Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

CADERNO DA CIDADANIA > CD ENCARTADO

Promoção do Mail on Sunday irrita lojas de música

18/07/2007 na edição 442

As lojas de música do Reino Unido só venderão o novo CD do excêntrico e exótico cantor Prince, intitulado Planet Earth, a partir do dia 24/7. Mas quem comprou o jornal Mail on Sunday no domingo passado (15/7) já tem as novas músicas tocando no som. A publicação distribuiu gratuitamente o álbum, e a promoção rendeu ao MoS a venda de 600 mil cópias extras.


Segundo Stephen Miron, chefe de redação do jornal, a venda das estimadas 2,8 milhões de cópias foi a promoção de maior sucesso na história de 25 anos do MoS. Os números ainda estão sendo contabilizados, por isso o jornal não sabe se a venda de domingo superou o recorde de 2.844.000 exemplares da edição produzida após a morte da princesa Diana, em agosto de 1997.


Promoção cara


No mês passado, a circulação média do Sunday foi de 2.276.107. Especula-se que a promoção tenha custado ao jornal quase US$ 2 milhões, incluídos os custos de impressão e marketing, assim como o pagamento de US$ 508 mil a Prince, pelo licenciamento do novo álbum.


O jornal aumentou sua impressão de 2,3 milhões de cópias para 3.050.000, com 25 mil delas colocadas nas lojas de música HMV – primeira promoção do tipo no país. Com a venda das cópias extras e os lucros publicitários do aumento da circulação, Miron disse que a iniciativa, ‘na pior das hipóteses, pagou seus custos’. ‘Tivemos um excesso de 600 mil novas pessoas comprando o jornal’, afirmou.


‘Marketing direto’


Os fãs que não compraram o MoS de domingo terão outras oportunidades para conseguir o álbum sem pagar o preço cheio. Prince planeja distribuir CDs para quem for a um de seus 21 shows que ocorrerão em Londres, em agosto e setembro. ‘É um marketing direto e não quero ser motivo de especulação para a indústria fonográfica’, declarou o cantor.


A Entertainment Retailers Association (ERA, sigla em inglês), associação que representa as lojas de CDs do Reino Unido, discorda de Prince. ‘É um insulto a todas as lojas que apoiaram Prince ao longo de sua carreira’, reclamou o co-presidente da Associação, Paulo Quirk.


A ERA informou que mais de dois milhões de pessoas compram CDs e discos semanalmente no Reino Unido e que a indústria movimenta mais de US$ 2 bilhões ao ano. Nos últimos anos, no entanto, as lojas passaram a sofrer as conseqüências do aumento da prática de download de músicas na internet. A atitude de Prince certamente piora esta situação. Informações de Chris Tryhorn [The Guardian, 17/7/07] e AFP [15/7/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem