Domingo, 23 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

CÓDIGO ABERTO > Código Aberto

China manda e Microsoft obedece impondo censura a blogs de dissidentes

Por Carlos Castilho em 06/01/2006 | comentários


Parece incrível mas a Microsoft tornou-se mais um grande ícone do capitalismo digital a sucumbir às pressões de um governo estrangeiro para censurar blogs criados por militantes da oposição.


Primeiro foi o Google, depois o Yahoo e agora a empresa de Bill Gates. Todos eles resolveram agradar às autoridades de Beijing deixando de hospedar weblogs de jornalistas e militantes contrários às políticas oficiais na China.


Trata-se de uma medida que causa mais dano à imagem das corporações norte-americanas do que aos ativistas chineses porque eles dispoem de milhares de outros serviços de hospedagem de blogs espalhados pelo mundo.


Mostra também como as grandes empresas norte-americanas preferem sacrificar princípios ideológicos em nome dos bons negócios, não importa se o parceiro se proclama marxista e não dá bola para o sistema representativo vigente nos Estados Unidos.


A questão da censura na internet ainda é um problema não resolvido. Teoricamente é impossível bloquear comunicações e o livre fluxo de informações através da rede de aproximadamente um bilhão de computadores conectados à internet, porque é impossível fechar todos os canais de comunicação ao mesmo tempo. Isto configuraria um black out mundial na rede, com consequências catastróficas.


Acontece que os computadores de usuários, como nós, acessam a rede através de provedores (no caso do correio eletrônico ou acesso simples à rede), muitos dos quais são também os hospedeiros de weblogs (como é o caso do IG) , páginas web e bancos de dados. São os provedores e hospedeiros que podem fazer a censura ou congelar um weblog ou endereço.


Claro que, no momento em que tomam atitudes prepotentes como estas, sua confiabilidade junto aos seu usuários vai para o ralo, porque desaparece a garantia moral de que os provedores e hospedeiros respeitarão a privacidade das informações veiculadas por seus clientes.


Até agora as únicas exceções eram a divulgação de material incentivando o ódio racial e o terrorismo, mas a cada dia que passa fica mais claro que o interesse comercial pode atropelar os princípios, principalmente quando as somas envolvidas tem mais de cinco zeros.


A alternativa para os afetados é mudar de provedor ou hospedeiro, quando se tratar de página web ou weblog. Segundo a ABRANET (Associação Brasileira de Provedores de Acesso à Internet) existiam em 2002 quase 1220 provedores de acesso à internet no país. No mundo inteiro, o número pode chegar a quase 50 mil.


Apesar de ser possível o jogo de gato e rato entre um blogueiro ativista e os provedores em matéria de censura, no quesito privacidade as fichas estão definitivamente com quem garante o acesso à internet. Tudo o que se passa na rede é potencialmente sujeito a ser descoberto.


Na verdade já estamos vivendo num Big Brother digital porque não há segredos na rede. Nossa vulnerabilidade só não é maior porque de certa forma estamos protegidos pelo fator massa. É tanta gente navegando que dificilmente despertamos a atenção, a não ser que alguém decida nos observar. Aí passamos a viver numa casa de vidro e não há jeito de escapar, a não ser saindo da rede.


No ambiente Web teremos que nos acostumar com uma nova maneira de conviver com velhos fantasmas como a censura e a privacidade.


Aos nossos leitores: Serão desconsiderados os comentários ofensivos, anônimos e os que contiverem endereços eletrônicos falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 10/01/2006 Osvaldo Duarte

    Comentando o comentário :
    A miséria não existe na China? Está certo que tinha índices africanos, mais ainda é coisa séria. O anlafabetismo não existe? A mortalidade infantil não existe? Eles matam as mulheres que nascem!
    Outra coisa : a revolução comunista não resolveu nada. A China deu um salto realmente quando o Mao foi para o inferno e os sucessores adoptaram uma política econômica capitalista.Também, só a política econômica porque o resto é uma ditadura tenebrosa.
    É engraçado : criticam a Microsoft e quem está pedindo para censurar é o governo chinês! Claro a Microsoft quer vender. Se o governo não pedisse nada aconteceria. Não dá para desprezar um mercado que nem a China, tem que seguir as regras deles.
    E, finalmente, o capitalismo é sim, sinônimo de liberdade. Caso contrário nosso amigo que está criticando no poderia criticar. Que vá para a China ou Cuba ou qualquer outra ‘democracia popular’ para ver se consegue escrever alguma crítica.

  2. Comentou em 09/01/2006 mariano capote

    Parabéns Castillo,pois antes de nos preocuparmos com qualquer tipo de Verdade,devemos educar à todos em busca de uma análise crítica para entender o que está acontecendo.Parece utópico?Acredito que os primeiros passos são dados quando escrevemos artigos como esse,onde é possível
    ver o algo mais ,à frente da neblina.

    abs,M.

  3. Comentou em 09/01/2006 Regina Machado

    A vida, para mim, é uma busca incessante por algo que dê sentido a transitória, breve e temporária existência humana, e, até hoje, só tenho conseguido ver uma razão, ou sentido: AMAR INTENSAMENTE!
    Assim, lembre-se sempre de que, baseado nesse AMOR (seja de que tipo e por quem for) como força motriz, mesmo nos momentos mais difíceis há de surgir uma saída e não devemos nunca deixar de possuir em nossos corações a firme convicção de FÉ e da ESPERANÇA!

    É lindo seu blog continue assim ta

    dê uma passadinha no meu será um prazer

    Beijinhos

    Regina

  4. Comentou em 08/01/2006 Eliana Barroso

    Por que falar apenas da China.Em muitos outros países se censura até a participação de ‘críticos do regime’ em fóruns na internet, blogs, etc. Enfim, o olho que tudo vê pode estar em qualquer parte, não importa aonde.É o fim da liberdade de expressão mesmo.

  5. Comentou em 07/01/2006 felizardo clementino vieira vieira

    ISTO É PERFEITAMENTE NORMAL. NÃO ENTENDO O ESPANTO. O CAPITALISMO É SELVAGEM, E QUEM ACREDITA QUE É A MELHOR COISA DO MUNDO ESTA TOTALMENTE ENGANADO. ESTA LITERALMENTE VIAJANDO NA MAIONESE. O CAPITALISMO NOS MOLDES AMERICANOS SÓ PREGA, O DINHEIRO, OS GASTOS, NÃO COM REMÉDIOS MAS SIM COM ARMAS E MUNIÇÕES. ACORDA POVINHO, ACORDEM JORNALISTAS,MAS VOCES EU ENTENDO , É SÓ PASSAR NO CAIXA.
    ACORDEM SOCIEDADE!!!! LEIAM A REVISTA CAROS AMIGOS ,LEIAM OS LIVROS DO SR. BAUTISTA VIDAL , VEJAM O PROGRAMA OBSERVATORIO DA IMPRENSA ‘APESAR DE ESTAR MORRENDO’, AINDA SALVA ALGUMA COISA.
    OU ENTÃO VEJAM GUGU,FAUSTÃO,FANTASTICO, BEM COMO O BOQUINHA TORTA ‘BORIS CASOY ‘.

  6. Comentou em 07/01/2006 Fabio de Oliveira Ribeiro

    Ninguém deve estranhar a atitude da Microsoft. Bill Gates é um empresário arrojado e agressivo e sempre priorizou os negócios. Ao se ver entre a preservação da liberdade de expressão de alguns dissidentes chineses e a montanha de dólares que fatura na China não teve dúvidas, protegeu seus próprios e lucrativos interesses. De qualquer maneira o episódio demonstra claramente que a política internacional não é mais um monóplio dos Estados. Para controlar seus dissidentes virtuais o governo chinês não outra opção senão recorrer a um particular, demonstrando assim sua fragilidade. Isto prova satisfatoriamente que minhas observações acerca da possibilidade de alguns internautas determinarem a dinâmica das relações internacionais é verdadeira. O pequeno ensaio http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2005/11/338859.shtml mas não será reproduzido aqui.

  7. Comentou em 07/01/2006 Aluizio Amorim

    Caro Castilho: Muito bom o seu comentário. Aliás, como sempre. E todas às vezes que passo aqui seu material é interessante e digno de nota. Meus parabéns pela excelência do material que vc oferece aos seus leitores. Entretanto, gostaria de convidá-lo a dar uma olhadinha no meu bloguinho, e em especial, um post sobre o uso da famigerada Lei de Imprensa para obter direito de resposta em um blog. Considero o assunto uma matéria nacional. Acho que isso aconteceu pela primeira vez, não sei. Dê uma olhada. Amanhã ou depois quando atualizar o blog vou fazer um link para este seu post. Cordial abraço do Aluízio Amorim http://oquepensaaluizio.zip.net

  8. Comentou em 06/01/2006 JOSÉ SILVA SOBRINHO

    Bill Gates e a China têm muito em comum. Ambos são ditadores, defendem de forma amoral seus interesses, mesmo que eles não sejam os dos outros. Por isso mesmo os produtos da Microsoft são os primeiros a terem seus códigos de validação quebrados e, posteriormente, comercializados como piratas. É uma forma de vingança contra o absolutismo da Microsoft, que quer ser sempre a primeira em todos os aspectos, tudo bem, é uma característica da evolução, o que é injusto e absurdo são os métodos monopolitas empregados por essa empresa. Para mim, árduo defensor das liberdades, nenhum progresso que a China fizer vai compensar a injustiça de suas leis cruéis, ditadoras e absurdas, que faz desse país, senão o maior, um dos maiores aplicadores da pena de morte, algo intolerável.

  9. Comentou em 06/01/2006 Allan Gomes

    Não conheço o teor dos blogs censurados ou mesmo o ‘tamanho’ da censura, alias não sou nenhum fã da China, mesmo reconhecendo o seu acerto na politica econômica. O fato que a internet é o meio mais democratico de comunicação, porém muito do que é comunicado por esse meio, não é confiavél, qualquer sitio publicar noticias de conteudo duvidoso ou informações mentirosas. Dar opinião deve ser um direito livre de qualquer um, mas sitios que produzem noticias sem o menor cuidado das informações serem veridícas, estes devem ter controle de alguma camara que reune governo e profissionais da área

  10. Comentou em 06/01/2006 Luciano Pita

    A ditadura na China é algo muito ruim, mas a revolução comunista transformou um país onde o povo vivia sob estatísticas africanas em um país onde a mortalidade infantil inexiste, assim como o analfabetismo e a miséria.

    Uma ditadura, sim, mas o que é o governo Bush?!
    Será que alguém ainda pensa que capitalismo é sinônimo de democracia e liberdade?
    Será que alguém ainda confunde capitalismo com democracia?
    Será que Papai Noel existe também?
    Acorda, Alice!

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem