Sábado, 15 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

CIRCO DA NOTíCIA >

Mensagem adulterada

Por Rafael Moreira em 14/11/2006 na edição 407

Escrevo ao Observatório como único recurso que me ocorreu para protestar contra o que relato a seguir. Refere-se à forma como as redações dos jornais tratam nossas cartas às seções que supostamente abrem o único espaço na imprensa em que nós, leitores, podemos nos expressar.

Escrevi ao Fórum do Leitor (do Estado de S.Paulo) carta que saiu publicada em na quarta-feira (8/11), intitulada ‘Bandeira de ocasião’. Nela eu recusava o desconfortável rótulo de eleitores ‘compactuantes com a corrupção’ que muitos querem atribuir aos 60 milhões que votaram pela reeleição, argumentando que é necessário considerar também que a outra opção não era exatamente a opção pela ética.

Mas, por favor, não são preferências políticas que importam aqui. Ao tecer críticas à oposição quando foi governo, escrevi: ‘Teria ela suportado o nível de investigação que se impôs ao atual Governo?’.

O que saiu publicado foi: ‘Teria ela suportado o nível de investigação que impôs o atual Governo?’.

Parecido, mas totalmente diferente! Que tipo de ‘revisão’ seria essa? Senti-me adulterado! Inseriram em meu texto uma idéia que não escrevi, algo absurdo, fazendo minha carta perder credibilidade. Sei que há uma revisão para publicação das cartas, erros de ortografia, coisas assim. Mas converter objeto indireto em sujeito… Há quem me sugira que foi proposital, por motivos que não caberiam aqui. Será que o OI pode nos ajudar nesse sentido?

******

Tradutor, Bragança Paulista (sp)

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem