em audiência e deveria acabar em novembro, pode ser estendido em quase dois meses, chegando ao fim somente em janeiro de 2010.’


Carona na ambulância


Meio mocinho, meio bandido, o inspetor Leandro (Heitor Martinez) consegue fugir da prisão, em uma ambulância, no último episódio da série A Lei e o Crime, segunda-feira, na Record. A ação acontece com a ajuda de políticos, já que Leandro disse que só entregaria os diamantes ao vice-governador, se estivesse em liberdade.


Entre-linhas


Daniella Cicarelli foi notificada pela Band a comparecer na emissora nos próximos dias para acertar sua situação por lá. Ou vai ou vai.


Lorena Calábria, Renata Fan, Nadja Hadad e Téo José comandarão a transmissão do Festival de Parintins na Band. José Luís Datena e Patrícia Maldonado ficaram mesmo de fora.


A Globo pode transformar em rotina a longa chamada com os destaques do Fantástico nas edições de sábado do Jornal Nacional. Acredita que funcionou a tática anti-A Fazenda, novo reality da Record.


Até outro dia no elenco da Favorita, Mário Gomes agora reaparece na TV em outro canal: hoje, faz participação especial na sitcom de Tom Cavalcante, Louca Família, que passa a ir ao ar às quintas-feiras, às 23h20, na Record.


O departamento Comercial da Globo está feliz da vida com a fase consumista do ex-Dalit, ex-mocinho, ex-indiano desapegado de bens materiais Bahuan (Márcio Garcia), em Caminho das Índias. O personagem já fez merchandising de carro, banco, relógio e vem mais por aí.


Rei das comédias românticas, o ator Freddie Prinze Jr. é a principal novidade no elenco da oitava temporada da série 24 Horas, da Fox.


O canal pago Sony leva ao ar hoje, às 21 horas, o episódio final da série Eli Stone. A produção não terá mesmo uma terceira temporada.’


************

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem