Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

CADERNO DA CIDADANIA > TELETIPO

Jornais americanos penam sem telemarketing

10/02/2004 na edição 263

As novas regras de telemarketing, que proíbem a abordagem não-autorizada por telefone na busca de novos assinantes ou renovações de assinatura, assustaram publishers, mas podem não significar a bomba que jornais americanos julgaram ser para seus negócios. Em primeiro lugar, as normas instituídas em outubro forçaram executivos a pensar em novas soluções para promover as vendas. E em segundo lugar, a Associação de Jornais da América (NAA, sigla em inglês) divulgou um estudo em que mostra que o telemarketing, apesar de ser a mais barata, é a pior ferramenta de marketing para atrair e manter assinantes. Na frente estão assinaturas via internet, cartas via correio e, em primeiro lugar, programas que facilitam o pagamento, descontando direto nos cartões de crédito. Informações de Janet Whitman [The Wall Street Journal, 4/2/04].



WS Journal fará tablóide em espanhol

O Wall Street Journal anunciou que produzirá um encarte semanal, em formato tablóide, em espanhol, para os jornais de língua espanhola Hoy, da Tribune Co., em Nova York, Chicago e Los Angeles, devida à crescente demanda do mercado de mídia hispânica. O caderno sairá às quintas-feiras, com um selo do Journal, e enfocará finanças pessoais e tecnologia, carreira e pequenos negócios. O prestigioso jornal já fornece material para o Washington Hispanic e diversos jornais latino-americanos. Segundo Frank Ahrens [The Washington Post, 5/2/04], os hispânicos compõem a maior minoria étnica dos EUA – cerca de 13% da população.



WashingtonPost.com exigirá registro completo

O WashingtonPost.com anunciou no dia 3/2/04 que vai solicitar registro dos internautas com informações sobre suas atividades profissionais para poder navegar na maioria das páginas. Se antes os visitantes já precisavam informar idade, sexo e CEP, agora terão de revelar profissão, cargo e tamanho da companhia em que trabalham. Outros grandes jornais, como New York Times, Los Angeles Times e Chicago Tribune, já possuem sistema de registro para ter acesso livre ao conteúdo on-line. Quanto mais específicas forem as informações que o jornal puder arrecadar, mais atraem anunciantes que querem atingir um grupo específico, segundo especialistas. Informações de Anitha Reddy [The Washington Post, 4/2/04].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem