Domingo, 23 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

CADERNO DA CIDADANIA > ENTREVISTA / ANA CECÍLIA PACHECO

‘Ninguém melhor do que o adolescente para dizer o que ele quer da mídia’

13/04/2004 na edição 272

Discutir mídia com e para os jovens. Este é o objetivo do Fórum dos Adolescentes, evento que fará parte da 4ª Cúpula Mundial de Mídia para Crianças e Adolescentes. Ana Cecília Pacheco, coordenadora do fórum, explica que participarão 150 adolescentes, sendo 50 do Brasil. ‘Os demais representarão países da América, da Europa, da Ásia, África e Oceania’.

Reunidos durante os quatro dias do encontro, os adolescentes vão dialogar e trocar experiências com o público presente. O fórum defenderá o respeito e a valorização das identidades nacionais e culturais, como também a capacidade crítica e criativa de cada um dos participantes. Os adolescentes se afirmarão como consumidores e produtores de mídia de qualidade.

Haverá também um espaço para que eles possam apresentar e analisar seus produtos e experiências de mídia. No final do evento, o grupo vai elaborar uma Carta Multimídia, relatando sua conclusão e proposição sobre os assuntos abordados durante a Cúpula.

***

Qual o objetivo da participação dos adolescentes?

Ana Cecília Pacheco – Esta decisão foi tomada por conta de uma demanda de diversos representantes, a maioria deles latinos, africanos e alguns europeus, que defenderam e apoiaram a participação de crianças e adolescentes na 4ª Cúpula. O objetivo deste espaço é propiciar a participação efetiva de adolescentes nas discussões da 4ª CMMCA, de maneira que eles ouçam e sejam ouvidos no que diz respeito à mídia para crianças e adolescentes.

Quantos adolescentes participarão deste Fórum e como será feita a seleção?

A.C.P. – Participarão da Cúpula 150 adolescentes dos cinco continentes que já estão envolvidos em projetos de mídia. Serão 50 do Brasil e os demais representarão países da América, Europa, Ásia, África e Oceania. Inicialmente, faremos uma seleção de projetos e grupos que trabalham na produção de mídia com adolescentes em todo o mundo. Este mapeamento já está sendo feito com a contribuição de nossos representantes internacionais e brasileiros. Serão então os coordenadores destes projetos que selecionarão os adolescentes que estarão na Cúpula. Trabalhamos com o conceito de representatividade e daremos prioridade aos projetos que tenham mais possibilidades de difundir e multiplicar a experiência da 4ª Cúpula. A seleção destes projetos será baseada ainda na qualidade dos produtos e processos desenvolvidos pelos adolescentes e na diversidade geográfica, social e étnica. Portanto, não haverá inscrição. Esperamos ter a definição destes projetos até o fim de outubro. Já os nomes dos representantes deverão ser definidos um pouco mais tarde, provavelmente até o início de dezembro. Queremos que este processo seja dinâmico, participativo e democrático dentro de cada grupo. Acreditamos que um processo participativo seja mais duradouro e consistente. Nesta perspectiva, estamos realizando encontros preparatórios com adultos e adolescentes sobre a programação e a participação dos 150 jovens. No início de outubro, reunimos, aqui no Rio de Janeiro, cerca de 60 adolescentes dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Bahia. Iniciamos uma discussão ampla sobre a participação dos adolescentes no encontro.

Quais são as atividades previstas para o Fórum dos Adolescentes?

A.C.P. – O Fórum dos Adolescentes não será um evento paralelo, mas, sim, um espaço específico para os adolescentes dentro da Cúpula. Portanto, os 150 adolescentes poderão participar de todas as atividades do encontro, sendo que haverá algumas atividades específicas. Serão realizados workshops com a finalidade de aprofundar as experiências de cada participante e de promover a interação e a integração destas experiências. Haverá também um espaço para a mostra de produtos nas diferentes mídias. Todas as atividades e discussões terão um caráter propositivo, que resultará na Carta Multimídia dos Adolescentes.

Por que adolescentes devem participar deste encontro?

A.C.P. – Porque elas devem opinar sobre as decisões e discussões que lhes dizem respeito. Em um evento sobre mídia para crianças e adolescentes é justo que crianças e adolescentes opinem. No caso especificamente do Fórum dos Adolescentes, temos a expectativa de que as discussões e as mobilizações anteriores permaneçam depois do evento e que se crie uma rede internacional de jovens envolvidos na causa de uma mídia de qualidade. Acredito que ninguém melhor do que o adolescente para dizer o que ele quer da mídia, como ele a recebe e o que ele considera qualidade.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem