Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

CADERNO DA CIDADANIA > CLAMOR SOCIAL

Mídia ressoa a voz das ruas

Por Alberto Dines em 16/02/2007 na edição 420

Os comentaristas políticos afirmam que o Congresso está aprovando a sucessão de medidas para reforçar as penas porque está sensível ao ‘clamor social’. Mas os comentaristas sabem que estão lidando com uma abstração. O ‘clamor social’ manifesta-se nas ruas e nas praças, mas, no caso do menino João Hélio Fernandes Vieites, o clamor social está sendo captado principalmente através dos meios de comunicação.


E por que razão o Congresso desta vez resolveu ouvir o clamor social? Simplesmente por que é um Congresso recém-empossado e com a nódoa da tentativa de auto-aumento de 92% nos seus vencimentos.


Mas por que razão o presidente Lula não ouve este ‘clamor social’ se está na mesma Praça dos Três Poderes, tão perto do Congresso? Difícil encontrar uma explicação para a atitude quase olímpica deste craque da comunicação que é o presidente Lula no trágico episódio. Sua mais expressiva manifestação foi na contramão do ‘clamor social’: preocupado apenas com a questão da maioridade penal, deu um categórico ‘não’, como se inexistissem outras medidas no repertório de ações para tornar mais rigoroso o cumprimento das leis.


Lula parece contrariado com a dimensão deste ‘clamor social’, imaginava que esta semana seria ocupada apenas pelo PAC e não consegue esconder a sua contrariedade. Ou talvez tenha percebido que este ‘clamor social’ está sendo vocalizado pela mídia e não queira passar a impressão de que está sendo agendado por ela.


Qualquer que seja a explicação, este não é o Lula que empolga as multidões.

Todos os comentários

  1. Comentou em 28/11/2007 PADRE PEDRO PAULO ALVES DOS SANTOS

    Prezado Alberto Dinnes
    Bom Dia!

    Primeiramente desejo felicitá-lo pelo trabalho jornalístico de qualidade, em tempos de perigosa ocupação dos espaços de liberdade de imprensa latino-americana, em particular.

    Sendo um ouvinte diário da MEC-FM, notei a sinsível diminuição do tempo de exposição do Observatório da Imprensa .
    Há motivos para tal brevidade? Não se falou de vários assuntos hodiernos e pertinentes: desfecho da CPMF, o caso PT-Pará, a nova tropa de elite da TV Pública, escolhida (sem o aval do Legislativo) pelo governo, como Conselho regulador, enfim, pareceu uma saída de cena .

    Espero que não estejamos sofrendo uma supressão branca (rsrsrs) e progressiva de conteúdo.

    Atenciosamente,

    Prof. Dr. Pe. Pedro Paulo Alves dos Santos
    Pós-Doutorando em Educação – ProPED – UERJ – RIO.
    Doutor em Teologia Bíblica – PUG – ROMA (1997).
    Doutor em Estudos Literários – PUC – RIO (2006).
    Avaliador da INEP/SINAES/MEC – 2006
    Membro da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos. (SBEC)
    Membro da Associação Brasileira de Literatura Comparada.(ABRALIC)
    Professor na Faculdade de Teologia da PUC-RIO (1997-2003).
    Editor Brasileiro da Revista Internacional de Teologia COMMUNIO (2002-2006)
    Professor da Universidade Estácio de Sá
    pedosantos@gmail.com

    Av. Afrânio de Melo Franco, 300
    CEP: 22430-060 Leblon RJ
    Tel: (021) 2239-1349/2239-8043
    cel. (021)94-80-02

  2. Comentou em 19/02/2007 José Nogueira

    Pouco antes do México quebrar, a mídia brasileira, em peso, exigia do governo Fernando Henrique, então vigente, que aprofundasse as mudanças neoliberais, seguindo o exemplo mexicano. No auge desta campanha, o México quebrou. Esta mesma mídia passou a dizer que não deveríamos nos preocupar porque os países eram diferentes, ou seja, deveríamos nos tranqüilizar porque o Brasil não se tornou aquilo que ela mesma exigia. Se o Presidente Lula acertou ou errou ao posicionar-se contra a diminuição da maioridade penal eu não sei, mas o fato dele agir de acordo com as suas convicções e dau uma ‘banana’ para a mídia irresponsável demonstra que ele não é o fantoche que ela deseja.

  3. Comentou em 17/02/2007 Paulo Nanô

    Dines
    Genial!
    As pessoas que são contra a sua colocação devem aceitar o discurso do Lula ontem: Ainda vão querer punir feto => A gente fica imaginando se a gente estiver naquele lugar, naquele instante, se a gente pudesse fazer alguma coisa, o que é que a gente faria (com os assassinos de João Hélio). E certamente nós faríamos quase que a mesma barbaridade que ele fez com aquela criança ,
    Eu não!!!!
    Obs – este sujeito poderia ao menos ter concluido o Ensino Fundamental para falar melhor.

  4. Comentou em 17/02/2007 Renata França

    Caros Amigos;

    A imprensa comete um grave equívoco ao alardiar mais um ato de barbárie na Cidade Maravilhosa.Todos os dias milhares de pessoas( jovens,adultos , idosos etc.) são vítimas da violência,principalmente nas periferias e favelas.

    Há muito acompanho denúncias na internet sobre o MASSACRE de idosos pelo empresário da construção civil , ROBERTO BARREIROS ANTUNES ( CONASA CONSTRUTORA S/A ).

    Nunca houve qualquer manifestação da imprensa diante dos fatos apresentados…Entenda melhor a BARBÁRIE DA CONSTRUÇÃO CIVIL, visitando as páginas http://www.carosamigos.terra.com.br e http://www.midiaindependente.org.

    Renata é estudante de jornalismo .

  5. Comentou em 17/02/2007 douglas puodzius

    Fico imaginando vc escrevendo este texto e procurando uma form de meter o pau no Lula. Deve ter sido engraçado mesmo. Circulou, circulou e terminou sentando em cima. É Dines… Ultimamente vc só tem causado isso (risos). Está se tornando folclorico para não dizer Patético. Eu só leio seus comentários pra ver a criatividade… Já nem me importa mais o assunto. Hilário… Parabéns! PS. Sugestão: Que tal um texto analisando o PAC considerando que seja esse o primeiro passo para o famigerado Lula dar um golpe e se perpetuar no poder? Acho que dá samba. Põe a cuca pra funcionar e manda Pau. To esperando!!!!! A n c i o s a m e n t e ! ! ! !

  6. Comentou em 16/02/2007 Geraldo Magela da Silva Xavier

    Talvez o Sr. Dines esteja querendo que o presidente baixe um decreto ou medida provisória reduzindo a maioridade penal ou condenando os cinco envolvidos no crime à prisão perpétua ou à pena capital. O pior é que por muitíssimo menos essas mesmas pessoas acusam o governo petista de stalinista, autoritário, antidemocrático, de querer implantar um governo ao estilo Fidel Castro, Hugo Chaves….

  7. Comentou em 16/02/2007 Ruy Acquaviva

    Se o Lula tivesse tomado alguma medida na área de segurança, Dines diria que ele estaria sendo demagógico. Como tratou de assuntos de Estado, Dines diz que ele se omite. Se Lula apoiasse a redução da maioridade penal, Dines seria contra, como Lula é contra Dines é a favor… Já faz um bom tempo que esta coluna tornou-se um espaço de ataques (medíocres e forçados) ao presidente, não cumprindo mais nenhuma função jornalística. Mainardi fez escola e Dines é seu discípulo… Quem diria, hein!!!

    Qualquer que seja a explicação, este não é o Dines que tinha credibilidade.

  8. Comentou em 16/02/2007 Cesar Augusto Dutra da Rosa

    Caro Dines já esta parecendo abuso de Vossa Senhoria os comentários que está fazendo, se não o conhecesse acharia que está se tornado uma pessoa pequena e com comentários pífios. O clamor social a qual chama o ato de resposta insano da sociedade a um ato de igual intensidade, só nos faz pensar que a sociedade brasileira reage apenas por modismo e influencia a fraca e desorganizada casa do legislativo federal. Por que não existe o clamor por divisão das riquezas brasileiras? porque se um dia me provarem que em igual proporção os ricos, classe média e pobres tem menores entre 16 á 18 anos comentendo crime, ai então seria a favor da revisão da lei, por enquanto só vejo adolescente de famílias pobres e mal estruturadas.

  9. Comentou em 16/02/2007 Cesar Lenzi

    Dines, lamento que suas análises estejam ficando cada vez mas superficiais, primárias, tendenciosas. Não há como deixar de constatar a fixação mórbida do objeto de seus artigos: Lula e o PT. Assim, se ocorre queda na produção de leite de iaque na Mongólia, você encontra alguma forma de relacionar o fato ao objeto da sua obsessão.

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem