Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1021
Menu

CIRCO DA NOTíCIA >

Vídeos nazistas são ‘escandalosos’, diz deputado

29/08/2007 na edição 448

O sítio de compartilhamento de vídeos YouTube foi criticado na Alemanha por hospedar clipes que incitam o ódio racial, noticia Nicola Leske [Reuters, 27/8/07]. Dentre os vídeos citados, estão uma propaganda anti-semita de 1940 e dois clipes musicais da banda de rock alemã Landser, que mostram cenas de operações militares nazistas na Segunda Guerra Mundial.


O caso foi debatido no programa Report Mainz, da TV pública ARD, que divulgou que o vice-presidente do Conselho Central de Judeus da Alemanha, Salomon Korn, considera processar o Google, proprietário do YouTube. O deputado Dieter Wiefelspuetz, do Partido Social Democrata, também participou do programa e disse que manter os vídeos hospedados no YouTube é algo ‘escandaloso’. O sítio Jugendschutz, destinado à formação de jovens, disse ter reclamado com o Google na Alemanha mais de 100 vezes, pedindo a retirada dos vídeos – alguns deles estão disponíveis há mais de um ano.


Mais de 60 anos após o Holocausto, a Alemanha ainda enfrenta o surgimento de apoio a idéias nazistas. A violência neonazista no país alcançou, recentemente, seu mais alto nível desde a reunificação, em 1990.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem