Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

CADERNO DA CIDADANIA > PECADO

Repórter do Washington Post suspensa por plágio

22/03/2011 na edição 634

O Washington Post suspendeu na semana passada Sari Horwitz, repórter investigativa que admitiu ter plagiado material do jornal Arizona Republic sobre Jared Lee Loughner, autor do tiroteio em em Tucson, em janeiro, que deixou seis mortos e 12 feridos, entre eles a deputada democrata Gabrielle Giffords. Segundo o Post, Sari foi suspensa por três meses sem salário. A jornalista pediu desculpas, em declaração, por meio de uma porta-voz do jornal. ‘Eu lamento profundamente. A meus leitores, amigos, colegas, editores e ao jornal, que amo, quero me desculpar’, afirmou. ‘Durante os meus quase 30 anos de jornalismo, tentei sempre apurar todos os fatos possíveis e perseguir a verdade. Quero fazer o mesmo com a minha história’.

Sob a pressão do deadline, ela confessou que fez algo que nunca havia feito em toda a sua carreira: usar material de outro jornal como se fosse dela. ‘Não há desculpas. Este é um dos pecados do jornalismo. Peço desculpas ao jornal Arizona Republic, a seus repórteres e a seus editores’, afirmou. ‘Aceito a punição do Post. Fico grata por o jornal permitir a minha volta. Espero voltar uma pessoa melhor e uma jornalista melhor’. Informações de Tanzina Vega [New York Times, 17/3/11].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem