Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1055
Menu

CIRCO DA NOTíCIA >

Implantação positiva, adesão lenta

Por Cristiane Ribeiro em 29/09/2009 na edição 557

Um ano e nove meses após o início da implantação do sistema digital de televisão no Brasil, o ministro Franklin Martins, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, avaliou os resultados como positivos. Ele reconheceu, no entanto, que o processo de adesão da população ocorre lentamente.

Franklin Martins participou na noite de quarta-feira (23/9) da cerimônia que marcou o início da transmissão digital pela TV Brasil no Rio de Janeiro. ‘Essa migração é mesmo demorada, até porque tem um custo para as pessoas, que têm que comprar um conversor ou um novo aparelho de TV. Nos Estados Unidos, a migração aconteceu em dez anos’, exemplificou.

O sistema digital ainda é novidade para a maioria da população. Segundo dados do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital, o sinal está disponível apenas para 24 cidades, onde, até agosto, foram vendidos 1,6 milhão de conversores, TVs integradas, receptores para computador e telefones celulares que recebem o sinal digital.

Franklin Martins acredita que aos poucos as pessoas vão entender que a TV digital não significa apenas melhoria na qualidade do som e da imagem.

‘O computador ainda é um grande concorrente da TV digital e, muitas vezes, quando sobra uma graninha, o consumidor prefere trocar o computador a investir em um aparelho de TV que tenha o sistema digital integrado. Mas isso vai acabar. As pessoas vão perceber que o novo sistema dará a elas portabilidade, interatividade e chance de assistir a mais de um programa ao mesmo tempo.’

Inclusão digital

A coordenadora do Módulo de Promoção do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital, Liliana Nakonechnyj, vai além. Para ela, com a TV digital, as pessoas poderão aproveitar o tempo em que estão em trânsito, no trajeto até o trabalho, por exemplo, para se informar e se entreter.

Sobre a transmissão digital pela TV pública, Liliana destacou que se trata de uma demonstração importante de compromisso com o telespectador. ‘Em breve, ela poderá, também, lançar mão da interatividade para oferecer serviços adicionais ao cidadão, por exemplo, de caráter cívico ou de inclusão digital.’

A presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Tereza Cruvinel, acrescentou que a adesão da TV pública ao sistema digital representa um acompanhamento das novas tecnologias. ‘Não estamos ficando para trás. Estamos contribuindo para que a gente tenha todas as emissoras transmitindo o sinal digital o quanto antes.’ [Edição: Juliana Andrade]

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem