Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Acordão na CPI instala a lista de Furnas no noticiário (2)

Por Luiz Weis em 04/02/2006 | comentários

Como diz um comentário ao meu texto de ontem, nada como um dia depois do outro.

A leitura dos jornais deste sábado não pode deixar margem a dúvidas: o acordão na CPI instalou – de vez – a lista de Furnas no noticiário. O site do UOL, na homepage, usa em título a expressão ‘caixa 2 tucano’, precedido do adjetivo ‘suposto’ para chamar matéria da Folha que aponta ‘falhas’ e ‘inconsistências’ no documento.

Isso não transforma a mídia numa câmara de querubins – o que jamais escrevi, ao contrário do que sugerem ou afirmam leitores, com menos equanimidade do que o debate público necessita.

Mas demonstra que mesmo a imprensa acusada de conspirar contra o governo do PT não pode dar as costas aos fatos. Se não por senso ético, ao menos por causa da concorrência.

Quando um jornal começa a dar um assunto com destaque, tendo como gancho um inquérito na Polícia Federal ou uma decisão de CPI, os demais, querendo ou não, gostando ou não, acabam encarando os fatos. Com esse ou aquele olhar, mas que encaram, encaram.

Como em tudo na vida, entre o preto e o branco há uma infinidade de matizes de cinza.

***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 10/02/2006 Gilson Raslan

    Todas as pessoas que estão fazendo comentários a respeito dessa matéria sempre se referem à dúvida da autenticidade da tal lista dos receptadores (receptadores mesmo), argüída pelo PSDB, PFL e mídia. Se esquecem, ou não tiveram acesso a ela (lista), de que ela veio acompanhada de um laudo pericial, dando conta de sua autenticidade. Assim, não há mais dúvida de que a mídia não dá mais espaço à matéria, porque, realmente, está comprometida com o PSDB/PFL. Aliás, a mesma mídia que põe em dúvida a autenticidade da lista do DIMASDUTO, em outras ocasiões publicou matérias não comprovadas, como foi o caso do VALERIODUTO do PT, levando-se em conta apenas as declarações do ex-deputado Roberto Jefferson, que agora são postas em dúvida a respeito do caso DIMASDUTO.

  2. Comentou em 05/02/2006 Célio Mendes

    Eu sinto ter que discordar Weis mas as capas das semanais desmentem a suposta equanimidade de tratamento por parte da midia que voce quer demonstrar, não falemos da Veja pois esta é descaradamente Tucana, mas as outras duas semanais não dão nenhum destaque a confirmação pelo antes festejado Roberto Jefferson que recebeu o dinheiro que consta na lista do Dimasduto tucano, como ja comentaram neste espaço com muito menos evidencias se levou mais a sério o ‘ouro de Cuba’. Não estamos falando de um complo organizado com reuniões secretas definindo quem ataca quem e quando mas sim de uma má vontade com o PT e uma extrema candura quando se trata da ave de belas plumas e bico emproado, denuncias contra os tucanos nunca faltaram agora interesse em apura-las nunca houve pelo menos não tanto quanto o que temos agora contra aquelas que envolvem os petistas.

  3. Comentou em 05/02/2006 Caca lips

    Tudo isso que estou vendo só posso crer numa coisa! Há armação da imprensa contra o governo sim!
    Quer dizer então que a história mirabolante de dólares cubanos tem validade, agora a lista de furnas não vale????
    Mas o Roberto Jefferson não é o herói para tanta gente? Acreditaram tanto nele no começo , porque não acreditar agora?
    Dois pesos e duas medidas!
    Qualquer papel higienico usado vale desde que seja contra o pt!
    Carlos Lacerda morreu, mas deixou suas crias…. affffe!

  4. Comentou em 05/02/2006 Mariadelourdescardosolima cardoso

    Achei muito pertinente a escrita desta palavra ,tão adequada ao drama POLITICO-das RAPOSAS -VELHAS(como já dizia meu querido Avô.)CONCORRÊNCIA !!! tá forte! o PÊFÊLÊ,é o campeão;pois até o GRAMPINHO pensa VELHO coitado! O FHC de SÒCIÒLOGO À BODE_VElHO ,misericordia! o medo da CONCORRÊNCIA ESTÁ INSTALADO nos nervos da CONFRARIA;resta-nos tratar da CAMPANHA EM TODO LUGAR CONTRA ESTE MAFIOSO TIME CUJA PROFISSÂO È CORRUPÇÂO .

  5. Comentou em 05/02/2006 Eduardo Guimarães

    Luiz, por que você não se espelha no seu colega Alceu Nader? Ele, no blog Contrapauta, deste mesmo OI, se revela um Jornalista (assim mesmo, com jota maiúsculo) que, diferente desses penas-pagas da grande imprensa que se deitam no chão para tucanos e pefelistas pisarem, enobrece e resgata essa profissão que esses mercenários dos grandes órgãos de imprensa tanto enlameiam.

  6. Comentou em 05/02/2006 Haroldo M. Cunha

    Caro Luiz,
    Você não enxerga ou não quer enxergar? Chame-se do que quiser, complô, armação, articulação, etc. Mas a dimensão desse fato, falso ou verdadeiro, não foi uma gota do dado pelo que acusava o PT de toda sorte de falcatruas. Ora bolas, os tucanos, pêfêlês (Tudo com acento garantido mesmo) e outros, ficaram 502 anos no poder, a corrupção anterior não vale? Como diziam os militares e seus comparsas na ditadura: revanchismo não! É esse o caso a ser aplicado presentemente? No início dos anos 1980 o Ivan Lessa vivia dizendo:’De 15 em 15 anos o brasileiro esquece os últimos 15 anos’.
    Até parece que o A.I-5 ainda vigora na imprensa quando se refere aos donos das diferentes bancas que não querem tirar esse país do atoleiro em que se meteu em 22 de abril de 1500!
    Henfillll, por favor, retorne a terra para morder toda essa gente!

  7. Comentou em 04/02/2006 Eduardo Guimarães

    A cara do signatário do blog não é nem mais de pau, é de compensado. Tá brincando, né? O link no UOL dispensa a leitura do conteúdo, pois desqualifica de cara a lista de furnas. O mesmo se reproduz em todos os jornais, em todos os blogs de jornalistas capachos dos Marinhos, dos Civitas, dos Frias, dos Mesquitas: todos desqualificam previamente a lista. O gozado é que quando a Veja publicou aquela barbaridade sobre os dólares de Cuba, quase nenhum desses ‘jornalistas’ procurou defeitos na história. A Folha, o Estadão, O Globo, todos caíram de de cabeça na ficção. Ô, luiz, será que você não tem respeito por sua imagem? Negar a diferença de tratamento da mídia quando a denúncia é contra o PSDB não te deixa um pingo de credibilidade. E o pior é que você vive dela, pois é um opinador profissional, pago para opinar… Epa!, será por isso que você escreve essas barbaridades?!

  8. Comentou em 04/02/2006 Christian Cruz

    E a capa da IstoÉ?

  9. Comentou em 04/02/2006 Jorge Oliveira

    Acordão na mídia(SBT,GLOBO,BANDEIRANTES,RECORD)não mostra a lista de Furnas no noticiário…eu fico com o Mino Carta que diz: ‘a imprensa brasileira é a pior do mundo’, em tempo eu gostaria muito de ouvir algum cometário por parte do Alberto Dines sobre a lista do ‘Dimasduto’. O Dines não pode ficar de fora deste assunto verdadeiro ou não, mais de extrema relevância para o cenário político brasileiro.

  10. Comentou em 04/02/2006 Rodrigo

    … de comentar: como bem lembrou o Josias de Souza no blog dele, faltou a Isto É perguntar ao FHC sobre a lista de Furnas. Tá no blog dele: ‘Ao longo de toda entrevista, não foi dirigida a FHC nenhuma pergunta acerca da “lista de Furnas”. Verdadeira ou falsa, trata de supostos repasses de R$ 40 milhões a políticos que integravam o consórcio tucano. Embora a resposta fosse previsível, a pergunta era inevitável’ XXXXXXXXXX Por que será que não foi feita a pergunta? Achei muito curioso o tom da entrevista: LEVANTA QUE EU CHUTO!

  11. Comentou em 04/02/2006 Rodrigo Siqueira

    Moro no bairro da Santa Cecília, razoavelmente próximo à rua Rio de Janeiro. E posso garantir que quando a reportagem da Isto É deixou o apartamento do FHC rapidamente formou-se uma incrível CORTINA DE FUMAÇA. Digam-me com toda a sinceridade, qual fato novo que essa entrevista traz? Não consigo ver outra função senão a de criar uma cortina de fumaça para encobrir a ‘mudança dos ventos’, como disse um comentário por aqui. Não me parece apenas uma contra-ofensiva. Aliás, também é curioso que o Arthur Virgílio (junto com o Serra e o Geraldo) é que tenha ficado com a tarefa de desqualificar a lista de Furnas. Ele que é um atacante nato agora foi para a defesa. É triste, mas noticiário político também pode ser engraçado.

  12. Comentou em 04/02/2006 Rodrigo Siqueira

    ‘ tendo como gancho um inquérito na Polícia Federal ou uma decisão de CPI, os demais, querendo ou não, gostando ou não, acabam encarando os fatos.’ Pois o ponto central, a meu ver, é exatamente o gancho. Há uma mudança de ‘gancho’ nessa história. Foi pelas mãos e língua afiada do então deputado Roberto Jeferson que a imprensa se pautou à farta nos primeiros momentos da crise em 2005. Ignorou-se, inclusive, o fato de o cidadão ser réu confesso e não ter uma biografia abonadora. O que importava era ampliar as palavras do deputado cantor. Inronicamente, agora a lista de Furnas só entrou no noticiário porque o mesmo Roberto Jeferson revelou que recebeu R$ 75mil do sr. Dimas Toledo. Dito isso, a imprensa inverteu o gancho. Parece que as declarações seríssimas do ex-deputado deixaram de ter importância, e o gancho foi parar nas ‘irregularidades’ e ‘inconsistências’ da lista. Só se fala que a lista tem tudo para ser falsa (o mesmo argumento do grão-tucanato). Engraçado isso. Por que o Roberto Jeferson já não é tão importante assim? Por que o fato de ele assumir que recebeu o dinheiro não vale nada agora? E se a lista for falsa e o recebimento dos R$ 75 mil for verdadeiro? Os nobres deputados, e alguns articulistas, que tanto defenderam a ‘prova testemunhal’ do Roberto Jeferson no ano passado, já não defendem mais a validade desse tipo de prova? Muito estranho. Ê Brasilzão, sô!

  13. Comentou em 04/02/2006 The DarkMaster

    Agora quero ver depois dessa alguém dizer que a ‘imprensa oficial’ é imparcial e que esta não está perseguindo o nosso atual governo… Eu não sou da direita e tampouco da esquerda (pessoas de centro neste país são raridade), mas qualquer um deve pode ver agora a guerra sangrenta que se faz neste país por votos

  14. Comentou em 04/02/2006 Luiz Claudio Leão

    Conforme já disseram outras pessoas neste blog, como de repente o que diz o Roberto Jeferson deixa de ser verdade? Ontem a Thereza Cruvinel se encarregou de desacreditar a lista, hoje a Folha de São Paulo. Com a exceção do Franklin Martins e do OI onde vi comentários isentos sobre os ‘Dólares de Cuba’, o restante da imprensa aceitou cegamente esta estória contada por uma pessoa embriagada e ouvida de um morto. Neste caso a imprensa não teve o menor cuidado em averiguar antes. Por que será que agora ficam cheios de cuidado. A CBN falava nisso dezenas de vezes por dia. Volto a perguntar a cada um que lê este blog, se você não tivesse acesso à internet, não acessasse o OI e só olhasse as manchetes dos jornais nas bancas pela manhã e assistisse a um telejornal qualquer à noite, estaria entendendo o que está acontecendo? Vou mais longe, você conseguiria me dizer quais políticos e partidos estão envolvidos neste escândalo? Por outro lado, pergunto para esta mesma pessoa que não têm acesso a informações isentas, qual foi o ‘maior escândalo de corrupção acontecido neste país’? Conforme alguém já disse aqui, precisamos às vezes desabafar pois a coisa está realmente esquisita. Queiramos ou não, parece que existe armação. Não quero dizer que o governo é santinho, mas a diferença de tratamento dada por esta imprensa que só vive clamando pela liberdade é de revoltar.

  15. Comentou em 04/02/2006 Misty

    Divulguem a lista! Nos foruns, via email… Vamos fazer o que a midia não quer. Somos milhoes de internautas. Vamos mostrar a nossa força!!!

    Divulgando estaremos fazendo um protesto contra esta midia suja!
    Obrigada pelo espaço, precisava desabafar…

    Mas vamos la… Divulguem!!!

    Consegui a lista! Veja neste endereço:

    http://caixadoistucanodefurnas.blogspot.com/

  16. Comentou em 04/02/2006 Jorge Washington Astigarraga

    Quando começaram as ‘denúncias’ do então deputado Roberto Jefferson,nenhum orgão da imprensa procurou verificar,se o que estava sendo denunciado ,tinha algum fundamento de verdade ou não.Foi aquele carnaval.Repórteres,apresentadores,humoristas,âncoras de tele-jornais,políticos editores,donos de meios de comunicação,todos tinham como certo o fato denunciado.Não existiram dúvidas,os réus já eram culpados antes de serem julgados.Todo fato era o ‘maior escândalo de corrupção’ jamais visto pelo país.Agora,quando os ventos começam a mudar de direção,os mesmos meios citam palavras como:inconsistente,dúvida,suposto,falhas,e outras,querendo com isto,esconder fatos graves ocorridos durante o governo anterior.Se as denúncias do ex deputado serviram como base para criar CPIs,porque não servem agora?Será que êle aprendeu a se aproveitar do cargo que exercia ontem e,não são mais reais?Por que,tanta dúvida hoje?Eu só consigo pensar em uma palavra:PARCIALIDADE.Tomara que eu esteja errado e os fatos sejam apurados com isenção e responsabilidade.Doa a quem doer.

  17. Comentou em 04/02/2006 Renê Guedes

    Weis,

    a postura da folha não deixa dúvidas: Se antes, ao lançar a entrevista com o mesmo homem que estremeceria a répública, ela (Folha)demonstrou-se muito menos incauta, comprando as aformações de R.Jeferson como vedadeiras e disseminando a onda ‘mensalão’ nas paultas do dia…Agora, quando a lista atinge o outro lado da trincheira, lá vem a mesma Folha se cercar de adjetivos para evitar qquer ‘injustiça’, dando-se ao trabalho de analisar o documento…
    …relamente engraçado: inúmeros, incontáveis jornalistas com algum espaço para suas opiniões, diziam, a cada petardo de Jeferson que, a despeito da figura polêmica que os disparava, ele sempre acertava…o que dava autenticidade às denúncias….Engraçado como isto, em poucos meses, esta verdade absoluta das redações, se vai por terra…

    Weis, por isso afirmo, juntamente com outros milhares que aqui neste espaço expõe suas opiniões: A Imprensa Brasileira NÃO É DEMOCRÁTICA, escolheu sim UM LADO DA REFREGA POLÍTICA,e, mais uma vez DEFINE QUEM SÃO OS BONS E O OS MAUS da história..
    Por isso que não se deve leva-los (jornalistas) a sério….

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem