Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

CÓDIGO ABERTO > Desativado

Culpando por associação

Por Luiz Weis em 15/01/2007 | comentários

Começa a se formar na internet, ao que parece, um clima de linchamento moral do jornalista Ricardo Noblat porque a sua mulher, Rebeca Scatrut, figura entre as nove pessoas denunciadas pelo Ministério Público na ação por desvio de recursos públicos para o pagamento de contratos de publicidade do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), entre 1998 e 2002.

O principal denunciado é o deputado Raul Jungmann, do PPS, à época ministro do Desenvolvimento Agrário. A acusacão contra ele foi noticiada por quase toda a imprensa com destaque compatível com a notoriedade adquirida por Jungmann na CPI dos sanguessugas, da qual foi vice-presidente.

Dos principais jornais, só o Estado praticamente escondeu a informação, numa coluna de notas breves na seção nacional.

Leitores que reclamam que a mídia devia ter divulgado o nome do jornalista ao noticiar a iniciativa do Ministério Público querem insidiosamente, isso sim, culpá-lo por associação. Afinal, o seu nome não consta da ação movida pela Procuradoria da República.

O Blog do Noblat, aliás, remeteu o leitor para uma das primeiras e mais circunstanciadas notícias da denúncia, publicada no dia 11 pelo site de assuntos jurídicos Última Instância [http://ultimainstancia.uol.com.br/noticia/34446.shtml].

***

Os comentários serão selecionados para publicação. Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas, que contenham termos de baixo calão, incitem à violência e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 18/01/2007 Marco Tognollo

    Ora, o Noblat faz piadinhas com os acusados governistas, mas nao pode piadinhas sobre ele? Já pensaram que legal uma manchete do Globo: ‘Esposa de Noblat envolvida em desvio de dinheiro. Ele não sabia de nada?’
    A imprensa sequer noticiou – aliás, o estadao escondeu numa notinha típica daquelas ‘há cem anos’ – que o MP o chamou de quadrilheiro. Imaginem se fossem outras pessoas, qual seria a atitude do jornal?

    Raulzito Raulzito, nunca me enganou………

  2. Comentou em 16/01/2007 Kleber Carvalho carvalho

    Noblat é um conhecido fanfarrão da direita brasileira, agora que sua esposa foi literalmente enquadrada pelo estabilishiment, cabe a ele vir a público e explicar, ela sabia? ou não sabia? Ainda que o nome dele não consta na lista, o fato em si é um fato jornalístico, ou o noblat prefere falar dos pastores da igreja renascer?

  3. Comentou em 16/01/2007 Ivan Moraes

    ‘E o dossie???? E os sanguesugas???? Sumiram ??????’: nao, estao votando em massa no Chinaglia. Os mensaleiros tambem. Isso vai ser imediatamente antes de votarem em massa na reversao da cassacao de Jose Dirceu.

  4. Comentou em 16/01/2007 Cid Elias

    Caro Luiz, acusar(condenar) a toda hora, parlamentares que nem foram denunciados pelo MP de ‘mensaleiros’, para o colega não caracteriza uma forma de linchamento? O marido da denunciada tem hábito de linchar membros do governo há anos, aí pode, não achas? Quanto ao link que postastes, deve ser apenas para cadastrados, pois acabei de digitar e vi somente a cara do Noblat, mas não apareceu artigo algum depois de concluído. *e não pretendo me cadastrar nas grobo da vida.

  5. Comentou em 16/01/2007 RONALD BITEENCOURT

    E o dossie???? E os sanguesugas???? Sumiram ?????? Não interessa mais ???????? Realmente era só de brincadeirinha para tirar proveito político ????? Parou porque ???????? Não interessam mais as ambulâncias do Serra ????? E o dinheiro ?????? Cadê a origem do dinheiro???? O Delegado ???? O caseiro ??????

  6. Comentou em 16/01/2007 Eduardo Guimarães

    Estranho é que esse tipo de associação entre pessoas que não foram denunciadas em investigações mas tiverem parentes denunciados acontece em relação a políticos, e é feita por jornalistas. Será que a ‘linha editorial’ oposicionista de Noblat nada tem que ver com a ligação de sua mulher com políticos de oposição como Jungmann? Cabe à sociedade não permitir que a imprensa se coloque acima dessa mesma sociedade. O critério de jornalistas que vale para políticos deve, também, valer para quem tanto os usa. Aliás, a diferença de tratamento que a mídia está dando para Jungmann é escandalosa. Até o momento, quem era denunciado pelo MP, sendo petista ou aliado do governo, era automaticamente considerado culpado. A denúncia do procurador-geral da República tem sido usada à exaustão como ‘prova’ da culpa de gente como José Dirceu, Genoino etc. Por que quando é um oposicionista, a denúncia do MP é tratada diferente? É vergonhoso.

  7. Comentou em 16/01/2007 Marnei Fernando

    Você diz a verdade ao afirmar que praticamente toda a mídia noticiou pelo menos uma única vez, a denúncia contra o Jungmann e sua quadrilha… Mas o que ficou evidente é a maneira doce e ponderada com que a imprensa trata o assunto… Diga-se de passagem… essa deveria ser a maneira certa de se tratar denúncisa dessa gravidade… Porém, o que questionamos é mais uma vez a parcialidade da mídia quando o assunto tem a ver com alguém da oposição… Se fosse alguém do PT a coisa seria muito diferente… e nem precisava ser um deputado não… podia ser apenas um militante sem cargo público… As manchetes seriam no mínimo essas: MAIS UMA QUADRILHA DO PT… ou QUADRILHA PETISTA AGIA DESDE 1998… Mas como o Jungmann pertence à realeza midiática… o que vemos? Títulos coerentes… sem exacerbação… apenas narrando o fato sem fazer pré julgamento… aguardando o desenrolar das acusações… dando amplo espaço para a defesa do acusado… Coisa de jornalismo de primeiro mundo… Quanto ao fato de a esposa do Noblat fazer parte da quadrilha do Jungmann… Assim como o Alckmin não sabia que em seu guarda roupas existiam 400 vestidos de luxo, talvez o Noblat não sabia de nada… O marido é quase sempre o último a saber em alguns casos… Mas se ficar provado que ela roubou, então ele usufruiu dos benefícios do roubo… Agora… o que não se pode negar é o fato do nome dela estar lá? Pode?

  8. Comentou em 16/01/2007 Wilson Oda

    O jornalista Ricardo Noblat, inocente ou não, ainda tem meios para se defender. Fico imaginando uma pessoa comum numa situação dessa. Como os diretores daquela escola que foram massacrados pela opinião pública e que até hoje não conseguiram retomar suas vidas por conta daquele episódio. O mesmo cuidado que a mídia tem em relação ao jornalista deveria ser a mesma com todas as pessoas.

  9. Comentou em 16/01/2007 Haroldo Cunha

    Luiz, ele provocou tudo isto, com suas colunas ou é mera imprensão de minha parte? Ele passou os últimos quatro anos só desancando o atual governo de tal forma que agora ele não deve colher seus frutos? O grau de intimidade da imprensa com o poder gera tudo isto. Quando será verdadeiramente obedecido o tão propalado ‘código de ética jornalístico’? A função deste senhor na mídia é destruir reputações, nunca fazer jornalismo.

  10. Comentou em 15/01/2007 Rosana Aquino

    Eu tenho pena e dela. Todo mundo tem o direito de ser considerado inocente ate que se prove. O Jungaman nao teve comportamento digno para com outros acusados, nem o Ricardo Noblat, que ate hoje insiste em que o Lula sabia de tudo, sem provas. Portanto a unica vitima de verdade e a mulher dele, esta sim nunca atirou pedra em ninguem.

  11. Comentou em 15/01/2007 Cid Elias

    Quem planta vento, colhe tempestade. Ele foi um dos integrantes da turma do ‘será que ele não sabia’, passou dois anos agredindo tudo e todos deste governo, agora aguenta! ” Em compensação tem artigo cujo título chama(no caso, condena) parlamentares, alguns ainda nem denunciados pelo MP, de MENSALEIROS, e diversos ataques sem provas ao governo Lula. Portanto, na minha opinião, o acusador-mor Noblat, amigo de longa data do ex-ministro paladino da moralidade Jungmann, ele sabia de tudo! Na minha opinião a Sra. Noblat sabia de tudo! Na minha opinião o Jungmann sabia de tudo! Serão(Rebeca e Jungmann) condenados? Talvez sim…ou melhor, queira Deus! Vale lembrar ao Luiz Weis que não lhe pareceu linchamento como qualifica o caso do sr/sra noblat, quando a imprensa que ele defende cometeu aquela barbaridade com o Freud Godoy…

Código Aberto

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem