Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº975

CÓDIGO ABERTO > Desativado

A sete na caçapa e o taco que espirrou

Por Luiz Weis em 07/02/2008 | comentários

Uma coisa é uma coisa. Outra coisa é outra coisa.

Uma coisa é revelar, como faz a Folha hoje, que “os cartões de crédito corporativo do governo foram usados por servidores de universidades federais para pagar contas de mais de R$ 1.000 em restaurantes de luxo, além de compras de padarias de alto padrão e e, lojas de festas’.

É um escândalo.

Uma coisa ainda é revelar, como fez o Globo ontem, o “pagamento de R$ 1.400 em favor da DF Sinucas, loja especializada em material de lazer”, feito pelo servidor Francisco R. M. Silva, lotado na coordenação geral de recursos logísticos, do Ministério das Comunicações.

É um escândalo.

Este eventualmente levará à demissão do responsável, informou nota do Ministério. [Ontem mesmo se apurou que o gasto se destinava ao conserto de uma mesa de sinuca que fica na sala dos motoristas da sede das Comunicações, desde 1992 ao que parece.]

Outra coisa, enfim, é revelar, como faz o Estado hoje, que “os dez funcionários responsáveis pelas despesas relacionadas diretamente com a Presidência gastaram em 2007 com cartões corporativos um total de R$ 3,6 milhões”.

É… o quê?

Leia-se a matéria de cabo a rabo, com todas as suas palavras e números, e não se saberá se aquele total é muito ou pouco, quanto dele é lícito, quanto é irregular – em suma, onde o escândalo, se é que existe?

Cada uma a seu modo, as três matérias são representativas de outras tantas, para o bem ou para o mal, que poderiam ser citadas a partir do momento em que o mesmo Estado achou o caminho das pedras no Portal da Transparência da Controladoria Geral da União. Isso lhe permitiu noticiar em primeira mão, a 13 de janeiro, o aumento explosivo dos pagamentos e saques com os cartões de crédito do governo, de 2004 a 2007.

Permitiu também, escarafunchando-se no Portal os gastos da então ministra da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, descobrir uma pilha de pequenos, médios e grandes gastos impróprios com o dinheiro público de plástico. Graças ao meticuloso trabalho da imprensa, objetivamente em defesa do interesse comum, o presidente Lula exigiu que Matilda virasse ex.

A imprensa também acertou a bola sete na caçapa com as citadas matérias do Globo e da Folha. Mas no Estado de hoje o taco espirrou.

É o eterno espectro que ronda o jornalismo de denúncia, quando publicações, editores e repórteres saem feito doidos, um dia sim, o outro também, para agarrar antes dos outros as mais cabeludas vergonheiras dos poderosos da vez.

O espectro se materializa nas denúncias eventualmente vazias, no todo ou em parte, apresentadas como provas transbordantes de malfeitos palacianos, ou de quem quer que seja.

O mal que essas antimatérias causam não é um, são muitos.

O pior deles é induzir o leitor, diante de um título como “Gabinete de Lula gastou R$ 3,6 mi com cartões” a pensar, pavlovianamente, que aí tem. Se está no jornal com jeito de dedo em riste, esbórnia é.

Na imensa maioria dos casos, o leitor não irá se enfronhar na entorpecedora numeralha que parece evidenciar outro aparente escândalo. Mas, se tiver tempo, paciência e bom senso, acabará perplexo, se perguntando:

“E daí?”

Daí já era.

Todos os comentários

  1. Comentou em 09/02/2008 Walter Regis

    O exercício intelectual que temos praticado ao ler alguns articulistas e comentaristas é sem dúvida benefico, faz com que aprendamos a pensar e analisar, o que os jornalistas desejam realmente comunicar, os orgãos e assim por diante.
    Penso que deveriam apenas retirar os extenso curriculo acadêmico de suas apresentações, as opiniões fatalmente recairão sobre as instituições de ensino.
    O Sr. Luiz Weis é um exemplo lamentável disso.

  2. Comentou em 08/02/2008 Ivan Moraes

    ‘incitam o ódio (como por exemplo o comentário do Ivan Moraes sobre os paulistas) ou usam os alegados ‘problemas no tempo do FHC’ para justificar qualquer corrupção que exista atualmente no desgoverno Lula’: ‘ALEGADOS’? Voce continua lendo sem ler o que escreve, Thiago. Nao foram problemas ALEGADOS, foram provados acima de qualquer suspeita e milhoes de brasileiros passaram fome por causa deles. Nao incito e nunca incitei ‘odio aos paulistas’ porque brasileiro nao precisa de incitamento pra detestar o que eles fizeram e fazem. Por exemplo, porque voce nao CONTA MANUALMENTE os comentarios racistas de leitores na imprensa brasileira todinha dos ultimos dois anos, que eh a epoca que eu estou prestando atencao na media brasileira? So da paulista nessa listinha, ta bom? Isso so pra parar em ‘racismo’. Paulista pensa que problema de Sao Paulo eh problema do pais todo mas problema do pais todo nao eh e nunca foi problema de Sao Paulo: EH SIM. Vai tirando seu malufinho e seu serrinha da chuva, paulistada, que a mineirada tira seu aecinho manco da chuva tambem. Trato?

  3. Comentou em 08/02/2008 douglas puodzius

    Se fizesse seu trabalho como deve, Weis observaria que nenhum dos grandes jornais de são paulo, nem radios ou tvs, falaram sobre 44% dos mais de cem milhões gastos em cartão corpororativo em sp feitos através de saques na boca do caixa. Se Weiss não estivesse tão preocupado em repercutir o PIG (Partido da Imprensa Golpista) e se sua indgnação não fosse seletiva, estaria cobrando CPI também em sp. Se Weiss estivesse reaçmente interessado em saber algo ele estaria cobrando da oposição que apoiasse a CPI abrangente desde 1998 porque por incrivel que pareça o montante destes gastos era muuuiiiito maior apesar da estagflação que nos encontravamos. Mas não há esperança, nossa imprensa é pirata e esta olhando tapioca com o olho da luneta e com o olho do tapa-olho analisa mais de cem milhões de reais. Ah! Se nosso O.I. não fosse Pirata…

  4. Comentou em 08/02/2008 Ruy Acquaviva

    Sra. Eliane Flores Flores, estudante (BH/MG)

    O importante não é fiscalizar o uso dos recursos públicos, é usar essa fiscalização como retórica político eleitoral contra o Lula.

    Então que se dane a roubalheira do governo FHC e do governo estadual paulista, não é mesmo?

    É injustificável para a oposição, querer investigar apenas o governo federal de Lula e abafar toda e qualquer investigação sobre os seus próprios governos.

  5. Comentou em 08/02/2008 Fernando Schweitzer de Oliveira

    Ein? (Peço a moderação que publique meu ein… Tá bom? Ein?)

  6. Comentou em 08/02/2008 cid elias

    Até onde sei, este espaço é para observar a imprensa, embora observadores da casa prefiram observar somente e tão somente o Gov. Federal. Em vista do objetivo do OI, sugiro uma reflexão: quando saiu o relatório da PF e a reportagem da Istoé sobre o VALÉRIODUTO TUCANO, o qual segundo a PF movimentou dinheiro público, ôps, desviou algo próximo a R$ 100 Milhões do dinheiro público, e cujas provas são definitivas, a imprensa segurou 4 dias para soltar notícias modestas, sem manchetes, sem capas, sem citar os tucanos nem seu gestor/criador ex-pres. do psdb, dirigindo-as para o Ministro do Lula. Sabem quantos artigos os principais quadros do Observatório da Imprensa dedicaram à vergonhosa omissão da imprensa que dizem observar: NENHUM. Dines(beirando a insensatez resolveu escrever sobre o Dossiê Vendoin!), Rolf, Ivo, Weis…nada. Não estamos falando em tapiocas de oito reais ou free shops de quatrocentos, mas de cem milhões, agravado pela declaração do mentor do valerioduto, SENADOR azeredo, que parte da grana foi para a campanha da reeleição comprada do fhc! E nada. Contem vocês quantos artigos-tapioca foram publicados SÓ nesta edição do OI, contem. E não me venham com esse discursinho de encobrir um roubo com outro porque não é disso que estou falando. A primeira coisa que afirmei foi que a atitude da ministra é inaceitável e ela deve responder por isto. Estaríamos a brincar de OI?

  7. Comentou em 07/02/2008 Eliane Flores Flores

    Sr. Fernando Martins: o brasileiro está comendo melhor, seu empregado também está com uma vida melhor, então que se dane a roubalheira do governo, não é mesmo?

  8. Comentou em 07/02/2008 Eduardo Guimarães

    Muito bem, não querem que se ‘justifique’ a corrupção presente, que é investigada, com a corrupção passada, que não era investigada – como se alguém estivesse fazendo isso. Mas agora que sabemos que o governo Serra gastou 100 milhões com cartão corporativo e que quase 50% foi sacado em dinheiro em caixas eletrônicos, seria bom a gente conferir os detalhes desses gastos, tais como data em que foram feitos, CNPJ da empresa que recebeu os pagamentos e o CPF e o nome de quem usou o cartão. O que? Nos gastos do governo paulista não dá para se obter tais informações porque o governo paulista não permite que qualquer um tenha acesso aos gastos como faz o governo Lula? Bem, sem problemas. Agora que Paulo Henrique Amorim levantou essa lebre, amanhã mesmo vamos ter reportagens nos jornais sobre a falta de transparência dos gastos do Serra, certo? E as suposições, naturalmente. Ou não? Ah, sei, não se pode ‘perder o foco’, não é? Golpismo agora se chama ‘foco’. Gente, mas que cara-de-pau. E o pior é que a Folha teve acesso às informações que o PH levantou e não publicou uma linha. Até o ombudsman chiou. Escreveu que como a Folha é de São Paulo, presta um ‘desserviço’ aos leitores ao não cobrir o governo paulista. E ainda reclamou de cartas de leitores serem todas ‘no mesmo tom’. E ainda tem mais: reclamou da sacanagem c/ o ministro Orlando Silva. Ah, o ombudsman também é ‘petista’…

  9. Comentou em 07/02/2008 Kleber Carvalho

    O “jornalismo esgoto” e descaradamente tucano também não deu manchetes aos dados da CGU sobre os gastos do governo FHC com suprimento de fundos (que envolvem os cartões corporativos). Eles foram de R$ 213,6 milhões, em 2001, e de R$ 233,2 milhões, em 2002. No governo Lula, eles foram reduzidos e mantêm-se, nos últimos cinco anos, a média anual de R$ 143,5 milhões. Segundo a CGU, as despesas só superaram este patamar em 2007, atingindo R$ 176,9 milhões, devido às despesas da Abin na segurança dos jogos Pan-americanos, à realização de dois censos do IBGE e à intensificação das operações da Polícia Federal. Elas representaram 82,4 do aumento dos gastos com cartões.O pig náo toma jeito.

  10. Comentou em 07/02/2008 Thiago Conceição

    Interessante notar que dessa vez a quantidade de pessoas reclamando da roubalheira é maior que o normal. Geralmente aqui no OI a imensa maioria das mensagens são pró-Lula. Mas há vários leitores que já perceberam o modus operandi da esquerda, eles incitam o ódio (como por exemplo o comentário do Ivan Moraes sobre os paulistas) ou usam os alegados ‘problemas no tempo do FHC’ para justificar qualquer corrupção que exista atualmente no desgoverno Lula. Essas pessoas são muito [ ] e antiéticas. Não acredito que sejam burras, são simplesmente sociopatas. Ideologicamente cegos, acreditam que mentir em nome da ideologia é certo, e que usar os outros e o povo brasileiro para seus projetos de poder é positivo. Tenho certeza que o OI se publicar a minha mensagem a picotará vários termos aqui presentes, pois ferem a sua sensibilidade esquerdista. Assim como em outras ocasiões pessoas me xingando com palavrões e outros termos pejorativos tinham comentários livres de censura e as minhas respostas ou eram censuradas integralmente ou eram picotadas a ponto de não ser possível entendê-las com o mesmo grau contundência com o qual se referiam a mim.

  11. Comentou em 07/02/2008 Ivo Lucchesi

    No mínimo, é entediante acompanhar essa ‘guerrilha’ entre facções do ‘páis das continhas’. Que tal olharmos para frente? Tudo bem, erros houve antes e agora. O governo atual já tomou a medida de suspender o cartão corporativo dos ministérios. Bem, e doravante? Teremos mais uma CPI, em ano de eleição, para dar visibilidade a todos os políticos direta e indiretamente interessados nos ganhos municipais. Ao final da CPI, constataremos irregularidades de parte a parte. Ficará, pois, por isso mesmo. Teremos de agüentar depoimentos sobre três cervejas a mais na churrascaria ‘tal’. Sim, e daí? Nada. A imprensa já fez seu papel em trazer à tona a questão. O governo, por sua vez, respondeu com a suspensão do expediente. Que tal, então, pensar o Brasil para adiante? E a tensão crescente entre Venezuela e Colômbia, capaz de redefinir linhas de força na América do Sul? Enfim, sejamos mais responsáveis na tentativa de melhorarmos no que pudermos, sob pena de vendermos a imagem do país ‘ão’ quando não passamos de ‘inho’. Nós é que podemos colaborar para uma direção histórica mais consistente.

  12. Comentou em 07/02/2008 marina chaves

    mas nao tem nada…….. afinal vivemos na terra de que iguais nao sao tao iguais assim……… o coitado do cidadao que usa o limite do seu cartao de credito com certeza devoverá esse dinheiro com juros……… mas a senhora ministra da casa civil já esclareceu a naçao atonita de que os nobres detentores do cartao corporativo nao precisam chegar tão longe……. juros nem pensar……… e eu fico cá a pensar quantos vao devolver de fato caridoso emprestimo ……….. a entrevista, na verdade foi patetica, queriam explicar o inexplicavel……….. e eu tive do do franklin martins………. coitado! e o lula sumiu, tomou doril………. acho que ele estava com medo do PIG!

  13. Comentou em 07/02/2008 Ivan Moraes

    Quem sao os editores dos jornais paulistas? EU quero a cabeca de todos eles!

  14. Comentou em 07/02/2008 Ivan Moraes

    ‘Na Folha, até agora, nenhuma opinião de leitor com outra visão sobre esse episódio foi publicada, apenas opiniões com o mesmo teor anti-Lula. Gostaria de saber o porque disso.’: porque o Brasil nao tem um State Department pra chamar os jornais e pedir a cabeca do editor numa bandeja. Eu EXIJO que a Policia Federal chame a Folha agora nesse instante e peca a cabeca do editor da Folha num pirinho de cafezinho.

  15. Comentou em 07/02/2008 Marco Antônio Leite

    Caro liberal, prove que o trabalhador esta comendo melhor e, que CPMF era para o bem estar da saúde pública. Sonhar só ocorre dormindo, acordado a situação é diferente, tratamos cara a cara com a realidade do mundo dos poucos privilegiados e, dos muitos miseráveis. Acorde menino saia um pouco do seu mundo mental e vá dar um giro na periferia do país, com certeza, você ira chorar de dó ao mesmo tempo de raiva. Não seja despolitizado ou então massa de manobra dos malandros de plantão!

  16. Comentou em 07/02/2008 Marco Tognollo

    ‘Graças ao meticuloso trabalho da imprensa, *objetivamente em defesa do interesse comum*, o presidente Lula exigiu que Matilda virasse ex’….

    AHAHAHAHA…Faz-me rir Weis.

    Interesse público? Os governos estaduais e municipais nada divulgam e os jornais, que preservam o interesse público (ahah) nada dizem…..

    Trabaçho minucioso? Basta entrar no site do governo federal e acessar a lista. o tal trabalho minucioso parece alunos de colégio que baixam da internet a pesquisa…..

  17. Comentou em 07/02/2008 Cid Elias

    Ivan, lembro muuito bem! Esperar o quê de gente que se acha informada por ler estadinhos, falhas, vejasQmentiras e grobos? Pobres criaturas perderam a capacidade de pensar por si. A exposição prolongada aos raios marrons do pig atrofiou a área do cérebro destes coitados, responsável pela percepção correta da realidade. Os adestrados dasluzianos não percebem mais a diferença entre a verdade e a mentira, entre os fatos e os factóides, entre o verdadeiro jornalismo e o jornalismo tapioca que engolem diariamente. Para comprovar quão desinformados são estes paladinos dos bons costumes, duvido que algum, sem recorrer a mecanismos de busca, consiga me responder: 1-Como se chamava o ex-ministro que participou da privatização fraudada da Vale do Rio Doce, desempenhando inclusive o papel principal de ‘bater o martelo’ e lesar a nação em módicos noventa Bilhões de reais?
    2-Qual governador foi condenado há pouco mais de um ano, junto com o ex-ministro Pedro Malan, à restituir 200 milhões de reais aos cofres públicos?
    3-Qual governador tem como vice um cidadão que até pouco tempo era SÓCIO do Marcos Valério da SMP&B?
    Obviamente os acusadores abaixo não viram, não ouviram, não souberam…

  18. Comentou em 07/02/2008 valmir perez

    Não importa mesmo quanto foi roubado daqui ou dali. Se saiu pelos cartões, pelas malas, pelas cuecas ou pelos bueiros. O que deixa triste o cidadão mais sensível é o quanto as pessoas desse mundo estão iludidas com o materialismo e com consumismo. Estamos matando nosso planeta para comprar porcarias em Miami que são fabricadas na China e, quando um político ou seus capangas se apoderam de dinheiro público, que serviria para amenizar o sofrimento de muitos e preparar o futuro de outros, apenas para comprar mais e mais, para querer mais e mais aparecer bonito na cena, dentro de um carro importado, mais a gente fica sabendo que as próximas gerações terão muito o que reclamar. Não importa se um idiota que faz isso é de um partido ou de outro. Só mesmo outros idiotas não enxergam que o problema é muito mais grave e muito mais profundo do que apenas uma questão de partidos e de política. Trata-se mesmo de uma questão de ética e de sobrevivência. Do futuro das gerações que estão chegando. nessa geração que certamente irá sofrer futuramente com todos esses abusos, estão tanto os filhos do sorveteiro quanto os filhos do governador. mas política serve para isso mesmo, para desviar a atenção das coisas mais simples e mais importantes da vida. Enquanto discutimos política não conseguimos discutir a vida na sua mais profunda validade. Somos consumidores de idiotices.

  19. Comentou em 07/02/2008 João Humberto Venturini

    Caro Weis: Gostaria de saber por que a imprensa paulista é tão seletiva quando aborda esses tipos de assuntos? Digo isso, porque nenhum jornal até agora revelou que o governo do estado de SP também gastou com cartões corporativos o equivalente a 108 milhões de reais, sendo 44% sacado direto no caixa. Por que a Folha e nem o Estadão fazem reportagens sobre isso tb? Acho q a imprensa esta certa ao questionar esses gastos do governo Lula, mas qdo isso acontece apenas na esfera federal, isso da muitos argumentos aqueles que dizem q a imprensa é partidária. Na Folha, até agora, nenhuma opinião de leitor com outra visão sobre esse episódio foi publicada, apenas opiniões com o mesmo teor anti-Lula. Gostaria de saber o porque disso.

  20. Comentou em 07/02/2008 arnaldo boccato

    Só pra registro: ótimo que se tenha ‘Transparência Antes que Tardia’ a partir de Lula. FHC, Serra, Requião, Zeca do PT, Dilma, Virgílio, metade do ministério, se mais alguém pisou no tomate dos cartões, que se [aqui caberia um palavrão, colchete meu]! Não importa quem, merece investigação e, se for o caso, punição! Mas política é que nem futebol, onde a paixão pela camisa embaralha a análise objetiva das falhas e acertos do time. O artigo do Luis Weis – contras e a favor, lembrem disso – aponta acertos e cacas da imprensa no caso dos cartões corporativos. E o pessoal que tem procuração do atual governo federal (ou, para justiça, seria do partido majoritário no governo federal?) já abre o saco de jargões e táticas manjadas pra se esquivar de algum eventual respingo desse enorme e útil ventilador recém-descoberto. Um escorregão da mídia, justo agora, poderia prejudicar uma linha séria e eficaz para a cobrança dos inquilinos do poder – qualquer inquilino, ‘patrulheiros’ de plantão.

  21. Comentou em 07/02/2008 Fernando Martins

    E daí? Daí que, mesmo com tudo isso, a vida de meu empregado melhorou, ele come melhor, trabalha com carteira assinada, e se a imprensa e a oposição não fossem irresponsáveis e não boicotassem a CPMF e seus 40 bilhões que seriam aplicados em saúde, a saúde do filhos dele melhoraria mais. Daí que ele não acredita mais na imprensa e numa oposição que têm mentalidade colonizada e se empapuçam e regurgitam idéias defasadas, extasiadas por conseguirem o troco do café após vender o País.

    Sim, daí já era a credibilidade de uma imprensa e uma oposição que definham, agonizam em praça pública.

  22. Comentou em 07/02/2008 Ivan Moraes

    Sid, lembrastes do que te falei?(:-) Conte os comentarios ignorantes, de quem nao tem a menor ideia do que esta falando, e conte entre eles os paulistas. Paulista so da burrada, eh incrivel! Parece mentira! E ainda teem a ousadia de falarem em ‘grotoes’ dos OUTROS estados! Eita gente cara de pau! E mesmo assim vao ter que abaixar a crista, e nao eh pouco, pra conversar com o resto do pais.

  23. Comentou em 07/02/2008 Alexandre Pinkovai

    As informações de desvios/utilização indevida, etc. que , frequentemente, chegam ao conhecimento público, creditemos ao sistema democrático, que permite que elas sejam divulgadas.
    O que causa preocupação é não vermos a imediata ação, dos que, por dever, são responsáveis em apurar e punir o mau uso dos recursos públicos.
    De vermos os que incorretamente deles se apropriaram, não serem responsabilizados, o que, sem dúvida estimula e incentiva estas ações lesivas a sociedade brasileira.

  24. Comentou em 07/02/2008 Cid Elias

    Weis, lembrastes do que te questionei? O moralismo tapioca dos inquisidores fanáticos pelos franciscanos gestores choque de gestão e banho de ética com água da fossa, abunda em muitos dos comentários hidrófobos abaixo. Guardiões da moralidade caolha e usuários de viseiras imprensaleiras, repetem como papagaios os castanhos noticiosos do pig. Estou certo que a CPI vai revelar muuuuitos nomes ‘quentes’ relacionadoa ao braço político do pig e quem sabe ao próprio…A CGU, bem como a Polícia Federal deste governo, não brinca em serviço. Vou dar só um aperitivo do que vocês, acusadores de ocasião, terão o prazer de saber com o desenrolar da CPI:
    ‘ Ex-ministro do governo de F H C, o tucano Arthur Virgílio, logo que soube que o Governo recolhera as assinaturas para instaurar a CPI dos Cartões, apressou-se em dar explicações estranhas…Ele contou que usou o cartão de crédito corporativo durante o período em que esteve à frente da Pasta da Articulação Política. “Usei o cartão através de um assessor. Mas a responsabilidade dos gastos é minha. Se algum assessor me fez de bobo e gastou no que não devia, a culpa é minha”, afirmou Virgílio. ‘ Só falaram em fazer CPI desde FHC e o Arthur , o 3%, já está se justificando…ai tem mutreta!'(CE – Entrelinhas)

  25. Comentou em 07/02/2008 Ivan Moraes

    ‘Mandou d. Dilma VETAR na internet a exposição da ‘FARRA DOS CARTÕES’, em nome da segurança dos seus ilustríssimos usuários’: mentira. Eh a seguranca de seus filhos que esta envolvida quando os gastos estao expostos como estao, e ele tirou algumas das contas da internet por questao de seguranca. TODAS elas permanecem sujeitas a escrutinio legal e judicial.

  26. Comentou em 07/02/2008 maria alice fernandes

    Lula eatá certo. Mandou d. Dilma VETAR na internet a exposição da ‘FARRA DOS CARTÕES’, em nome da segurança dos seus ilustríssimos usuários. Para ele, não teria cabimento desnudá-los aos olhos críticos da Nação . Afinal,o dinheiro do governo é uma coisa ‘pública’ mas sua gastança é uma ‘PRIVADA’.

  27. Comentou em 07/02/2008 Ruy Acquaviva

    O fato é que o próprio governo coleta assinaturas para uma CPI que investiga ele mesmo e ainda por cima na casa onde o governo tem maioria mais frágil… E a mídia atarantada ainda está noticiando como se o governo quisesse barrar a CPI. Daqui a pouco eles irão querer barra a CPI porque não querem que a roubalheira do governo FHC seja revelada. E por que não se cobra nada dos governos estaduais e municipais? Porque eles só querem usar a questão como retórica na sua luta político-partidária. Não tem seriedade nem competência para admitir uma investigação à sério de todos os níveis de governo.

  28. Comentou em 07/02/2008 Paulo Cesar Lima Bastos

    Já está marcada a data da renúncia de Lula?

  29. Comentou em 07/02/2008 Ivan Moraes

    ‘Isso defenda a corrupção atual justificando-a pela corrupção passada’: 1-esse eh o Observatorio da iMPRENSA. 2-o assunto eh a parcialidade DA MEDIA, o post em discussao reclama do ‘escaaandalo’ mediatico de um gasto de 3.6 milhoes quando nem sequer existe explicacao ainda pro gasto em si, e pra isso aponta a dois acertos da media. 3-aponte me uma unica pessoa que esteja ‘justificando corrupcao passada’ nesse espaco. 4-a ‘corrupcao passada’ nunca foi descoberta PELA MEDIA nem no passado e nem no presente. Eh o governo presente que esta colocando o escrutinio publico pra fiscalizar gastos que de outra maneira necessitam facilmente de 6 dezenas de funcionarios de fiscalizacao. Agora que isso esta esclarecido, ja temos as contas do governo federal e algumas de SP (todas ainda nebulosissimas como seria de se esperar dado o andamento dos casos). Nem vou perguntar pelas do Parana porque nao tenho uma unica duvida a respeito da honestidade de Requiao, mas e as outras? Minas esta chegando cedo? Maranhao? Amapa? Alagoas? Sergipe?

  30. Comentou em 07/02/2008 Marco Antônio Leite

    Queima-se muita vela, chora-se muito para pouco defunto ou defunto que já estava putrefato. Essa dos cartões é fichinha para escândalos que ainda estão em bico de sinuca lá pelas casas de jogatina, nos labirintos do planalto central. Somente um bom jogador, quem sabe Rui chapéu, para matar a bola sete e levar a polícia a desvendar outros tantos crimes de lesa pátria, que ainda estão escondidos nos corredores da casa de jogos entre outras luxurias do mundo pecaminoso. Nessa história, o povo faz a vez da bola reserva, só entra em jogo quando o placar já esta definido. Em suma, sugiro ao governo Federal a criação do Ministério dos cartões de saque e saqueados deste Brasil varonil!

  31. Comentou em 07/02/2008 Jose Maria Florencio

    Não adianta chiar, o governo do Senhor Lula da Silva gastou Noventa e Seis Milhões e Seiscentos Mil Reais e estamos conversados. Tenham do, será que o povo e tão burro assim pra não ter nenhum tipo de discernimento. Gente, e muito dinheiro desperdiçado por esses transloucados. Não importa quem, o Lula da Silva, seus familiares, seus acessores, seus seguranças, ou mesmo, o próprio satanaz, todos deveriam estar enquadrados na lei que rege os cidadãos desse Pais, apropriação indébita de qualquer quantia, seja quanto for, deveria levar os infratores a cadeia, ai sim, estaria se fazendo jus a moral e aos bons costumes, dando assim respaldo a lei de Segurança Nacional a que tanto se apegam.
    Aqui tudo se manipula, tudo se modifica, tudo se transforma conforme a vontade e necessidades de alguns. Infelizmente, a maioria do povo Brasileiro e como papel em branco, aceita tudo!!!

  32. Comentou em 07/02/2008 jonga carvalho carvalho

    Afinal, o que o governo do PT CRIOU?ATE os cartões foram do PSDB,O MENSALÃO, tudo ,tudo.Os cara não tem competencia, pra nada meu DEUS.agora, por tras do PIG(PARTIDO DO IG)está com certeza, a igreja universal do bispo Edir Macedo.PHA É [ ], FRUSTADO.Jornalista da record, participa ate de programa de baixo nivel na empresa.Que fim lamentavel deste jornalista.OLA;COMO VAI?TUDO BEM?

  33. Comentou em 07/02/2008 ANAILDO Soares

    O que eu acho mais absurdo não é essa roubalheira e esse dispêndio com o dinheiro público, é o povo que vê tudo isso acontecendo e ainda cai nas publicidades enganosa quando chega ano de eleição para as pessoas, principalmente as de baixo níveis culturais e econômicos, sairem de suas casas para fazer valer o seu voto e seu compromisso como cidadão de um país, com licença da palavra, chamado Brasil.

  34. Comentou em 07/02/2008 José Orair da Silva Silva

    É fundamental que a borduna que sempre desce no lombo do Chico,desça também no lombo do Francisco e assim as irregularidades devem ser investigadas independentemente dos governos ou correntes políticas a que pertençam os eventuais transgressores. Tudo e todos devem ser investigados. Por outro lado, os cartões corporativos representam um avanço e o portal de transparência do poder executivo federal pode significar um marco na administração pública brasileira. Precisamos é fazer uma campanha para que todos os governos estaduais, os poderes judiciário e legislativo, as prefeituras municipais, as empresas estatais, as ONGs, enfim, para que quaisquer organizações que lidem com dinheiro público tenham também os seus portais de transparência e possam ser, efetivamente, fiscalizadas pela sociedade. o governo de São Paulo, o estado mais rico da federação, pode marchar à frente dando o exemplo. O poder judiciário, sempre cioso de sua moralidade, pode seguir o exemplo e assim sucessivamente. E assim teremos um belíssimo campeonato de transparência envolvendo todos os poderes e organizações da sociedade onde nós, cidadãos, seremos os árbitros. Será muito instrutivo e interessante…

  35. Comentou em 07/02/2008 clovis bento bento

    PROFESSORA VALÉRIA A SRA É A FAVOR DA DITADURA, MILITAR OU CIVIL?
    EXCESSO DE DEMOCRACIA NÃO É BOM, ESTA É MINHA OPINIÃO SRA

  36. Comentou em 07/02/2008 erubson albuquerque

    Esses comentários são censurados? Não pode falar mal de paulo henrique amorin? Se isso não for verdade publiquem o meu comentário anterior. Obrigado democratas de plantão

  37. Comentou em 07/02/2008 marcos montoura

    Quem é onipresente meu amigo.É amigo do rei?É amante da dama? è o chefe de arrecadação dos impostos do reinado? Piada tem hora. Estamos falando do País e de como todos os dirigentes roubam do povo o direito de viver em um país decente e sem larápios coordenando os seus destinos.
    Isso defenda a corrupção atual justificando-a pela corrupção passada. Essa é a sua cara e a cara dos paladinos do presidente. A minha não, pois eu tenho vergonha na cara .

  38. Comentou em 07/02/2008 Edna de Godoy Oliveira

    De todos os comentários, em minha opinião como cidadâ brasileira ,o único que vale a pena ler é o do Claudio Dias, pois é o que me parece estar consciente de que toda esta dinheirama, é nossa, do povo. Também não me interessa se é PT ou PSDB ou outro que usa indevidamente o dinheiro alheio. Ele é nosso e previsamos saber sim, onde e como é gasto, enquanto o resto do país está em plena miséria de saúde, educação, salário mínimo etc. O nível do povo não melhorou, está cada dia pior. E estes senhores fazendo a maior lambança com nosso dinheiro. O que eu fico P da vida com o pT e que antes jogava pedra no telhado dos outros e agora mal se pode bater à porta deles. Ficam furiosos. Não há que ter CPI ( pois é mais gasto). Há que se ter ética e moral mnestes nossos representantes.

  39. Comentou em 07/02/2008 robson gouveia gouveia

    É só o governo revelar e detalhar todos os 3,6 milhões, com comprovantes,e ficaremos sabendo o que é licito e além de lícito o que é moral!Com a palavra Dona Marina, a primeira dama( não sei se devo chamá-la de dona e muito menos de primeira dama.

  40. Comentou em 07/02/2008 joão Cirino Gomes Gomes

    João Cirino Gomes
    jcirigomes@ig.com.br

    Bom em principio acho que alguns dos ideologistas deste país se revoltaram, e se esqueceram das suas ideologias, pois o povo continua sendo induzido a pão e circo, e não tem quem os desperte; O negocio é futebol carnaval, e saber quem comeu quem no big-broder; depois vota errado e reclama do politico, dizendo que neste país não tem justiça social! Vamos acordar! Na antiga Roma os gladiadores eram os cidadões usados para divertir e entreter a população, enquanto NERO ROUBAVA! E esta estratégia é usada até hoje pelos políticos que temem uma revolta do povo sofrido e enganado, que vive de pão e circo e lhes da vida mansa!

  41. Comentou em 07/02/2008 erubson albuquerque

    Paulo henriquinho amorim é uma piada. O seu blog censura opiniões contrárias e depois vem falar de ‘PIG’ seja lá o que for isso. Pig para mim quer dizer porco em ingles. E é porca toda a retórica que quer defender o estelionato do governo federal atual com base em governos ,também estelionatários , do passado. Cansamos. Basta de impunidade doa a quem doer, petistas ou tucanos, mensaleiros ou lulistas e toda essa [ ] que me enoja! Não existe defesa para indefensáveis. Ainda temos que ouvir do lula que não existe nnguém mais idoneo que ele no Brasil, decerto não incluiu a primeira ‘não sei o que’ que lhe acompanha nos gastos dos cartões corporativos.

  42. Comentou em 07/02/2008 johny pessoa

    O que é mais engraçado nesse nosso Brasilzão de meu Deus é que quando aparece um escândalo como esse do famigerado Cartão Corporativo a preocupação é compará-lo com fatos anteriores para saber quem errou mais ou menos, e não apurar e punir os transgressores das normas legais vigentes. Ora, se o problema veio à tona, deve-se apurar e punir todos os envolvidos até onde a lei os alcançar. Sem essa de que o PSDB gastou mais que o PT ou vice e versa. Quem surrupiou dinheiro nosso, do povo brasileiro, deve ser punido exemplarmente, seja quem for, venha de onde vier, e ponto final.

  43. Comentou em 07/02/2008 Max Suel

    É, Luis, Cláudio e Décio … concordo com vocês …. ficam tentando justificar o injustificável dizendo que no governo anterior foi pior (o que é duvidoso), mas não vem ao caso. Não é porque José errou que João por ter também errado vira inocente. Fez malversação de dinheiro público tem que ter punição. Seja neste governo, seja no do Mal Deodoro da Fonseca. O caso concreto é que os gastos com cartão corporativo explodiu desde 2003. O caso concreto é que desde 2003 foi permitido fazer saques em dinheiro vivo, o que é lamentável e impossível de ser rastreado o uso. O caso concreto é que neste (des)governo lulo-petista-base aliada ‘ética e maravilhosa’, joga-se dinheiro pelo ralo (ralo deles, é claro). Ao Sr. Aquaviva: se FHC tem algo a ser cobrado, Justiça nele. Não pode é fazer acusação sem fundamento.

  44. Comentou em 07/02/2008 Carlos Esteves

    Já está na internet: em 2007, o governo FEDERAL gastou cerca de 75 milhões com cartões; já o governo ESTADUAL paulista gastou cerca de 108 milhões, 44% disso em saques, sem contar os gastos com gasolina que FHC faz com seu cartão de ex-presidente. E agora, o PIG vai ‘passar este país a limpo’ ou vai ficar enquadrado na categoria de ‘isto (o PIG) é uma vergonha’?

  45. Comentou em 07/02/2008 Arlindo Papal

    Muito acertada todas as denuncias pela grande mídia, Esse é o seu papel. Mas faltou dizer que todas as informações, não só sobre os cartões cooproativos, do governo Lula estão disponivel para conhecimento público, no Portal da Transparências, criado nesse Governo. É só acessar e navegar. não precisa de senha e de coisa alguma.

  46. Comentou em 07/02/2008 Djalma Prado

    Vejam o site do PHA hoje, falando dos gastos com cartões corporativos do governo de SP. Estão lá, discriminados, os gastos das secretarias do presidente eleito em 2007: R$108 milhoes. Vamos ver se o PIG vai noticiar e detalhar estas despesas. Acho que o assunto vai morrer depois desta. Vai embuchar a Folha e outros órgãos do PIG.

  47. Comentou em 07/02/2008 Edivelton Tadeu Mendes

    O que esperar de um cidadão, que ao longo da sua vida, pouco trabalhou, pouco estudou e se fez ( adquiriu conhecimentos ) na esfera sindical, onde os líderes ficam ricos do dia à noite, sem condições de justificar este crescimento de patrimônio?O que esperar?

  48. Comentou em 07/02/2008 maria alice montemor fernandes montemor fernandes

    O pior de tudo é que até os ditos esclarecidos, alfabetizados,cultos e etc…,não lêem as verdades que alguns poucos periódicos e bons jornalistas-analistas políticos ,pessoas sérias nos mostram de forma clara.
    Imagine o ‘povão’, que não tem acesso a essas ocorrências e quando tem, diz a triste frase :’são todos iguais’, justificando todas as maracutaias que ‘Ali Babá e os 40 ladrões ‘ protagonizam.
    A ‘coisa tá feia, a coisa tá preta’.
    Parabéns, sr,jornalista e professor Luiz Weiss.
    Cordiais saudações .
    Alice Fernandes

  49. Comentou em 07/02/2008 antonio ramos tavares neto tavares

    Me desculpe meu caro LUIZ, a partir do momento que se percebe que um governo è vergonhosamente escancarado o suficiente para comprar deputados e senadores ( mensalão ), rouba na cara dura e distribui cartões corporativos para qualquer gato pingado, eu duvidaria até quando se têm gastos realmente necessários.

  50. Comentou em 07/02/2008 jorge carrero

    Mais uma escândalo! Mais uma apropriação desse (des)governo… E daí? Mais um escárnio qu não vai dar em nada. É bem capaz de culparem D João VI por criar o Banco do Brasil… O brasil merece o que ta aí !

  51. Comentou em 07/02/2008 Antônio benvindo

    Será que a mídia brasileira se interessa pelos gastos efetuados com cartões corporativos? FHC gastou 244 milhões com estes cartões, Lula gastou 143 milhões e Serra em São Paulo gastou 110 milhões. A pergunta é: por que a mídia só noticia os gastos do governo LULA? por que a mídia não investiga os outros gastos? Por que a mídia cria tanta crise no governo LULA? Qual é o papel da mídia? O governo Serra gastou quase a mesma quantia do governo Lula, com um agravante: 44,6% foram saques nestes cartões. O governo FHC gastou 100 mihões a mais do que Lula, com um agravante: nunca foi fiscalizado pela mídia ou TCU. Sou contra pagamento de gastos pessoais e saques com estes cartões, no entanto sou favorável a sua manutenção pela transparência com os gastos. Resalto que o papel da mídia é vergonhoso. A mídia atual é um partido político de oposição. A mídia atual não informa, desinforma e provoca naúseas em leitores que tenham senso crítico.

  52. Comentou em 07/02/2008 Ricardo Pereira

    Como diria o velho ditado prussiano: se pode complicar, pra que simplificar? Qualquer auxiliar de contabilidade sabe que com cartao existe controle mais eficiente de gasto. Se for corporativo, melhor ainda. Os saques feitos em dinheiro para pagamentos diversos podem ser discriminados atraves de prestaçoes de conta a parte. O que nao dá pra engulir é o combate insano a este tipo de ferramenta economica.
    Fazer acusaçoes desta natureza sem discriminar o que é irregular é má fé descarada e devia ser punida com prisao por calunia. Quero ver se algum deputado tem peito pra propor uma lei que puna falsas denuncias. O PIG comeria o figado do infeliz antes da proposta ser levada a voto.

  53. Comentou em 07/02/2008 Pedro João Pettersen

    Um dos grandes males da ‘canaille’ é que os tais escandalos dos outros só aparecem depois que os seus são revelados, numa tentativa de criar um conflito generalizado para escapar de mansinho.
    Se o FHC gastou demais no governo dele, por que até hoje não investigaram? Conivencia?
    Se o FHC gasta demais em gasolina, porque isso só vem a público agora, depois de tudo?
    Se o Serra gasta demais, porque o PT até hoje, junto ao PMDB e outros, não fizeram a denuncia antes ou mesmo uma CPI em SP?
    Parece sempre que se esconde o mal dos outros numa atitude criminosa, para se usar como moeda de troca para evitar investigação de si mesmo, ou aplacar denuncias.
    E o pior é quando jornalistas da pior especie, fazem esse trabalho de denuncia para desviar foco.
    Que pais maravilhoso seria o Brasil, se as pessoas realmente investigassem e denunciassem, em vez apenas de citar os outros para generalizar o mal, numa confusão de comum com normal.

  54. Comentou em 07/02/2008 Vagner Vagner

    Ruy, O manipulador PHA usa dos memso subterfúgios do resto da imprensa : aponta uma pomba para edsconder o urubu.Não interessa a nenhum jornalista fidedigna e não comprado se ‘na época do Sr. tal se fazia assim’ [ ], se estava errado que estivesse, mas o partido que se disse superior a todos os outros NÃO tem o direito de repetir tudo igual. Uma escorregadela, td bem. Mas, tudo ? E os [ ] do Mino e o PHA [ ]do PT ! O que interessa é que eu posso me exprimir tanto quanto o [ ] PHA. Só não tenho um programa de TV para levantar minha audiência. CPI da impressa já !

  55. Comentou em 07/02/2008 joão cremoliche

    A GLOBO SÓ DÁ FORA …
    A transmissão do jogo Corinthians x Barueri (1 a 1) jamais será esquecida pela Rede Globo. E a lembrança será dolorosa, segundo os dados de ibope, antecipados nesta quinta-feira …, Isso já é prova que o povo não acredita mais na emissora (PIG) , então se o Bush falou aquilo, foi ver se a cor era rosa mesmo, pois o transito em são paulo está caotico por causa da bolvespa estar caindo, pois o japonês quer lançar aviõeszinhos de papel no espaço para ver se o Marcos goleiro do palmeiras melhora no p´roximo jogo, culpa do joão e do almeida, tinham mais de 10 galinhas , hoje só tem3 , pois o luxemburgo está com experanças .

  56. Comentou em 07/02/2008 Décio Soares

    A tropa governista entrou em ação para, como sempre, colocar o traseiro na frente do problema. Então, todos os espaços de comentários estão dominados pelo governo usando a mesma tática: não se comenta os gastos exorbitantes deste governo, mas procura-se falar que o FHC também fazia. Ora, isso é extremamente inocente. O comentário isento é: que se apure através de CPI ou não, todos esses gastos inconstitucionais do FHC e do Lula e parem com a roubalheira atual. Agora, a notícia que o governo que tirar da internet as informações… é um absurdo inaceitável e comprometedor. Para isso não há defesa. Invocar o passado para justificar o presente, pelo menos no que diz respeito a roubalheira, é inaceitável e digno de abertura de inquérito com prisão para todos.

  57. Comentou em 07/02/2008 Cláudio Dias

    Por mim, a CPI aconteceria e poderia ter por objeto os gastos em ambos os governos, tanto o atual como o anterior. Não me importa se o ladrão é do PT ou do PSDB, eis que o roubo de um não justifica em nada o do outro. E, em ambos os casos, os prejudicados somos todos nós e, em especial, a população mais carente desse nosso país. Respeitosa e honestamente falando, não consigo ententer argumentos que se importam mais com a etiqueta política do ladrão do que com o roubo em si…

  58. Comentou em 07/02/2008 waleria torres

    É uma vergonha esse jornalismo do Brasil. A profissão de jornalista – sem qualquer controle, sem um Conselho , em nome de uma falsa liberdade se dá cada dia mais para difamar, manipular, desinformar. Envergonhar qualquer profissional em qualquer área no Brasil.

    Cartões corporativos – no Estado, na iniciativa privada – onde trabalhei e usava em nome de minha empresa – existe é para isso. Almoços, jantares, propiciar a visitantes e clientes, conforto e uma boa estadia, e tudo o mais.

    Uma vergonha.

    O mundo tem uma crise economica grave. Isoo é NOTÍCIA.

    Obama pode ser eleito presidente e MUDAR O MUNDO – isso É NOTÍCIA.

    Chacinas em Sao Paulo NÃO CONTABILIZADAS pelo Estado de Sao Paulo – isso É NOTÍCIA.

    Se um reitor de uma universidade gastou 500 reais com um visitante estrangeiro num restaurante, isso NÃO É NOTÍCIA.

    Medíocres!

  59. Comentou em 07/02/2008 Luiz Pinto

    Porta IG – Diário Oficial eletrônico do Governo Federal.
    Porta-voz do Lula.
    Até o maquiavélico Zé Dirceu ‘colabora’ no IG…
    É o fim da picada…

  60. Comentou em 07/02/2008 Jose de Almeida Bispo

    Uma perguntinha: será que o Jornalismo Tapioca vai dar eco à matéria publicado por Paulo Henrique Amorim (aqui: http://conversa-afiada.ig.com.br/materias/477001-477500/477042/477042_1.html) acerca dos cartões corporativos do Estado de São Paulo?

  61. Comentou em 07/02/2008 Soldadonofront.blogspot.com front

    E porque não dizer que o Governo economizou bilhões com os pregões eletrônicos.

    A seletividade, a hipocrisia midiática é que perturba.

    Temos no Brasil uma mídia-política e golpista atuando sem limites.

  62. Comentou em 07/02/2008 Jorge Oliveira

    A oposição(DEM/PSDB/PIG), que sonhava em transformar a ‘CPI da TAPIOCA’ em mais um palanque midiático para tentar se mostrar como “guardiã da ética”, ficou incomodada com a iniciativa governista e passou a temer os efeitos de uma investigação que vasculhe as contas do governo FHC. As queixas de deputados e senadores do PSDB do DEM e jornalistas do PIG deixam claro que o objetivo da oposição não é produzir uma investigação séria, mas apenas faturar politicamente e manter o governo Lula sob permanente agenda negativa.

  63. Comentou em 07/02/2008 Carlos Estevs

    Agora espera-se que o Estadão e o PIG S.A. se debrucem sobre os gastos dos governos Paulista e Mineiro com seus cartões corporativos… Será que devo esperar sentado?

  64. Comentou em 07/02/2008 Cláudio Dias

    G1

    O chefe do gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Jorge Félix, afirmou, nesta quarta-feira (6), que os gastos feitos no cartão corporativo da Presidência poderão não mais ser divulgados no Portal da Transparência. ‘Estamos reavaliando essas informações. Se elas trouxerem algum prejuízo ao presidente da República, elas não mais estarão presentes no Portal da Transparência.’

  65. Comentou em 07/02/2008 Ruy Acquaviva

    O COMBUSTÍVEL GASTO POR FHC, daria para dar mais de 17 VOLTAS AO REDOR DA TERRA

    Estes são os gastos feitos pelo cartão do suposto encarregado pela segurança do ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso:

    2004 – R$ 4.683,45
    2005 – R$ 13.071,26
    2006 – R$ 13.480,10
    2007 – R$ 14.792,07

    Os gastos com gasolina foram efetuados inclusive enquanto o ex-presidente e sua mulher estavam em viagem no exterior.

    E os gastos com cartões corporativos eram muito maiores no governo de FHC, do que são hoje no governo Lula.

    Para maiores detalhes e considerações vejam o blog do onipresente (http://blogdoonipresente.blogspot.com/)

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem