Domingo, 17 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

CADERNO DA CIDADANIA > MEDILL

Reitor americano acusado de inventar citações

22/02/2008 na edição 473

A Universidade Northwestern anunciou que irá revisar o uso de fontes não identificadas e a veracidade das citações em artigos escritos por John Lavine, reitor da prestigiada Escola de Jornalismo Medill. No ano passado, Lavine citou estudantes – sem identificá-los – em duas cartas escritas para uma revista da universidade. Uma das citações, supostamente de um calouro na escola de jornalismo, elogiava uma aula de publicidade, dizendo que era uma das melhores aulas a que ele já tinha assistido.


Em uma coluna no Daily Northwestern, jornal da universidade, na semana passada, o aluno David Spett afirmou ter entrevistado todos os 29 alunos presentes à aula em questão e, para sua surpresa, todos negaram ter dito a citação – mesmo prometido que a anonimidade seria mantida. Pegou mal para o reitor, já que os alunos da Medill são instruídos a tomar muito cuidado com o uso de fontes anônimas. Professores da escola de jornalismo costumam pedir que os estudantes apresentem a eles os contatos de pessoas citadas em seus artigos, para garantir que as citações não serão inventadas.


Contexto


Em declaração, a universidade afirmou que a escola de jornalismo leva assuntos deste tipo a sério e que ‘questões levantadas recentemente sobre o uso de fontes não identificadas e a veracidade de citações por John Lavine’ seriam analisadas. Em entrevista ao Chicago Tribune, o reitor afirmou que as citações ‘vieram de pessoas reais’, mas disse não lembrar se elas fizeram parte de conversas ou de troca de e-mails com alunos. Ele ressaltou ainda que existe diferença entre escrever um artigo jornalístico e uma carta para uma revista interna. ‘O contexto é importante. Eu não estava fazendo uma matéria jornalística. Não estava cobrindo notícias’, afirmou. ‘Quando escrevo notícias, sou a pessoa mais cuidadosa com o uso de fontes que você irá encontrar. Isso não era uma matéria, era uma carta pessoal’.


Lavine já vinha sendo criticado por outros professores por modificar a grade curricular da Medill, misturando aulas de marketing com jornalismo tradicional e prática de redação. Após a sugestão de que ele teria inventado uma citação, diversos professores e o antigo reitor enviaram uma mensagem para a administração da universidade dizendo que ‘a questão se transformou em uma crise na escola’. Um grupo de estudantes circulou uma petição pedindo que Lavine forneça notas sobre as fontes citadas em suas cartas. Informações da AP [20/2/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem