Sábado, 16 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

CADERNO DA CIDADANIA > MÍDIA EM GAZA

RSF organiza petição por cobertura independente

15/01/2009 na edição 520

A organização Repórteres Sem Fronteiras criou um abaixo-assinado, em 9/1, pela entrada de profissionais de imprensa em Gaza, para cobrir o conflito com Israel. Em quatro dias, a petição reuniu mais de 100 assinaturas de organizações de mídia. Com a iniciativa, a ONG quer reiterar o apelo para que autoridades de Israel suspendam a proibição da presença da imprensa internacional na Faixa de Gaza, em vigor desde novembro. Em dezembro, a Suprema Corte de Israel determinou que jornalistas estrangeiros só poderiam ter acesso à região em grupos de 12 – mesmo assim, o número permitido pelo Exército de Israel é muito pequeno. A Reuters e a BBC só puderam cobrir o conflito por poucas horas, em uma das poucas aberturas à imprensa.


Atualmente, há quase 300 palestinos trabalhando para diversas organizações em circunstâncias difíceis e perigosas. A al-Jazira descreve-se como a ‘única rede internacional com presença local no conflito’. Desde o final de dezembro do ano passado, quatro jornalistas foram mortos – três deles com mortes relacionadas ao trabalho.


O sítio da RSF disponibilizou a petição online. Do Brasil, até agora a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) foi a única a assinar. Organizações de mídia com interesse em assiná-la podem enviar e-mail para o endereço gaza@rsf.org. Alemanha e Espanha são, até o momento, os países com mais adesões. Informações da Repórteres Sem Fronteiras [13/1/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem