Quarta-feira, 22 de Maio de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1038
Menu

CADERNO DA CIDADANIA >

Seminário internacional discute direito de acesso

29/03/2009 na edição 530

O Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas organiza o Seminário Internacional sobre o Direito ao Acesso à Informação Pública em parceria com a Câmara dos Deputados, o Senado Federal, a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (ABRAJI), a Associação Nacional de Jornais (ANJ), a Organização Artigo 19, o Conselho Chileno pela Transparência, o Instituto Federal Mexicano de Acesso à Informação Pública (IFAI), o Centro Knight de Jornalismo nas Américas, a organização ‘Trust for the Americas’ e a UNESCO no Brasil.


O seminário pretende promover a discussão sobre o tema do acesso à informação, ampliando o tema para a sociedade, já que o governo brasileiro mostra sinais de que o Compromisso da Liberdade de Informação será em breve apresentado ao Congresso Nacional. Os especialistas discutirão sobre o papel da liberdade de informação na promoção da democracia e da cidadania, sobre o acesso brasileiro e mundial a dados públicos e sobre as dificuldades e sugestões para garantir o direito ao acesso à informação no Brasil.


O seminário tem a seguinte programação:


Quarta-feira (01/04/2009)


Local: auditório da TV Câmara (Câmara dos Deputados, Brasília, DF)


19h-21h – ‘Democracia, Cidadania e Direito de Acesso a Informações Públicas’, Gilmar Mendes, Presidente do Supremo Tribunal Federal; José Sarney, Presidente do Senado Federal; Michel Temer, Presidente da Câmara dos Deputados; Dilma Roussef, Ministra-Chefe da Casa Civil; Vincent Defourny, representante da UNESCO no Brasil.


Quinta-feira (02/4/2009)


Local: auditório do Interlegis (Senado, Brasília, DF)


9h00-10h45 – ‘Panorama do Direito de Acesso a Informações no Mundo’ – María Marván Laborde, Comissionada do Instituto Federal de Acesso à Informação Pública do México; Thomas Blanton, Diretor da ONG National Security Archive dos EUA; Rosental Calmon Alves, Diretor do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, em Austin, Texas (EUA); Toby Mendel, Diretor do Programa Jurídico da Artigo 19, sediado no Canadá; Juan Pablo Olmedo, Presidente do Conselho para a Transparência do Chile


11h-12h30 – ‘Panorama do Direito de Acesso a Informações Públicas no Brasil’ – Cezar Britto – Presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil; Claudio Weber Abramo, Diretor-Executivo da Transparência Brasil; Jorge Hage, Ministro-chefe da Controladoria-Geral da União; Ivana Moreira, Diretora da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo


12h30 – Lançamento do livro Acesso à informação e controle social das políticas públicas, coordenado por Guilherme Canela e Solano Nascimento – ANDI e Artigo 19


14h30 – ‘Obstáculos para o acesso a informações no Brasil, sugestões de ações e debate do projeto de lei de acesso’ – Debate entre congressistas, integrantes do Poder Executivo e organizações do Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas. Senador Aloizio Mercadante (PT-SP), Líder do PT no Senado; Senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), Líder do PSDB no Senado; Deputado Mendes Ribeiro (PMDB-RS); Deputado Fernando Gabeira (PV-RJ)


O Fórum, criado em 2003, é uma entidade sem fins lucrativos nem conotação político-partidária. Reúne 22 organizações da sociedade civil. A entidade tem, entre seus objetivos, a meta de ‘promover e incentivar o debate sobre o direito de acesso a informações públicas no Brasil’.


As inscrições gratuitas podem ser feitas aqui.


***


Participam do Fórum: Abong (Associação Brasileira de Organizações Não-Governamentais); Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo); Abrat (Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas); Ajufe (Associação dos Juízes Federais); Alal (Associação Latino-Americana de Advogados Trabalhistas); Amarribo (Amigos Associados de Ribeirão Bonito); Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho); Andi (Agência de Notícias dos Direitos da Infância); ANJ (Associação Nacional de Jornais); ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República); APJ (Associação Paulista de Jornais); Artigo 19; Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas); Fórum Nacional de Dirigentes de Arquivos Municipais; GTNM-RJ (Grupo Tortura Nunca Mais – RJ); Ibase (Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas); Inesc (Instituto de Estudos Socioeconômicos); MPD (Movimento do Ministério Público Democrático); OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); Projeto SOS Imprensa – Faculdade de Comunicação da UnB; Renoi (Rede Nacional de Observatórios de Imprensa); Transparência Brasil.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem