Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1014
Menu

CÓDIGO ABERTO >

Crise na imprensa americana chega à Bolsa de Nova Iorque

Por Carlos Castilho em 03/11/2005 | comentários


Os investidores em conglomerados da midia impressa dos Estados Unidos parece que perderam a paciência com os prejuízos continuados nos balanços trimestrais dos principais jornais norte-americanos.


A Private Capital Management (PCM), uma das maiores empresas do mercado de ações dos Estados Unidos e com investimentos em todos os grandes jornais norte-americanos sugeriu a venda das ações da Knight-Ridder, a segunda maior cadeia de jornais do país.


A inédia decisão caiu como uma bomba tanto na bolsa como entre os investidores das cadeias Times (The New York Times)  e Gannett, que junto com a Knight Rider formam os tres maiores conglomerados da imprensa diária nos Estados Unidos e que também tem parte de suas ações nas mãos da PCM.


A recomendação de venda de ações na verdade sinaliza uma ação mais concreta dos investidores em ações de jornais no sentido de buscar uma mudança de composição acionária para tentar mudar executivos e estratégias editoriais.


A Knight-Ridder edita 32 jornais em 29 cidades com uma circulação diária de 3,5 milhões de exemplares e um faturamento anual estimado em 3,2 bilhões de dólares. Os jornais mais conhecidos da rede são o Miami Herald e o Philadelphia Inquierer.


Aos nossos leitores: Serão desconsiderados os comentários ofensivos, anônimos e os que contiverem endereços eletrônicos falsos.

Todos os comentários

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem