Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

CIRCO DA NOTíCIA > IMPRENSA PARAIBANA

Por que a mídia privilegia tanto a política?

Por Agnaldo Almeida em 03/04/2012 na edição 688

Por que a mídia paraibana se dedica com tanto empenho à cobertura política e com frequência deixa passar em branco assuntos que mais diretamente têm a ver com o dia a dia de leitores, ouvintes e telespectadores?

A pergunta não é minha. Foi encaminhada por e-mail pelo internauta que diz chamar-se Adviraldo Barbosa. Ele leu artigo meu e animou-se a puxar o tema esperando que o colunista lhe dê nem que seja um arremedo de explicação. Se for para responder bem ligeirinho, lá vai: porque o produto “política” tem freguesia certa. De outra forma, mais demoradamente, se podem buscar outros motivos:

a) a economia da Paraíba tem um elevado grau de dependência do Poder Público;

b) a mídia reflete esta dependência e se pauta conforme suas necessidades;

c) o sistema de concessões de emissoras de rádio privilegia visivelmente os grupos políticos;

d) e, finalmente, o clima de permanente beligerância entre as forças políticas estimula o acompanhamento dessas futricas paroquiais. É campanha política o tempo todo.

Em debate

Mas o internauta tem sobradas razões para se queixar da pequena cobertura que a mídia dispensa, sobretudo, na área de serviços. O leitor quer respostas e não as encontra. Ainda assim, dá para ver que a semana que passou não foi das piores. Folheando os três jornais diários paraibanos (A União, Correio da Paraíba e Jornal da Paraíba), o leitor pôde encontrar amplas matérias sobre:

1. Falta de higiene nos banheiros públicos e o risco de doenças;

2. Degradação do Rio Paraíba: poluição aumenta;

3. Grupo de SP investe em termelétrica na PB;

4. Males do alcoolismo: mulheres entre as vítimas;

5. A melhoria nos programas de formação de mestres e doutores nas universidades paraibanas;

6. Paraíba terá R$ 1,8 milhão para projetos que beneficiam mulheres agricultoras.

São matérias que foram publicadas com amplo destaque. Ainda falta muito para que a mídia paraibana atinja níveis de excelência na diversificação de sua pauta. Mas é com colaborações como esta de Adviraldo Barbosa, pondo o tema em debate, que a gente avança.

Devagar, mas avança.

***

[Agnaldo Almeida é jornalista]

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem