Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

CADERNO DA CIDADANIA > TELETIPO

Sindicato protesta contra demissões na CNN

10/02/2004 na edição 263

A celebração de gala para a inauguração do Time Warner Center, em Nova York, contou com uma multidão de membros furiosos do sindicato do setor de comunicações, NABET-CWA, em protesto contra a CNN. O sindicato representa técnicos de estúdio e operadores de câmera que foram demitidos no ano passado depois que a CNN terminou um longo contrato com a empresa Team Video Services. Sessenta e cinco trabalhadores – alguns deles há mais de 20 anos na CNN – perderam seus empregos. Aproximadamente metade dos técnicos foi contratada de volta pelo escritório da CNN em Nova York, mas por fora das bases sindicais. Com o protesto, o objetivo do sindicato era chamar a atenção dos 3 mil executivos, celebridades e membros da mídia presentes na festa. Informações do New York Daily News [4/2/04].



Bush aumenta verba para FCC

O presidente George W. Bush anunciou ao Congresso na semana passada que pretende aumentar substancialmente a verba federal que a FCC (Federal Communications Comission) e a National Endowment for the Arts recebem. No orçamento de US$ 2,4 trilhões solicitado para 2005, Bush recomendou que a verba para a FCC tenha um adicional de US$ 20 milhões, o que totalizaria a receita da agência em US$ 293 milhões. Além disso, Bush afirmou que planeja dar um empurrão na lei que permitiria cobrar uma taxa de US$ 500 milhões para as emissoras de TV que não desocuparem suas faixas de transmissão analógicas até 2006. Por esta legislação, as emissoras deveriam estar aptas para atuar em freqüências digitais até 2006, ou até 85% da população americana possuir aparelhos de TV digital. Informações do Hollywood Reporter [3/2/04].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem