Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

CADERNO DA CIDADANIA > BAYEUX-CALVADOS

Premiação na França consagra britânicos

13/10/2005 na edição 350

A cerimônia de premiação Bayeux-Calvados de Correspondentes de Guerra, no sábado (8/10), na França, foi generosa com os vizinhos britânicos. O júri, formado por jornalistas, deu às redes BBC e ITV os prêmios de melhor reportagem de rádio e televisão, respectivamente.


A BBC foi premiada pela cobertura de Ishbel Matheson e Dan McMillan sobre o estupro de mulheres em Darfur, no Sudão. Já a equipe da ITN, formada por Julian Manyon, Sasha Lonakin, Artem Drabkin e Patrick O´Ryan-Roeder, levou o prêmio pela reportagem de TV sobre o massacre da escola de Beslan, na Rússia, em 2004.


Vincent Hugeux, da revista francesa L’Express, foi premiado por uma matéria sobre crianças obrigadas a cometer atrocidades pelo exército de resistência rebelde de Uganda. Jim MacMillan, da Associated Press, foi o vencedor da categoria fotojornalismo por uma série de imagens de soldados americanos em combate com insurgentes na cidade iraquiana de Najaf.


O Prêmio Bayeux-Calvados foi criado em 1994 e premia, em uma cerimônia em Bayeux, reportagens impressas, de TV, rádio e fotografias que abordem situações de conflito e fatos atuais sobre a defesa da liberdade e da democracia. Informações da BBC News [9/10/05].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem