Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1016
Menu

CIRCO DA NOTíCIA >

Petrobras e outros escândalos

Por Mauro Malin em 25/03/2014 na edição 791

Cada governo da redemocratização tem um padrão de comportamento diante de escândalos. Todos são marcados pela dissimulação. Na ditadura houve escândalos, alguns com custo social terrível, mas não era preciso exatamente dissimular. Era só mandar todo mundo calar a boca.

A passagem de Dilma Rousseff pelo poder registra um padrão que parece consistir em botar a culpa nos outros.

O mais grave de tudo isso são implicações de natureza ética. Em primeiro lugar, a persistência de um padrão de dissimulação e mentira que se infiltra de cima para baixo na sociedade. Em segundo lugar, o fato de que as forças políticas estão mais preocupadas em saber como usar eleitoralmente os escândalos alheios do que em corrigir os rumos do país.

E a mídia jornalística participa alegremente desse teatro.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem