Quinta-feira, 21 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº992
Menu

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Cadê os nomes dos operadores do acordão?

Por Luiz Weis em 09/01/2006 | comentários

A Folha, na sexta-feira passada, e o Estado, hoje, publicaram com destaque matérias sobre um “acordão” que estaria sendo costurado na Câmara, com a alegada participação de membros do próprio Conselho de Ética da casa.

O “pacto de impunidade”, como diz o editorial do Estadão, visa livrar da cassação um número indeterminado, mas não irrelevante, dos 11 deputados (5 do PT, 4 do PP, 1 do PL e 1 do PFL) cujos processos por quebra de decoro parlamentar ainda não foram relatados no Conselho, nem, por isso mesmo, enviados para votação em plenário.

O primeiro a pôr a boca no mundo contra o arreglo foi o relator da CPI dos Correios, o deputado pemedebista Osmar Serraglio, com base no que disse ter visto e ouvido nos corredores do Congresso.

Vai mais longe o deputado Orlando Fantazzi, do PSOL, relator do processo contra um dos quatro pepistas na marca do pênalti, Pedro Henry, dedurado nominalmente pelo então deputado Roberto Jefferson. “Estou praticamente convencido de que o acordão vai funcionar”, ele aparece dizendo no Estado de hoje.

O Estado cita também, sem identificar, não se sabe por que, um integrante da CPI para quem “só o constrangimento” será capaz de inviabilizar a manobra.

Se assim é, a imprensa precisaria dar um passo além. Trata-se de apurar preto no branco pelo menos um caso de deputados pedindo a outros que salvem a pele de um dos cassáveis.

A repórter Luciana Nunes Leal, do Estado, avançou nessa direção, expondo o argumento da tropa do deixa pra lá. Eles dizem a seus pares que, depois das cassações exemplares, as de Roberto Jefferson e José Dirceu, “está na hora de salvar os restantes”.

Agora o essencial é dar nomes aos bois – ou que outra alcunha mereçam esses incansáveis operadores da impunidade.

***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 13/01/2006 Swamoro Songhay

    Como uma coisa dessas, da qual se tem certeza, conforme os deputados, poderá acontecer?

  2. Comentou em 12/01/2006 Silvio Terato

    Acordão, ou pizza, para salvar deputados acusados de participarem de algo que ainda nem foi comprovado? Para começar, esses deputados nem deveriam estar sendo cassados. Afinal, esse relatório do Serraglio diz que o mensalão está provado mas sequer lista as evidências que comprovariam a compra de votos. E ainda generaliza o seu conceito, porque não conseguiram comprovar se a propina da compra de votos, a acepção correta do termo mensalão, teria existido no Congresso.

  3. Comentou em 10/01/2006 Manuel Ferreira Duarte

    Perante o atual estado de coisas, só a imprensa isenta, ousada e bem intencionada, poderá tentar impedir que esse ‘acordão’ para ‘safar’ da cassação os deputados ‘valeriodutianos’,venha a se concretizar. No primeiro caso ( de Romeu Queirós), já se mostrou incapaz de evitar tal desfaçatez. O POVO espera que nos casos ainda pendentes, a imprensa brasileira consiga ser a voz, a vontade e a consciencia de toda a NAÇÃO, para denunciar, vigiar, cobrar, divulgar. Só assim, será possivel enquadrar o Congresso e conscientizar cada cidadão brasileiro para que seja possível nas eleições futuras, em 8 ou 10 anos, se conseguir a imprescindível depuração do Congresso e impedir que pessoas com as ideias, por exemplo, do deputado Marquezelli, que se acha um cidadão diferente de um motorista, de uma empregada doméstica,etc., fiquem definitivamente na sua ‘toca’, de onde nunca deveriam ter saído, uma vez que são animais diferentes.

  4. Comentou em 10/01/2006 joel pereira alves joel alves

    caro amigos

    renovar é preciso!

    vamos fazer uma faxina geral nas eleições de 2006. so depende de nós.repetir as mesmas pessoas todas as eleições é burrice.

  5. Comentou em 10/01/2006 Fabio de Oliveira Ribeiro

    Quer dizer que além de não ter memória, o Brasil agora também não tem nome? Alguns congressistas pisaram na jaca e foram indentificadps, provavelmente porque não dividiram o dinheirinho que o Marcos Valério ganhou das estatais. É natural que estes caras-de-pau queiram se defender. Afinal, a Lei confere a todos o direito de defesa sem distinguir entre as pessoas de mau e de bom carater. Num país em que a Justiça custa caro para a população e pode ser barata para quem pode subornar um Juiz, Desembargador ou Ministro do STJ também é natural que pretendam corromper os seus julgadores. A imprensa pegou-os no pulo e se recusa a nomear as pessoas que provavelmente receberam ‘presentes’ para livrar a cara dos malandros. O que os jornalistas querem, evitar que os comparsas dos valerioboys também sejam cassados? O que estes jornalistas ganharam para omitir estes nomes? Vai um dinheirinho aí…

  6. Comentou em 09/01/2006 Rogério Barreto Btrasiliense

  7. Comentou em 09/01/2006 Jorge Oliveira

    E a Zulaiê Cobra porque o chá de sumiço,hein! Será que o nome dela consta na relação do ‘Dimasduto’.

  8. Comentou em 09/01/2006 Célio Mendes

    Azeredo usou o esquema valeriano em 1998, seu vice de então era sócio do Marcos Valério e veja só que coincidencia ele é o atual vice do Aecio, sera que é só coincidencia mesmo? e se o Azeredo for imolado como o Dirceu o foi, vai fechar seu tucano bico ou espalhar a m. no ventilador como fez Bob Jeferson? ta parecendo que vai sair um acordão, ou falando mais eufemisticamente acordo de cavalheiros se bem que ta mais para acordo de canalhas.

  9. Comentou em 09/01/2006 joao roberto toledo

    O PT. (PARTIDO TRAPALHÃO) por muito menos…qdo. oposição, mobilizou seus filiados para solicitar a caçassão do Collor (OS CARAS PINTADAS) e agora ??? o que dizer do Sr. Genuino, Sr. Silvio, Sr. Delúbio, Sr. Guchiken ??? coitadinho do Presidente… o relacionamento dele com esses senhores é recente… realmente não sabia de nada que se passava…até na empresa de seu querido filhinho…
    Sai daí Presidente…se não vai fazer vítima um homem inocente…Sr. José Alencar !!!

  10. Comentou em 09/01/2006 joao roberto toledo

    O PT é o (Partido Trapalhão) é só o que consegue…além da corrupão instalada em seu núcleo…
    Até seus pares acham que o Presidente da República deveria nominar os traidores…conforme declarou…realmente o Collor é amador perto desse pessoal…

  11. Comentou em 09/01/2006 joao roberto toledo

    Gostaria de ver desmentidas os comentários do Presidente da República qdo. diz que o Zé Dirceu é inocente e que o mensalão não isistiu…mas, públicamente… esse Presidente é uma piada….

  12. Comentou em 09/01/2006 Jedeão Carneiro

    O Serraglio tá querendo inventar um fato para justificar um relatório que confirma a existência de um mensalão, mas que não revela a lista dos beneficiados. Não é mais fácil investigar todos que votaram a favor do governo e os que mudaram de partido? O Serralho está sendo pago para nos mostrar a verdade e não para aparecer toda noite na TV inventando fatos a fim de nos enganar.

  13. Comentou em 09/01/2006 RONALDO SANTOS

    O Bin Laden errou o alvo, as torres a serem alveadas eram as de Brasilia, mas que sabe, setembro é antes das eleições e ai…….

  14. Comentou em 09/01/2006 Ariosto Zeferino Pinto

    A o cidadão-contribuinte-eleitor, bem como toda sociedade deve se mobilizar, com urgência, ir às ruas, a fim de exigir a cassação de todos os envolvidos no escândalo da compra de votos e outras maracutais que aconteceram no Congresso Nacional.

  15. Comentou em 09/01/2006 Gilson Azevedo

    Corrigindo: O Sen. Eduardo Azeredo pertence a bancada da oposição, e está sendo protegido pela CPI.

  16. Comentou em 09/01/2006 Gilson Azevedo

    Recife, 09.01.06.

    É uma podridão por completo: Eles recebem sem trabalhar, empurram as CPI´S com a barriga por meses, deixando de votar pontos importantes para o desenvolvimento do País, pensando no próximo processo eleitoral. Nos relatórios preliminares, eximem o nome do Senador Eduardo Azeredo, por fazer parte da bancada do governo, esse que incorreu no mesmo erro dos outros cassáveis. Como podemos acreditar que essas CPI´S e esse Congresso são sérios? É uma pena que parte da Imprensa seja parcial, encobrindo e concordando com tudo isso sem assumir seu verdadeiro papel, que é informar imparcialmente aos cidadãos.

  17. Comentou em 09/01/2006 Evaldo Ribeiro

    – Não adianta esperniar o Brasil é mesmo essa vergonha, e os bestas dos eleitores ainda continuarão votando nos salvadores da pátria e tudo bem, para no próximo mandato vermos + escândalos.Amem………

  18. Comentou em 09/01/2006 Reginaldo Leite Moura REGE

    Estes senhores nos envergonha, não querem trabalhar, é só politicagem, deveriamos fazer um lista com os nomes dos faltosos e não votar neles por que querem empurar esta CPI para perto das eleições para tirar proveito, que vergonha, estes Sr.s já provou que não é digno de nossos votos, então Sr. PSDB que não quer votar o orçamento só para pirraça o governo E O POVO QUE SE DANE…..

  19. Comentou em 09/01/2006 LUIZ CLAUDIO SANTOS

    E TEM MAIS BOIS A SEREM NOMEADOS:
    TRATA-SE DA RELAÇÃO DE REPASSE DE FURNAS AOS TUCANOS E PARTIDOS DE APOIO NAS ELEIÇÕES DE 2002 (SERRA, ALKMIN,ETC…). ESSA RELAÇÃO TÁ ROLANDO NA NET. QUEM VIVER VERÁ, DEPENDENDO DO ORGÃO DE IMPRENSA QUE COSTUMA CONSULTAR.

  20. Comentou em 09/01/2006 PAULO CESAR PC

    Esta CPI só esta durando por causa das eleições, realmente este congresso nos enche de nojo, não sei se tenho mas nojo da grande midia ou dos politicos em especial este tal PSDB.

  21. Comentou em 09/01/2006 Carlos Auberto Carlinho

    E o Sr. Azeredo, aquele de Minas Gerais, este Sr. Izar que só aparecer, pimenta no olho dos outros é refresco. Esta CPI só tem cara de promoção eleitoral para os acusadores, ja pensou se fossem investigar todas as denuncias de caixa 2, pobre PFL OU PSDB OU PMDB ….

  22. Comentou em 09/01/2006 andres avelino baez baez

    Observamos uma sentido de que todos mundos quer levar vantagens em acusaçaões que na mioria das vezes não tem provas nenhum,dando uma especie de quererem se manter na midia, especialmente politicos.

  23. Comentou em 09/01/2006 ANTONIO CARLOS MIRANDA ALVES

    A sociedade tem que cobrar atraves de setores organizados como a Une, Cut, Oab, Abi, Cnbb, etc, para que mediante pressao em cima do parlamento sejam cassados todos os deputados apontados como envolvidos, diretamente ou indiretamente no chamado escandalo do mensalao.
    Portanto, a imprensa deve dar enfase a convocaçao dessas entidades civis a fim de que se manifestem de todas as formas possiveis para que nao prospere a impunidade como vem sendo alardeada por alguns deputados.

  24. Comentou em 09/01/2006 adauto miranda cavalcanti cavalcanti

    e uma vergonha isso vai vira uma grande piada. vamos ver o PT. compra os deputados
    com o mosso diheiro.

  25. Comentou em 09/01/2006 guilherme dietz

    Diz que nada fazem …. e na verdade nada fizeram que justifique as cassações. No Brasil, sempre se prende e condena os intermediários. No trafico geralmente se prende as mulas ou usuários. Nunca o chefe. E quando se chega ao chefe, ele diz que não é dono e não sabe de nada. Quem é o chefe dos brasucas, que estão na berlinda?. Quem assumiu o comando? Vejam só, os três p’s sempre são condenados. Necessário, portanto, é que derrube o chefe os mulas e intermédiários, por sí só desaparecem. Entenderam…

  26. Comentou em 09/01/2006 rodrigo siqueira

    Faltam também os nomes dos deputados paulistas que puseram a mão na grana da publicidade da Nossa Caixa.

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem