Quarta-feira, 23 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

CIêNCIA > MOTOR DE BUSCA

O Google genômico

10/08/2004 na edição 289

Cientistas da Universidade Autônoma de Barcelona, na Espanha, colocaram em funcionamento uma ferramenta que interliga buscas em bases genéticas públicas. Este é primeiro sistema internacional, e aberto, que permite aos usuários pesquisar por diversidade genética em grande escala.

O serviço, disponível para acesso pela internet, chama-se Pipeline Diversity Analysis (PDA) [http://pda.uab.es]. De acordo com o periódico Nucleic Acids Research, da Oxford Press, a novidade irá facilitar pesquisas que envolvam bases genéticas de doenças hereditárias.

O ‘Google genômico’ permitirá que pesquisadores em todo o mundo realizem buscas por pequenas variações nos genomas de diferentes indivíduos e espécies, a partir de dados armazenados em grandes bancos de dados públicos, como o GenBank.

Essas pequenas variações são a chave para entender a grande diversidade de organismos vivos no planeta, assim como as diferenças que existem entre indivíduos de uma mesma espécie. No caso do ser humano, são essas variações que determinam a cor dos olhos e cabelos ou o maior ou menor risco de ter certos tipos de câncer. Por isso, além de ser um elemento importante na biologia evolutiva, tal diversidade contém informações valiosas para o estudo de doenças com origem genética.

O serviço foi criado pelos pesquisadores Sonia Casillas e Antonio Barbadilla e envolve uma série de ferramentas computacionais que buscam automaticamente por seqüências genéticas em bases públicas. A novidade é mais uma amostra do imenso potencial da bioinformática.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem