Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

CIRCO DA NOTíCIA > CARTÕES CORPORATIVOS

A apuração que ainda falta

Por Luciano Martins Costa em 08/02/2008 na edição 471

Os jornais continuam se alimentando no portal www.transparência.gov.br para trazer diariamente a seus leitores os novos abusos no uso dos cartões de crédito corporativos de servidores federais graduados.


O trabalho de coleta e seleção de dados não é o melhor do jornalismo, mas vai aos poucos ajudando o cidadão a entender uma das razões pelas quais o Estado pesa tanto no bolso de quem paga impostos.


A novidade das edições de sexta-feira (8/2) é que todos os grandes diários resolveram também vasculhar os gastos do governo do estado de São Paulo. E todos revelam que os funcionários paulistas gastaram proporcionalmente mais em 2007 do que os seus consortes da administração federal. Foram 108 milhões de reais, dos quais 48 milhões nas chamadas ‘despesas miúdas’.


Só não apareceram ainda os detalhes, porque o governo do Estado não mantém um portal aberto com os relatórios de gastos.


De qualquer modo, a notícia, que foi destacada pela Folha e o Estadão, aparece no Globo bem distante do noticiário sobre os abusos com cartões corporativos da área federal, como se um tema não tivesse nada a ver com o outro.


Falta estrutura


As edições de sexta-feira bem que poderiam ser o prenúncio de que a imprensa vai finalmente avançar na investigação, publicando algo mais do que aquilo que já está disponível para qualquer internauta do mundo no portal Transparência.


No entanto, a notícia sobre os gastos de funcionários paulistas não significa que os jornais se esforçaram na reportagem: o Globo entrega, no título, que as informações sobre despesas do governo de São Paulo foram passadas pelo Partido dos Trabalhadores. Os jornais apenas pegaram a pauta do PT e foram questionar o governo.


Se a imprensa não investiga os poderes, limitando-se a reproduzir o que já era de domínio público na área federal, quem abriria a caixa-preta de estados e municípios? O Estadão de sexta-feira dá uma dica, ao informar que a Ordem dos Advogados do Brasil pediu à suas seccionais que mantenham os olhos bem abertos.


Assim, por inapetência ou por falta de estrutura para fazer bem o trabalho de apurar os fatos, os jornais podem acabar cedendo lugar para a OAB, ONGs e outras instituições mais empenhadas em trazer a verdade inteira sobre a gastança.

******

Jornalista

Todos os comentários

  1. Comentou em 10/02/2008 Kleber Carvalho

    Aproveitem e apurem mais esta:Em Pirenópolis, cidade localizada a 120 quilômetros de Brasília, existe um haras que abriga seis cavalos alter real, raça de origem portuguesa e uma das melhores do mundo para a equitação. Ao lado do haras, sua proprietária, Ângela Sílvia Costa de Paula, construiu uma luxuosa pousada. Tanto o haras quanto a pousada, segundo o Ministério Público, são produtos de um esquema de corrupção que provocou um prejuízo de pelo menos R$ 100 milhões aos cofres públicos. Flagrada pelo MP, Ângela admitiu fazer parte de um esquema que irregularmente concede certificados de filantropia. Com esses certificados, pessoas jurídicas ficam isentas de pagar as parcelas do empregador ao INSS. Mais do que admitir sua participação, Ângela propôs aos procuradores Pedro Antonio de Oliveira Machado e José Alfredo de Paula Silva um acordo de delação premiada e contou- lhes como funcionava o esquema. Em seu depoimento, ela envolve o ex-ministro da Educação no governo Fernando Collor Carlos Chiarelli, o expresidente do INSS no governo de FHC Crésio de Mattos Rolim e o ex-vice-presidente da OAB do Distrito Federal Paulo Roberto Thompson Flores.

  2. Comentou em 09/02/2008 Ivan Moraes

    ‘não fosse a mobilização dos blogs os jornalões ficariam quietinhos’: FORAM DUAS MOBILIZACOES: uma ESPONTANEA dos blogs e outra totalmente coordenada de ocultamento da verdade e ataque ao governo federal pela media. Essa merda de pais nao tem policia federal? AONDE ESTA A POLICIA FEDERAL?

  3. Comentou em 09/02/2008 Ivan Moraes

    ‘não fosse a mobilização dos blogs os jornalões ficariam quietinhos’: FORAM DUAS MOBILIZACOES: uma ESPONTANEA dos blogs e outra totalmente coordenada de ocultamento da verdade e ataque ao governo federal pela media. Essa merda de pais nao tem policia federal? AONDE ESTA A POLICIA FEDERAL?

  4. Comentou em 08/02/2008 Kleber Carvalho

    O senador Pedro Simon (PMDB-RS) defende, em entrevista a Terra Magazine, a convocação do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), para prestar depoimento sobre o uso de cartões corporativos pelo Estado.
    Em 2007, o gasto do governo paulista em cartões de pagamentos de despesas totalizou R$ 108.384.268,26. O número de cartões e o total gasto são superiores aos números do governo federal.

    – Mas não pra querer investigar o Serra, investigar São Paulo… É só pra mostrar por que São Paulo está usando a mesma coisa que o Brasil – diz Simon.

    Chega ser hil´[ario, o presidente eleito sendo convocado para depor na CPI das tapiocas, hahahahahahaha, chupa esta manga PIG.

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem