Terça-feira, 18 de Junho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1041
Menu

CADERNO DA CIDADANIA >

Repórteres são agredidos quando cobriam linchamento

Por Comitê para a Proteção dos Jornalistas em 01/05/2007 na edição 431

O jornalista de televisão guatemalteco Rudy Toledo foi baleado e outros três repórteres foram atacados na quarta-feira, enquanto cobriam o linchamento de um suposto membro de gangue no departamento de Quiche, situado no nordeste do país.

Um grupo integrado por aproximadamente 100 pessoas matou e queimou um indivíduo acusado de pertencer a uma gangue denominada ‘Mara 18’ no povoado de San Andrés Sajcabajá, 100 quilômetros a nordeste da Cidade da Guatemala, informou a Associated Press. Segundo os informes da imprensa guatemalteca, outros dois homens continuam seqüestrados pelos manifestantes.

Rudy Toledo, repórter do canal local Televisión Cable Noticias, Oscar Toledo, correspondente do jornal nacional Nuestro Diário, Carlos Toledo, correspondente do noticiário TeleDiario da estação nacional de televisão Canal 3 e Oscar Figueroa, correspondente da estação de rádio Emisoras Unidas, chegaram ao local do linchamento por volta das 10h30. Figueroa disse ao Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) que todos usavam coletes com os nomes dos meios de comunicação para os quais trabalhavam e credenciais de imprensa visíveis. Rudy e Oscar Toledo são irmãos; Carlos Toledo é sobrinho deles.

Hospitalizado

Segundo Figueroa, alguns manifestantes concordaram, em princípio, em dar entrevistas, enquanto outros se negaram e ameaçaram os jornalistas. Vários homens fortemente armados se lançaram contra os jornalistas a socos e pontapés, arrebentaram seus equipamentos e dispararam para o ar, ferindo Rudy Toledo na perna esquerda. Dois agentes da polícia local intervieram, retirando os jornalistas da multidão. Após a retirada dos jornalistas, alguns manifestantes dispararam contra seu carro, que estava identificado como um veículo de imprensa, acrescentou Figueroa.

A polícia evacuou os jornalistas e os levou a um hospital local, onde Rudy Toledo recebeu atendimento médico preliminar, explicou Figueroa ao CPJ. O jornalista foi rapidamente transportado para a capital por via aérea, segundo o grupo local para a liberdade de imprensa Centro de Repórteres Informáticos sobre a Guatemala (CERIGUA). Figueroa assegurou que as condições de Rudy Toledo são estáveis. [Nova York, 26 de abril de 2007]

******

CPJ é uma organização independente, sem fins lucrativos, sediada em Nova York, que se dedica a defender a liberdade de imprensa em todo o mundo

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem