Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

CADERNO DA CIDADANIA > MÉXICO

Jornal Excélsior tem novo dono

27/01/2006 na edição 365

O Excélsior, que já foi um dos jornais de maior prestígio do México, foi vendido ao Imagen, grupo mexicano proprietário de emissoras de rádio. Em artigo publicado na terça-feira (24/1), o Excélsior – que se intitula ‘El Periódico de la Vida Nacional’ – comunicou a seus leitores que a maioria dos membros da cooperativa de empregados proprietária do jornal votou a favor de sua venda por US$ 55,5 milhões.


De acordo com a Associated Press, o diretor-geral do Grupo Imagen, Ernesto Rivera, afirmou que US$ 28,4 milhões serão usados para pagar 1.500 funcionários e indenizações a membros da cooperativa – como exige a lei mexicana. Alguns dos empregados continuarão a trabalhar para o novo grupo proprietário.


A agência de notícias mexicana Notimex informou que o Grupo Imagen pretende assumir na segunda-feira (30/1) e logo fazer mudanças na publicação, com o objetivo de ‘acompanhar a revolução de design, publicidade e integridade editorial’ que vem sendo realizada por outros títulos mexicanos. O Grupo Imagen é subsidiário do Grupo Empresarial Angeles, de propriedade do empresário mexicano Olegário Vazquez Rana. O irmão de Rana é dono da cadeia de jornais El Sol de México e chegou a ser proprietário da United Press International na década de 80.


História manchada


Nos anos 60, o Excélsior era conhecido por sua cobertura agressiva e seus editoriais então incomuns em um país que, por 71 anos – até a eleição do presidente Vicente Fox em 2000 –, era governado pelo Partido Revolucionário Institucional (PRI). Na década de 70, no entanto, o então presidente Luis Echeverría planejou um golpe no jornal para expulsar o editor Julio Scherer e outros 200 funcionários. Depois disso, o diário seguiu a linha do partido por vários anos.


Ao contrário dos outros jornais mexicanos que se reinventaram depois da eleição de Fox, o Excélsior, que completará 89 anos em março, fez apenas pequenos progressos. O jornal tem problemas com sua cooperativa e, nos últimos anos, eram comuns os rumores sobre sua venda. Informações de Mark Fitzgerald [Editor & Publisher, 25/1/06].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem