Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1058
Menu

CADERNO DA CIDADANIA >

O todo poderoso e a imprensa

Por Luciano Martins Costa em 13/07/2009 na edição 545

A revista Veja desta semana (nº 2121, de 15/7/2009) reforça o arsenal de acusações contra o presidente do Senado, José Sarney, com uma revelação bombástica: a de que ele pode ter se beneficiado de relações com o ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira, do falido Banco Santos, para manter conta irregular no exterior.


Na sua edição de segunda-feira (13/7), o Estado de S.Paulo aborda diretamente o tema da quebra do decoro parlamentar por parte de Sarney: ele mentiu deslavadamente quando afirmou que não é responsável pela administração da Fundação que leva seu nome, e que vem sendo acusada de desviar recursos recebidos da Petrobras com base na Lei Rouanet. No entanto, até agora nenhum jornal e nenhuma revista cita explicitamente a possibilidade de o veterano senador ter o mandato cassado.


Afora uma ou outra declaração ainda tímida de representantes da oposição, admitindo que Sarney pode ser investigado, ninguém parece se animar para fazer a pergunta que está na cabeça de muitos brasileiros: por que o presidente do Senado ainda merece tamanho respeito de seus colegas e de parte da imprensa? Afinal, o Estadão já demonstrou que o presidente do Senado é o presidente vitalício da Fundação José Sarney, que há documentos com sua assinatura no contrato com a Petrobras e que ele mentiu diante de seus pares.


E a imprensa?


Quanto aos demais senadores, continua claro que o poder acumulado por Sarney nos muitos anos de vida pública lhe permitiu colecionar informações suficientes para manter a maioria sob seu controle.


Até mesmo os mais agitados animadores de outros escândalos andam na muda, após o vazamento de denúncias sobre mau uso de verbas de representação e irregularidades ligadas aos atos administrativos secretos.


Mas, e quanto à imprensa?


O que será que aconteceu durante o período em que José Sarney foi presidente da República, que o faz hoje um homem praticamente imune, apesar de estar no centro de um dos maiores escândalos da história do Brasil?


E se a imprensa estiver envolvida, quem vai contar essa história?

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem