Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

CADERNO DA CIDADANIA > TRANSPARÊNCIA INTERNACIONAL

O barômetro da corrupção

21/12/2004 na edição 308

De acordo com o Barômetro Global da Corrupção 2004, divulgado pela Transparência Internacional, os partidos políticos são percebidos como as instituições mais afetadas pela corrupção em 36 de 62 países pesquisados pelo Instituto Gallup Internacional, abrangendo mais de 50.000 entrevistados em 64 países.

Em uma escala de 1 para as instituições livres de corrupção e 5 para as vistas como mais corruptas, os partidos políticos são os piores classificados, com uma pontuação média de 4,0. Segundo a pesquisa, que repete o resultado do Barômetro do ano passado em relação aos partidos políticos, as outras instituições percebidas como mais corruptas são os parlamentos, a polícia e o poder judiciário.

No Brasil, que participa da pesquisa pela primeira vez, os setores e instituições percebidos como mais corruptos são os partidos políticos (4,5), a polícia (4,4), o parlamento (4,3), o poder judiciário e os órgãos arrecadadores de impostos (4,2), seguidos pelas autoridades alfandegárias, serviços de saúde e sistema educacional, com 3,9. Os outros serviços públicos e o setor privado são avaliados com 3,8; os meios de comunicação e os serviços de cadastro e permissões com 3,6, seguidos pela Forças Armadas (3,4), ONGs e entidades religiosas (3,0).

No que diz respeito ao Brasil, o levantamento reproduz a constatação de outras pesquisas: de que o brasileiro é profundamente pessimista com relação a todas as instituições.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem