Terça-feira, 17 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

CIRCO DA NOTíCIA > PALAVRAS E CONCEITOS

Nanodicionário de termos e expressões indevidos, v. 5

Por Mauro Malin em 10/09/2013 na edição 763

São usados equivocadamente na mídia brasileira:

>> Atear fogo. A modernização jornalística ainda não foi capaz de mandar definitivamente para o arquivo a vetusta expressão. Botar, colocar, pôr, em ordem alfabética, são opções sugeríveis. O verbo incendiar também está vivo.

>> Cometer suicídio. Idem. Não bastaria o verbo suicidar-se? Há uma compunção metida a pomposa quando se diz que determinada pessoa “cometeu suicídio”. E se diz. Vide a Folha de S. Paulo de sexta-feira (6/9): “Família ainda não acredita que menino matou os pais”. Vide a Veja 2.338, datada de 11/9: “A milionária equipe de Rose”.

>> Norte-americano. Não cabe usar no lugar de americano. Como ensina o grande Marcos de Castro (A Imprensa e o Caos na Ortografia), o adjetivo se aplica ao subcontinente formado por Canadá, Estados Unidos e México. E ninguém, nos dias de hoje, vai entender que americano se refere às Américas como um todo.

 

Leia também

Volume 4 e anteriores

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem